Marceneiros - Sintra: Encontre os melhores profissionais | homify

3 Marceneiros em Sintra

Área servida

Marceneiros em Sintra

Sintra pertence ao distrito de Lisboa e é uma das vilas mais pitorescas de Portugal. Foi, aliás, o primeiro sítio europeu inscrito, pela UNESCO, como Paisagem Cultural. De acordo com a autarquia do município, o valor universal desta paisagem foi reconhecido como sendo uma abordagem pioneira ao paisagismo Romântico, com parques e monumentos a desenharem uma linha histórica do tempo.

Um passeio por Sintra faz-nos, efectivamente, atravessar vários séculos. Afinal de contas, falamos de Sintra da Pena, do Castelo dos Mouros, do Palácio de Seteais, do Palácio da Regaleira e do Palácio de Monserrate: qual deles o mais bonito? O património desta pequena vila – que se recusa a ser cidade para não perder a identidade e o imaginário idílico que a caracteriza – é riquíssimo e orgulha-nos.

O passado e o presente andam, no entanto, de mãos dadas. Sintra é uma vila com olhos postos no futuro, onde muitas empresas tecnológicas e de investigação se fixaram. Trata-se de um concelho com muita relevância nos sectores primário e secundário e, depois de Lisboa, o que tem mais população empregada no sector terciário.

Se tem o privilégio de morar nesta vila aristocrática e procura um marceneiro, então não deixe de ler as informações que se seguem.

1. O que fazem os marceneiros?

Um marceneiro fabrica, conserva e restaura móveis, assim como objectos de decoração em madeira. O trabalho deste profissional tem lugar numa oficina. Apesar do carácter artesanal e tradicional da marcenaria, este ofício faz hoje uso de sistemas informáticos de controlo de produção, de fabrico e de maquinaria apoiada em tecnologia de CNC (Comando Numérico Computadorizado), um sistema que possibilita o controlo de máquinas. É importante, para os marceneiros, acompanharem o desenvolvimento tecnológico para poderem executar trabalhos diversificados e de alta qualidade. Os marceneiros podem trabalhar para projectos residenciais de construção civil, mas também se imiscuem na produção de lojas e de espaços comerciais. Para além da madeira, é oportuno saberem trabalhar com outros materiais que podem ser incorporados nas peças que fabricam.

 

2. O que distingue os marceneiros dos carpinteiros?

 A marcenaria e a carpintaria confundem-se em alguns aspectos. Ambas as áreas têm a madeira como matéria-prima e são importantes na construção civil. Os marceneiros fabricam muitas peças e elementos estruturais em madeira que são, posteriormente, instalados pelos carpinteiros no local da obra, ou seja, um profissional produz e o outro instala.

Por norma, o marceneiro utiliza madeiras nobres, contrariamente ao carpinteiro que trabalha a madeira maciça/em bruto. Ao contrário do carpinteiro, que se debruça sobre trabalhos mais pesados e industriais, que exigem esforço físico, o marceneiro envolve-se em trabalhos de precisão que apelam a um lado mais artístico e criativo.

Os carpinteiros e os marceneiros devem ter noções de matemática, de geometria e de desenho. Para os carpinteiros, é especialmente importante saber ler e interpretar as plantas das casas.

Agora que percebe melhor o que compete a cada profissional, ser-lhe-á mais fácil decidir qual deve contratar. Lembre-se, no entanto, que estas áreas não são estanques, isto é, há marceneiros que assumem trabalhos que, tendencialmente, são feitos por carpinteiros e vice-versa.

 

3. Porquê contratar um marceneiro em Sintra?

Hoje em dia, está na moda o conceito de DIY (Do It Yourself). Entre vídeos no YouTube e tutoriais em plataformas como o Pinterest, é possível aprender a fazer algumas coisas dentro da área da marcenaria e não só. Contudo, também é necessário ter alguns conhecimentos básicos de construção e de bricolagem e as ferramentas necessárias. É normal que as pessoas se sintam tentadas a arregaçar as mangas e a fazer algumas coisas. Desta forma, conseguem economizar. No entanto, há trabalhos que devem ser entregues a quem sabe.

Porquê contratar um marceneiro?

Qualidade: os marceneiros têm a experiência e o conhecimento que lhes permite alcançar resultados de alta qualidade. São profissionais treinados, que já se viram a braços com trabalhos variados e que estão habituados a encontrar soluções engenhosas para os problemas que possam surgir.

