JPS Atelier – Arquitectura, Design e Engenharia

JPS Atelier – Arquitectura, Design e Engenharia

JPS Atelier – Arquitectura, Design e Engenharia
JPS Atelier - Arquitectura, Design e Engenharia
Número incorreto. Por favor verifique o indicativo do país, da cidade ou número de telefone.
Ao clicar 'Enviar' eu confirmo que li os Política de privacidade e aceitei que a minha informação seja processada para responder a um pedido.
Nota: Poderá anular o seu consentimento enviando email para privacy@homify.com com efeito futuro.
Enviado!
Este profissional irá responder-lhe brevemente!

ML House

A private home in Portugal with a box body and box windows

A ML House localiza-se em Oeiras, concelho considerado por muitos como um dos que tem melhor qualidade de vida da Europa.

Inserido num bairro de moradias unifamiliares, o projeto incidiu numa construção nova sobre o lote disponível na adequação do programa proposto, com a rentabilização máxima possível do terreno existente.

Este projeto de construção, destinado à habitação de um jovem casal e dos seus dois filhos, concentrou-se assim nestes princípios determinantes:

• Conceber uma solução que articulasse a nova construção com uma proposta capaz de interpretar o programa da habitação;

• Apostar na clara distinção entre a zona privada e a zona social que constituem o programa da habitação, através de uma extensão vertical ao Piso 1. Em contraproposta, foram criadas sinergias de ligação entre os Pisos -1 e 0, pisos claramente sociais inseridos numa habitação funcional, num todo único;

• Valorizar o conceito gerador desta habitação, acentuando a relação entre interior e exterior com a criação de janelas envolvidas por este conceito de “caixa”;

• A proposta de acréscimo na piscina de uma área de espelho de água, resultando um plano de água de dimensões proporcionais à construção que o envolve, criando simultaneamente uma privilegiada zona de estar exterior.

Do ponto de vista da volumetria, procurou-se introduzir, através de alguns alinhamentos, uma maior clareza do objeto construído, reforçando a configuração de “caixa” que envolve todo o programa.

A configuração é sugerida através de volumes, erguendo-se na continuidade de planos existentes do terreno e replicando a geometria dos planos de cobertura, distinguindo-se porém através da sua materialidade.

A condição dos planos de betão são o resultado de uma maior contemporaneidade por parte dos futuros proprietários, que fez com que a recente intervenção se tenha empenhado em construir renovadas relações espaciais e novos compromissos programáticos.

Estas novas “caixas” (vãos de janelas) dentro da “caixa” (a casa) permitiram simultaneamente articular a relação que a moradia estabelece com as ruas, para as quais se fecha, e para os seus próprios espaços exteriores, para os quais se abre.

Do ponto de vista funcional, o programa distribui-se em 3 pisos.

O Hall de entrada funciona como uma divisória da própria habitação a partir da qual se distinguem duas grande áreas – a área exterior e garagem e a área de acesso aos diferentes espaços da casa. Além destes espaços, o hall de entrada dá também acesso ao reservado escritório, ou seja, ao espaço mais “work” da casa.

Mas o espaço sala é o que faz a distribuição funcional e organizada da habitação, pois situa-se no piso térreo, ou seja, comunica quer com as zonas mais sociais, como a cozinha, o Jacuzzi (no piso mais inferior), a piscina (já no exterior) e a própria sala que se encontra harmoniosamente dividida em espaço de estar e de jantar, quer para as zonas mais privadas como os três quartos que surgem no piso superior.

O corpo correspondente à área social integra a cozinha, a sala de jantar, a sala de estar que se relaciona diretamente com espaço da piscina a Sul e o hall de entrada que liga a habitação ao exterior e ao espaço de garagem e escritório a Norte.

O prolongamento da piscina favorece a relação visual entre a sala de estar e o plano de água, reforçando simultaneamente a relação entre a construção e a piscina à volta do qual se localiza a grande área de estar exterior.

