Henrique Barros-Gomes – Arquitecto

Henrique Barros-Gomes – Arquitecto

Henrique Barros-Gomes – Arquitecto
Henrique Barros-Gomes - Arquitecto
Número incorreto. Por favor verifique o indicativo do país, da cidade ou número de telefone.
Ao clicar 'Enviar' eu confirmo que li os Política de privacidade e aceitei que a minha informação seja processada para responder a um pedido.
Nota: Poderá anular o seu consentimento enviando email para privacy@homify.com com efeito futuro.
Enviado!
Este profissional irá responder-lhe brevemente!

Cabana Modernista

Cabana Modernista

Projecto elaborado para responder a um concurso de arquitectura, promovido por um site Americano denominado “Free Green”.

O desafio era elaborar uma pequena casa de férias para um casal de professores universitários, com dois filhos já adultos, uma espécie de retiro modernista. Pretendia-se uma construção económica, ecológica, de imagem moderna mas sem excessos formais, que se integrasse de forma harmoniosa na paisagem de um bosque, frente a um lago. Deveria deixar transparecer o que se pode designar como “luxo acessível”.

A proposta é uma reinterpretação modernista da tradicional “Cabana de Madeira”, mantendo as comodidades essenciais da vida moderna e ensaiando uma aproximação ecologicamente sensata à construção, baseada em processos passivos e sustentáveis e em senso comum. Os conceitos fundamentais explorados na proposta são a interacção entre a natureza, o espaço construído e os seus habitantes, a relação interior-exterior e a forma como a luz e a passagem do tempo afectam os materiais e revestimentos da casa.

Os vãos e portadas exteriores recolhem completamente para dentro das paredes, tornando o bosque e o lago extensões do interior. Também a compartimentação interna é resolvida com amplos painéis de correr dentro das paredes, aumentando a fluidez dos espaços e permitindo ajustar a compartimentação às necessidades de cada momento.

Adoptaram-se diversas soluções para minimizar o impacte da casa na envolvente e reduzir a sua pegada ecológica, como elevar do solo a laje em que assentam os elementos pré-fabricados que a compõem, opção que permite ainda a protecção em caso de cheia.

Foram propostos materiais resistentes e de baixa manutenção, mas em que seja visível a patine e o desgaste dos anos. Este acusar da passagem do tempo é o contraponto poético e indispensável ao minimalismo e aparente simplicidade do desenho da casa.

The Modernist Cabin

The challenge was to develop a small vacation home for a couple with two grown children, a kind of a modernist retreat. The aim was to build an economic, ecological, modern but without formal excesses house, which would integrate smoothly into the landscape of a forest in a lake front. It should suggest what may be termed affordable luxury.

The proposal is a contemporary reinterpretation of the traditional Wood Cabin. Having all the commodities of modern life, the house design essays a true ecological approach to building, based on passive processes and common sense. The core of this design is the interaction between nature and the house and its inhabitants, the outdoor/indoor relation, and the way light and the passage of time affect materials and coatings. The house is seen as a mean to reestablish a more respectful communion between man and environment, reducing its ecological footprint.

The windows and exterior shutters fully retract into the walls, making the forest and the lake extensions from the inside. Internal partitioning is solved with large sliding panels, increasing the fluidity of space and allowing to adjust the partitioning to the needs of each moment.

Several solutions were adopted in order to reduce the house’s impact on the environment and reduce it’s ecological footprint, namely the elevated floor, that reduces impact on the soil and prevents flood damage

Resistant and low maintenance materials were proposed but leaving visible the patina of years. This acknowledge of the passage of time is the essential and poetic counterpoint to the minimalism and apparent simplicity of the house design.

  • Cabana Modernista:   por Henrique Barros-Gomes - Arquitecto

    Cabana Modernista

    Livros de ideias de editores da homify com esta foto
    Livros de ideias: 2
    ["PT"] [Published] 10 casas de cair para o lado de 10 arquitectos de Lisboa
    ["PT"] [Published] Dê aos seus convidados uma entrada inesquecível
  • Cabana Modernista:   por Henrique Barros-Gomes - Arquitecto

    Cabana Modernista

  • Cabana Modernista:   por Henrique Barros-Gomes - Arquitecto

    Cabana Modernista

  • Cabana Modernista:   por Henrique Barros-Gomes - Arquitecto

    Cabana Modernista

  • Cabana Modernista:   por Henrique Barros-Gomes - Arquitecto

    Cabana Modernista

  • Cabana Modernista:   por Henrique Barros-Gomes - Arquitecto

    Cabana Modernista

  • Cabana Modernista:   por Henrique Barros-Gomes - Arquitecto

    Cabana Modernista

  • Cabana Modernista:   por Henrique Barros-Gomes - Arquitecto

    Cabana Modernista

  • Cabana Modernista:   por Henrique Barros-Gomes - Arquitecto

    Cabana Modernista

  • Cabana Modernista:   por Henrique Barros-Gomes - Arquitecto

    Cabana Modernista

Admin-Area