Tempo: um trabalho levado a cabo por um marceneiro pode levar o seu tempo para ficar perfeito. Ora, se é assim nas mãos de um profissional, imagine o tempo que alguém inexperiente levará até que determinado móvel, peça ou elemento estrutural fique pronto. Contratar um marceneiro profissional evita que o projecto, por mais pequeno que seja, se prorrogue indeterminadamente.

Custo: um DIY pode, à partida, parecer mais barato, mas é preciso considerar todos os materiais e as ferramentas a comprar. Além disso, se alguma coisa correr mal, acaba por gastar ainda mais dinheiro a reparar ou a pedir a um marceneiro para consertar o problema. Posto isto, não temos dúvidas de que, sobretudo para os projectos mais intrincados, não se deve hesitar em contratar um marceneiro. Com isto não queremos dizer que os DIY não são recomendáveis. Tudo depende do que se quiser fazer e de quem vai fazer. Há projectos DIY surpreendentes e que promovem a reciclagem e a reutilização de materiais!

Criatividade: como acima referimos, os marceneiros devem ser criativos e ter ideias férteis. Se idealiza uma peça única, que sobressaia em determinado espaço, é o marceneiro que a deve desenhar e dar forma.

 

4. O que considerar antes de contratar um marceneiro em Sintra?

Antes de contratar um marceneiro em Sintra, tenha em consideração as questões que se seguem:

  • Para trabalhos mais complexos, é preferível contratar um marceneiro que já tenha, pelo menos, três anos de experiência;
  • Veja o portefólio de mais do que um marceneiro antes de tomar uma decisão e priorize um profissional que já tenha desenvolvido trabalhos na área de que precisa (por exemplo, se procura um marceneiro para o fabrico de móveis e de acessórios em madeira para a casa de banho, então é aconselhável optar por alguém já tenha executado trabalhos do género);
  • Peça orçamentos a mais do que uma oficina para poder comparar o que cada uma oferece e por que preço;
  • Faça perguntas sobre as madeiras usadas e tente saber qual é a melhor madeira para o seu projecto e porquê;
  • Verifique as referências deixadas por antigos clientes. Se forem positivas, pode ficar mais descansado;
  • Converse com o marceneiro sobre as qualificações que este possui e procure saber se a oficina está actualizada em termos tecnológicos;
  • Indague sobre as formas de pagamento. O mais normal é ter que pagar metade no início e a outra metade no fim.

 

5. Como é que a homify me pode ajudar a encontrar um marceneiro em Sintra?

Se procura um marceneiro em Sintra, comece a sua pesquisa pela homify. Através do nosso site, pretendemos dar-lhe a conhecer o que de melhor se faz em Portugal – e no mundo!em termos de habitação, de construção, de decoração e de design. Além do mais, propomo-nos a estabelecer uma ponte entre os nossos leitores e os profissionais. Se, por exemplo, vir um projecto de decoração de uma casa que lhe enche as medidas, pode entrar em contacto com o profissional responsável por esse projecto, cujo nome aparecerá associado às imagens ou nos nossos artigos. 

Lembramos, ainda, que qualquer leitor se pode registar gratuitamente na homify e ir guardando, em álbuns, todas as imagens de que mais gostar. Assim, pode revê-las sempre que desejar e utilizá-las como inspiração para a casa. Para encontrar facilmente as imagens guardadas, é conveniente dividir os álbuns por temas: pode criar um só para cozinhas, outro para salas de estar, outro para quartos, e assim por diante. 

Se tiver dúvidas, não hesite em mandar-nos uma mensagem privada por aqui ou pela nossa página de Facebook.

 

6. Que outros meios posso usar para encontrar marceneiros em Sintra?

 Para além da homify, pode, naturalmente, fazer a sua pesquisa socorrendo-se do Google e, claro está, das redes sociais (Facebook, Instagram e Twitter). Nestas últimas, pode procurar oficinas ou, então, fazer uma publicação a pedir o contacto de um marceneiro em Sintra.

Nas lojas de construção e de bricolagem, é provável que obtenha uma boa indicação já que estes profissionais fazem compras nestas superfícies comerciais.

Pode, ainda, perguntar directamente a amigos, a familiares e a colegas de trabalho. Mesmo que nunca tenham precisado deste serviço, podem conhecer alguém.