Quarto de crianças  por jäll & tofta

Quarto de bebé

Quarto de bebé

A chegada de um bebé altera por completo o quotidiano de uma família.
A chegada de um bebé altera por completo o quotidiano de uma família.

Como não podia deixar de ser, essa mudanças estendem-se ao interior da casa. Desde pequenas modificações que vão de proteger tomadas a esquinas, é necessário decorar o quarto do bebé, criando um ambiente propício ao descanso e, mais tarde, ao desenvolvimento das primeiras competências. Não se esqueça que nos primeiros meses de vida, é dentro do quarto que o bebé passará grande parte do tempo pelo que importa criar uma atmosfera adequada ao seu bem-estar.

A nossa sugestão é que faça tudo atempadamente. Quanto mais cedo tiver o quarto do bebé pronto, mais calmo será o fim da sua gravidez. Não temos dúvidas de que o fará rapidamente. Preparar o quarto é uma das fases mais bonitas e divertidas, sobretudo quando se é mãe ou pai de primeira viagem e todos os detalhes são uma novidade. Uma boa novidade. Contudo, e não obstante ter os seus próprios instintos, é normal que procure ajuda para decorar o quarto e para se certificar de que não se está a esquecer de nada. Os ingleses chamam esta fase de “nesting” e, de facto, “preparar o ninho” é uma boa metáfora.

Saiba mais.

Que peças não podem faltar no quarto do seu bebé?

O berço

O berço é, sem dúvida, o elemento-chave do quarto de um bebé e o primeiro em que todos os pais pensam logo à partida. Hoje em dia, não faltam escolhas no mercado. Há berços com rodas, berços de balouço, berços cuja parte lateral abre para se unir à cama do casal, berços suspensos, berços pequenos com alcofa passível de ser transportada para outras divisões da casa, berços que incluem o muda fraldas, entre outros. Seja qual for, deve propiciar ao bebé uma boa qualidade de sono. Bebé descansado, pais descansados.

Muda fraldas

O seu bebé vai passar os dias entre a hora da comida, a hora do berço e, chamemos-lhe assim, a hora do muda fraldas. Depois do berço ou a par com ele, esta é a peça mais importante. Como já mencionado, há estruturas que juntam o berço ao muda fraldas, o que é muito prático para os pais que assim não têm que transportar o bebé para outra parte do quarto. Porém, também pode comprar separadamente. Um muda fraldas deve conter prateleiras ou gavetas para ter à mão as fraldas, os cremes, o pó talco, as toalhitas, as roupinhas, entre outras coisas.

Uma poltrona confortável

Os pais também se devem sentir confortáveis no quarto do bebé. É lá que passam muitas horas a brincar com ele, a adormecê-lo, a embalá-lo ou a alimentá-lo. Não queira fazê-lo de pé ou com pouco conforto. Invista numa boa poltrona ou cadeira estofada, que até pode ter balouço, para que aquelas noites de choro mais chatas lhe pareçam menos más.

Iluminação

Se é assíduo aqui na homify, então sabe que insistimos na questão da iluminação. A iluminação tem muito poder num espaço e pode transformá-lo por completo. No quarto do bebé, não é excepção. Privilegie luzes quentes, em detrimento de luzes mais brancas e frias. Prefira luzes amareladas e indirectas para criar um ambiente de paz que convide o seu bebé a um bom soninho.

Decorar e personalizar

Escolhidos os elementos principais, está na hora de pensar nos detalhes para tornar o ambiente mais personalizado e aconchegado. Sem se cair em excessos – e porque o espaço e a funcionalidade devem ser sempre preservados – distribua pormenores bonitos pelo quarto. Um papel de parede, os primeiros brinquedos, grinaldas de luzes ou de bandeirolas ou molduras com imagens ou frases bonitas. Estas são algumas sugestões.

