Marceneiros - Porto: Encontre os melhores profissionais | homify

3 Marceneiros em Porto

Área servida

A marcenaria no Porto – uma profissão que perdura no tempo

A cidade do Porto, entre outras cidades portuguesas, apresenta uma relação próxima com a marcenaria. Esta profissão antiga é deveras respeitada e notória por deixar marcas por onde passa. 

São inúmeras as peças históricas confecionadas em madeira, que habitam nos Museus da cidade do Porto, da Câmara Municipal ou das Juntas de Freguesia (Bonfim, Campanhã, Paranhos, Ramalde, entre outras) e também nas próprias casas dos portuenses. De certeza que, muitas destas casas terão peças de madeira feitas à mão, por marceneiros. Por detrás de cada peça, há uma história, um trabalho árduo e muita criatividade. 

Não admira que, uma cidade como o Porto continue a preservar profissões de antigamente, mas com conhecimentos mais contemporâneos.

O que faz um marceneiro no Porto?

A marcenaria é considerada uma subdivisão da carpintaria – mas mais à frente iremos explicar as diferenças entre ambas as profissões. 

O marceneiro é um artesão, embora seja também ser considerado como um artista.

O marceneiro é um artesão que usa as mãos para criar objetos, a partir de um bocado de madeira. Põe em prática as técnicas e o seu saber mas, sobretudo, o seu talento natural para construir peças de madeira, como estores, janelas, móveis… . No fundo, o marceneiro é o profissional que sabe fazer de tudo com a madeira.

O trabalho do marceneiro

Com base nos preceitos, métodos tradicionais e experiência acumulada, o trabalho do marceneiro tem melhorado com o tempo. Assim, o artesão desenvolve o seu próprio método de trabalho, inova e reinventa a sua maneira de trabalhar a madeira. Com estas técnicas inovadoras e adjacente tecnologia, o marceneiro é capaz de ser mais rápido, mais preciso e, portanto, mais eficiente. Além do mais, o próprio avanço tecnológico tem contribuído para o desenvolvimento, crescimento e aperfeiçoamento da profissão.

Há quanto tempo existe o trabalho do marceneiro?

A profissão de marceneiro sempre existiu, provavelmente, desde os tempos da Antiguidade.

Como trabalha um marceneiro?

O trabalho do marceneiro pauta-se, essencialmente, na construção ou no restauro de portas, janelas, armários, divisórias, escadas, móveis, etc.

Inicialmente, trabalha na sua oficina. Estuda os planos fornecidos pelo designer de interiores ou pelo arquiteto e, junto com o cliente, escolhe o material mais adequado para desenvolver o seu trabalho. O marceneiro tem em conta vários critérios, nomeadamente a resistência, a cor, o tipo de madeira e as condições do espaço que irá trabalhar.

De seguida, mede os elementos, auxiliando-se do compasso, da régua, do esquadro, etc. Para cortar as várias peças, o marceneiro usa várias ferramentas e máquinas elétricas, como a serra tico-tico. Toques finais e ajustes são usualmente feitos com uma lixadeira. 

Por fim, terá que montar e instalar os vários elementos no lugar, tal como indicado no plano. O marceneiro colabora com pintores, canalizadores, eletricistas, entre outros, mediante o trabalho proposto.

Quais são as diferenças entre um marceneiro e um carpinteiro?

Duas profissões que se ligam, mas existe uma linha que as separa, ora veja qual:

O marceneiro é um artesão e é, indiretamente, um artista. Cria peças de mobiliário originais e restaura outras peças de forma inigualável. Uma profissão com cada vez mais procura, pelo facto da sustentabilidade estar a ganhar peso na consciência das pessoas. Em vez de comprar peças novas e tê-las iguais a tantos outros, procura-se inovar e recuperar o que já existe. Além disso, o marceneiro complementa a profissão do carpinteiro, mesmo na indústria da construção pois, por norma, o marceneiro cria elementos de madeira que, mais tarde, o carpinteiro instala. Desta forma, o marceneiro apresenta um trabalho mais manual e artístico, comparativamente a um marceneiro.

O carpinteiro é um profissional que executa tarefas diretamente numa obra de construção civil. Este profissional produz estruturas e peças com maior impacto, como escadas, telhados e estruturas de casa ou tetos. O carpinteiro precisa de um certo domínio matemático e geométrico, para cálculos precisos. Além disso, precisa de ter um bom conhecimento de técnicas para trabalhar a madeira.  

Quanto custa o trabalho de um marceneiro no Porto?

Há vários critérios a ter em conta num orçamento, sendo que a combinação de vários fatores será determinante no cálculo do custo total do serviço – como a localização geográfica e as especificidades do projeto – o preço médio ronda os 300€. Embora seja possível que gaste entre 70 e 1500€, no total. 

É de referir que, a madeira que irá escolher para o seu projeto, poderá encarecer mais ou menos o seu orçamento. Por exemplo, O MDF é produzido com fibras selecionadas de madeira e é bem mais em conta do que uma madeira maciça, como o carvalho ou a nogueira. Contudo, o trabalho do marceneiro é mais especializado em madeiras nobres, como o carvalho, o castanheiro, a oliveira, a cerejeira, a nogueira, entre outras.  

Recorra a vários marceneiros do Porto ou das cidades limítrofes. No mínimo, peça um orçamento a três profissionais diferentes, para ter um termo de comparação, quer ao nível dos preços, quer ao nível da qualidade do serviço. 

Encontrar um marceneiro profissional é mais fácil do que possa pensar. Porquê? Porque a homify existe! É verdade, a nossa plataforma veio revolucionar o acesso e a interação entre profissionais e clientes. Graças à homify, pode conhecer vários profissionais, analisar trabalhos já realizados, ler experiências de outros clientes e isso tudo gratuitamente! Inscreva-se na homify e comece a navegar pelas nossas inspirações, dicas e afins. Assim, terá muito mais ideias e conhecimento para contratar um marceneiro. 

De que outros profissionais precisa para a sua casa no Porto?

Talvez esteja a passar por uma fase de mudança na sua vida, como tal, precisa de recorrer a alguns profissionais que ajudarão a melhorar alguns aspetos da sua casa. Uma casa renovada é como lavar a alma!

Pode começar por contratar um decorador ou um designer de interiores. Sabia que a homify tem os profissionais mais requisitados do país? Ora confira-os na nossa plataforma e analise os respetivos projetos. Tire ideias para definir o seu gosto e estilo. A nossa interface digital facilita imenso a comunicação entre o cliente e o profissional. 

Aproveite também para pintar as suas paredes e trocar o chão da sua casa. Enfim, temos uma longa lista de profissionais, o que faz da homify, as páginas amarelas da era moderna!