A ala de acesso mais restrito resulta da distribuição linear de três quartos, sendo o último o quarto principal da casa com orientação Poente, onde alberga instalação sanitária, quarto de vestir e um hall longitudinal entre eles. Os outros quartos com orientação a Nascente apresentam-se simetricamente distribuídos com Instalações Sanitárias próprias.

A estratégia de desenho adotada resulta em síntese da combinação entre a procura de uma clara leitura do objeto e do programa de usos e funções que alberga.

Os espaços exteriores de jardim e da piscina são responsáveis pela mediação entre os espaços interiores e o exterior da casa.

Optou-se pela construção em betão dos elementos, permitindo introduzir uma certa plasticidade ao material, adequando-o à escala do programa da habitação e ao universo da casa conjugado em pleno com o vidro de cada vão “caixa”.

Texto por Pedro Costa 

ENGLISH

The ML House is located in Oeiras, an area – considered by many – as one of the best in Europe as far as Life Quality is concerned.

 Included in a single family villa neighborhood, the project was focused on a new construction in the available plot according to the proposed program while maximizing the available land.

This building project, for the everyday life of a young couple and their two children emphasized the following main principles:

To conceive a solution that was able to join the new construction with a proposal  able enough to fulfill the habitation program.

 To play a bet on the clear distinction between the private and social areas that constitute the habitation program, by the means of a vertical extension of the 1st floor, counteracting with the connecting synergies between Basement Floor and the Ground Floor, clearly social floors integrated  in a functional habitation as a unique whole.

 To value the generator value of this habitation, emphasizing the interior-exterior relationship through the windows developed under the BOX concept.

 The proposal to add a water front area, resulting in a water plane with proportional dimensions in relation to the surrounding buildings, simultaneously creating an outside living area.

 As far as the building volume is concerned, we tried to introduce – through the use of some alignments – a wider perception of the building object, outlining the BOX configuration of the whole program.

 This configuration is suggested by the volumes that come up from the continuity of the existing land planes, replicating the roof tops geometry, with a clear distinction through its materiality. 

 The concrete planes condition is the result of a reinforced contemporaneity of the future property owners which made this recent intervention to make an extra effort in the construction of renewed spatial relations and program commitment.  

 These new BOXES (window openings) within the BOX (house) simultaneously allowed the articulation of the house with the streets, for which it closes to, with its own exterior areas for which it opens to.

 On the functional perspective, the program spreads itself for three floors.

 The entrance hall works as a divisor of the habitation itself, from which two large areas come up, the exterior and garage and the access area to the different house spaces. Besides these spaces the entrance hall also gives private access to the study room, ie to the more office like area of the house.

 However, the living room space is the one that makes the functional and organized distribution of the habitation once it is located on the ground floor allowing the communication with the more social areas such as the kitchen, the Jacuzzi (located on a lower level), the swimming pool (on the outside) and the living room itself that his harmoniously divided in living and dining areas, towards the more private areas such as the three rooms that show on the upper floor.

 The social area correspondent body integrates the kitchen and the living room the relations itself with the south oriented swimming pool and the entrance hall that connects the habitation to the exterior and the north located garage and study room.

 The extension of the swimming pool favors the visual relationship between the living room  and the water plane, simultaneously emphasizing  the relation between the construction and the swimming pool as the center of the exterior area.

 The more restricted and private wing results from the linear distribution of the three bedrooms, being the last the main room located west, with private WC, dressing closet and a longitudinal hall between the three. The other rooms, east oriented are symmetrically distributed with their own private WCs.

 The adopted design strategy results in the combination between the constant look for the object reading and the program with its functional and living uses.

The pool and garden spaces are responsible for the balance between the interior and exterior spaces of the house.

 We opted for the concrete construction of the elements, allowing a dose of plasticity to the material, making it adequate to the program dimension and the house universe that works with the glass of every BOX window opening.

Dimensões totais
11 × 9 × 10 m / 300 m² (Comprimento, Altura, Largura / Área)
Local
Caxias, Oeiras
Preço total
€300,000

Admin-Area