Pintores - Seixal: Encontre os melhores profissionais | homify

7 Pintores em Seixal

Área servida

Seixal – a margem sul é muito boa para viver

Não é preciso esconder: a margem sul não tem tanta fama como Lisboa. É certo que passar a ponte todos os dias pode ser um pesadelo, mas a verdade é que viver nestas zonas também pode ter bastantes vantagens.

No Seixal, as casas são mais baratas e o custo de vida ainda é muito inferior ao de Lisboa. A qualidade de vida, no geral, é bastante boa, com bastantes acessos e transportes públicos regulares, não só para Lisboa, mas também para Setúbal e para as praias da Caparica. 

Pensar no Seixal é pensar em rio Tejo e na sua baía. É ter acesso a desportos náuticos de recreio e a passeios junto da água, na ampla frente ribeirinha. A própria autarquia tem envidado esforços para melhorar a cidade e para a tornar mais atraente.

Viver no Seixal acaba por permitir estar perto de tudo, e desengane-se quem pensa que há falta de algum serviço por aqui. Se não estão logo à porta, o que raramente acontece, estão nas cidades vizinhas, em Almada ou em Lisboa.

Vivendo no Seixal ou noutro local qualquer, haverá sempre aquela altura em que vai precisar dos serviços de um pintor. Os revestimentos estragam-se e muitas vezes a solução mais prática e imediata para fazer uma renovação é dando uma demão de tinta.

Esta não é uma área particularmente difícil mas acontece, muitas vezes, ocorrerem problemas por trabalhos DIY mal executados e, por isso, é importante contratar um bom pintor. 

Na sua busca pelo profissional perfeito veio ter à homify e vai ficar em boa companhia. Esta plataforma tem tudo o que precisa para a sua casa, reunindo os melhores trabalhos e produtos de profissionais de várias áreas. Permite-lhe criar livros de ideias com os seus trabalhos preferidos e em cada imagem encontra o contacto do respectivo autor, para dizer adeus às pesquisas de imagens dispersas que não sabe de onde vêm. Só tem de se registar e começar a procurar! 

No entanto, tenha em mente que a homify não se responsabiliza pelos trabalhos dos profissionais aqui inscritos, apenas se destina a facilitar contactos!

Mas, antes de continuar, dedique um pouco mais do seu tempo a conhecer as razões para contratar um pintor e a descobrir como fazer a escolha certa.

Preciso mesmo de um pintor?

A resposta a esta pergunta depende única e exclusivamente da sua aptidão para os trabalhos manuais, em especial para a pintura. Se gosta de projectos pessoais, se pode investir o seu tempo e tem jeito para as pinturas pode fazê-lo sozinho, pois o máximo que pode perder são duas coisas preciosas: tempo e dinheiro. Mas, se tem dúvidas sobre a adequação da pintura, sobre as superfícies a pintar ou sobre as tintas em si, o melhor será contratar um profissional para lhe poupar algumas dores de cabeça.

Os erros que justificam um pintor profissional

Na tentativa de poupar dinheiro, acabamos por cometer alguns erros. Por pressa ou desconhecimento, erramos nas escolhas, saltamos etapas e esquecemos pormenores que depois se revelam cruciais e acabamos com trabalhos realmente imperfeitos. Estes erros também podem ser cometidos por profissionais, sobretudo se forem pouco meticulosos ou simplesmente mal-intencionados, mas é importante referir que as probabilidades são menores do que se for o leitor a fazer o trabalho, sem qualquer experiência na área. Os erros mais cometidos por pessoas que querem fazer trabalhos de pintura, mas não sabem bem como, são:

  • Falta de preparação das superfícies a pintar – para o trabalho ficar bem feito, é preciso limpar as superfícies, corrigir as rachaduras ou buracos com massa própria e remover os restos de tinta (com uma lixa ou uma escova de arames). A humidade deve ser erradicada na fonte, antes de pintar. Sem este passo, a nova camada pode descascar ou empolar rapidamente e um profissional de qualidade não vai pintar, sem retirar tudo meticulosamente; 
  • Falta de preparação da área de trabalho – proteger os móveis, os rodapés, as sancas, as tomadas ou outros elementos é fundamental para evitar ter áreas pintadas que não queria, ou peças danificadas. Um pintor profissional vai fazer esta protecção ou indicar-lhe como fazê-la para que tudo corra bem;
  • Escolhas de cores duvidosas – ter uma casa com cor é maravilhoso, pois a cor é capaz de ajustar os ambientes às suas preferências, mas também é preciso ter muito cuidado no processo de escolha. Há cores que tornam os ambientes mais apertados, outras que os tornam mais frios, algumas cores fazem os espaços ficarem demasiado estridentes. Uma escolha errada contribui para este gasto de dinheiro e um pintor tradicional vai ajudá-lo a evitar esse erro;
  • Pintura mal feita – equipamentos pouco adequados, tintas baratas, falta de prática, tintas não indicadas para determinadas superfícies… Os erros na pintura não são tão poucos como possa imaginar;
  • Tentativas de personalização falhadas – criar texturas ou efeitos na tinta é apelativo e pode ficar muito interessante mas, se exagerar, vai apenas ficar com um desastre decorativo. Embora o pintor profissional o faça, se lho pedir especificamente, este profissional pode aconselhá-lo no sentido de optimizar os resultados;
  • Outros.

O que devo fazer antes de contratar um pintor no Seixal

  • Pesquise várias empresas – peça orçamentos e se possível ouça antigos clientes para ter uma ideia do tipo de trabalho executado e da fiabilidade dos profissionais;
  • Prepare o seu espaço – remova tudo o que tiver de remover e proteja tudo muito bem. Muitas empresas propõem fazer essa proteccão com equipamentos próprios, mas estabeleça essa responsabilidade antes de o projecto começar;
  • Pense no trabalho com antecedência – evite contratar profissionais só quando as superfícies já estão muito danificadas, porque isso apenas vai encarecer o serviço;
  • Planeie a intervenção – escolha bem as tintas, pedindo amostras e comparando os tons. Pode contar com a ajuda técnica do pintor, mas a estética ficará a seu cargo ou a cargo do decorador contratado. Tenha em mente as interacções entre as cores, por exemplo uma sala de estar pequena não deverá ser pintada de cinzento-escuro, pois corre o risco de parecer ainda mais pequena. Leia o artigo ’As 7 melhores cores para decorar salas pequenas’ para saber mais sobre este tema.
  • Faça um contrato – os contratos verbais para este tipo de serviços são quase uma tradição, uma de que se quer afastar. Coloque em contrato escrito os valores, prazos, especificações e requisitos a cumprir (nomeadamente no que se refere aos requisitos de Segurança e Higiene do trabalho). Assim torna-se vinculativo e fica mais seguro.

Porque devo contratar um pintor da região do Seixal

É sempre vantajoso contratar na região do projecto, para baixar os custos com os transportes de materiais e as deslocações dos trabalhadores, mas certifique-se de que contrata um profissional experiente.

Para fazer a busca pelos profissionais certos, pode usar a plataforma da homify, mas também pode utilizar qualquer outro meio proporcionado pela Internet, como as redes sociais, as redes profissionais, os fóruns de discussão para pedidos de recomendação, etc. Muitas vezes, há anúncios de profissionais em lojas da especialidade da região e, por vezes, as próprias empresas fornecedoras de tinta providenciam o serviço de pintura, se for requerido.

Quanto custa o trabalho de um pintor no Seixal?

Esta é uma questão sempre sensível porque os preços variam bastante, em especial tendo em conta a extensão do projecto. Mas, como indicação, podemos dizer-lhe que, em Portugal, o preço médio para um trabalho de pintura de exteriores anda à volta de 800€ e, de interiores, cerca de 400€.