Ricardo Moreno Arquitectos

Ricardo Moreno Arquitectos

Ricardo Moreno Arquitectos
Ricardo Moreno Arquitectos
Número incorreto. Por favor verifique o indicativo do país, da cidade ou número de telefone.
Ao clicar 'Enviar' eu confirmo que li os Política de privacidade e aceitei que a minha informação seja processada para responder a um pedido.
Nota: Poderá anular o seu consentimento enviando email para privacy@homify.com com efeito futuro.
Enviado!
Este profissional irá responder-lhe brevemente!

Casa em S. Pedro do Estoril

Neste projecto de recuperação de uma antiga casa de 1923, o Arqtº Ricardo Moreno deparou-se com a uma das mais difíceis tarefas que um Arquitecto pode ter que é desenvolver o projecto e construção da sua própria casa. 

Nesta casa restava como principal valor preservar as paredes exteriores. A intervenção foi gerada pelo desafio de estabelecer a liberdade face ao condicionante do existente, procurando reconhecer e identificar a história e a contemporaneidade como ponte entre dois momentos no tempo.O piso de entrada, destinado ás zonas comuns, é resolvido através da introdução de um volume em madeira que compartimenta e define o programa. Sala de Estar, Cozinha e Escritório.Nesse mesmo volume são esculpidos os degraus que dão acesso outros volumes brancos,suspensos a cotas superiores, onde se encontram as zonas privadas.A introdução destes novos volumes, que modelam os espaços interiores da casa, acentuam a nova intervenção, iluminada pelos vãos da antiga fachada.

Esta obra constituiu um desafio e ambição de compreender das técnicas e materiais da época,imperativo neste tipo de construções. As paredes exteriores, construídas em alvenaria de pedra,foram rebocadas com argamassas de cal e argila, misturadas com cortiça triturada para a fim melhorar a questão térmica, de regular a humidade interior para os níveis de conforto humano, permitindo assim que as paredes ’respirem” , mantendo-as permeáveis ao vapor de água. Assim, houve uma preocupação em utilizar materiais naturais ecológicas, totalmente recicláveis e com baixa energia incorporada na sua produção.Em resumo, trata-se não só de uma operação sensível e consciente na leitura e conservação do pré-existente  como também a introdução de um programa que destaca e valoriza esse lado poético e histórico possibilitando o seu diálogo com a nova intervenção.

Dimensões totais
452 m² (Área)
Local
S. Pedro do Estoril

Admin-Area