As cores

Que cores deve escolher para o quarto do seu bebé? Deverá optar por uma paleta cromática escura? Ou mais clara? Será que as cores em que está a pensar são estimulantes? Estas são dúvidas comuns e, em bom rigor, não há uma resposta científica para elas. Contudo, não temos dúvidas de que a cor de um ambiente afecta o nosso estado de espírito pelo que consideramos que escolher a cor para o quarto do seu bebé é um passo importante.

Vermelho: o vermelho é uma cor que cria impacto e chama a atenção. Num quarto de bebé, deve ser usado em pequenas notas e não a cobrir uma parede inteira ou todas as paredes. Use o vermelho em pormenores, como nas maçanetas, num debruado, no pé de um candeeiro, etc.

Amarelo: o amarelo é uma cor brilhante e fresca que deve ser usada com cuidado, caso contrário pode agitar o bebé. Se o amarelo for pastel, pode usar de forma mais expressiva.

Verde: o verde é uma boa cor para um ambiente de aprendizagem. Para além disso, promove a tranquilidade e a concentração. Num quarto de bebé, projectará um ambiente sereno, apaziguador e natural.

Azul: à semelhança do verde, também o azul promove a quietude e é, por isso, uma boa cor para o quarto do seu bebé. Os estudiosos das cores argumentam que o azul acinzentado pode promover sentimentos de tristeza. Use tonalidades mais quentes ou vivas e evite azul marinho ou azul escuro.

Roxo: o roxo é uma cor que sempre foi associada à realeza e ao luxo. No quarto do bebé, aposte num roxo pastel, lavanda ou lilás pois produzem um ambiente mais sereno, mantendo a característica de luxo que lhes é reconhecida.

Branco: puro, doce e angelical. Uma boa cor para o quarto do bebé. Mantenha-se afastado do branco total. Enriqueça o ambiente com notas de cor para o tornar mais aconchegado.

Rosa: as meninas gostam de cor-de-rosa, embora o uso desta cor não tenha que ser uma norma no quarto de rapariga. Use-o sem medo. O máximo que pode acontecer é criar uma princesa!

Cinza: sofisticado, moderno e elegante. O cinza é cada vez mais usado na decoração de interiores e pode ser incluído num quarto de bebé. Certifique-se, porém, que o espaço em bem iluminado por luz natural.

Três erros de segurança mais comuns num quarto de bebé

É delicioso decorar o quarto de um bebé, mas é também importante ter noção que a essa tarefa estão inerentes regras de segurança que não podem ser esquecidas. Os pais sabem isso e são diligentes no que toca a reforçar a segurança do quarto dos filhos. No entanto, há erros comuns que devem ser evitados.

Erro número 1: esquecer-se da tomada por detrás do berço

Proteger as tomadas é essencial numa casa com bebés. Não se esqueça das tomadas existentes por detrás do berço. Inicialmente, o colchão estará a um nível superior à tomada pelo que o bebé não lhe chegará. Mas, a certo ponto, terá que baixar o colchão e o bebé conseguirá alcançar a tomada através das grades.

Erro número 2: escolher cortinas com fios

É senso comum perceber que não é seguro ter no quarto de uma criança uma cortina com cordas para abrir e fechar. Porém, pode-se cair no erro de pensar que se a corda estiver alta, não há problema. Errado. Os bebés passam por uma fase em que querem subir para todo o lado e podem perfeitamente conseguir aceder às cordas. Sugerimos que as evite por completo.

Erro número 3: deixar brinquedos pequenos/perigosos ao alcance do bebé

Os brinquedos grandes ou os peluches podem ser deixados ao alcance do bebé, mas os brinquedos mais pequenos, que o bebé possa meter à boca e engolir, devem estar fora do seu alcance.

Habitações  por Casas inHAUS

Precisa de ajuda com um projecto em sua casa?

Entre em contacto!

Precisa de ajuda com um projecto em sua casa?

Entre em contacto!

Peça a sua consulta grátis