Ladrilhadores - Gondomar: Encontre os profissionais ideais | homify

0 Ladrilhadores em Gondomar

A sua pesquisa não obteve resultados. Seja o primeiro a carregar fotos nesta categoria.

Ladrilhadores em Gondomar

Gondomar pertence ao distrito do Porto e é um dos municípios mais populosos desta área metropolitana. O concelho tem, como vizinhos, Penafiel, Arouca, Santa Maria da Feira, Valongo, Paredes e Vila Nova de Gaia. É conhecido por ser atravessado por vários rios e ter, por isso, inúmeras praias fluviais, factores que lhe proporcionam boas condições para a prática do Turismo Náutico e de Natureza.

A cidade fica a apenas 20 minutos de carro do Porto, o que faz dela uma boa opção de habitação para quem trabalha na Invicta, mas prefere morar num local mais calmo onde o custo de vida é mais sedutor.

Gondomar sobressai, ainda, por ser a Capital da Ourivesaria. O património cultural rico preserva artes ancestrais como o trabalho da talha e a filigrana. Cabe mencionar que são gondomarenses as oito maiores empresas portuguesas de ourivesaria e joalharia.

Se mora em Gondomar e procura um ladrilhador, mas não conhece os requisitos deste profissional, nem sabe onde pode encontrar um perto de si, então considere as informações que incluímos neste texto.

1. O que fazem os ladrilhadores?

Entende-se por ladrilhador o profissional que está incumbido de revestir as paredes e os pavimentos com ladrilhos ou azulejos. Estes materiais servem propósitos decorativos e de protecção. Os ladrilhadores estão, igualmente, preparados para fazer a manutenção e a reparação destas superfícies.

Numa primeira etapa, o ladrilhador analisa a obra a ser feita, considerando a dimensão do espaço, os materiais a utilizar e as representações gráficas a seguir. De seguida, procede à marcação das superfícies a revestir e define a quantidade de material necessária à concretização da obra. Caso seja preciso, nivela e regulariza as superfícies em questão e aplica-lhes a argamassa adequada sobre a qual o revestimento vai assentar.

Os ladrilhadores podem trabalhar por conta própria, prestando serviços a particulares, ou integrar empresas de construção civil. Distinguem-se dos assentadores de revestimentos pela especificidade da profissão que exercem. O primeiro trabalha com vários materiais – alcatifas, flutuantes, vinis, soalhos de madeira, etc. – e o segundo apenas com ladrilhos e azulejos.

2. Quais são os requisitos dos ladrilhadores?

As profissões desta natureza são muito mais exigentes e têm mais alcance do que se possa pensar. Entre os requisitos que os ladrilhadores devem possuir, destacaríamos os seguintes:

  • Habilidade para ler e interpretar as plantas e os esquemas elaborados pelos arquitectos, designers de interiores ou construtores;
  • Noções numéricas para tirar as medidas correctamente e calcular a quantidade de material;
  • Resistência física para pegar e transportar volumes pesados e trabalhar em posições desconfortáveis;
  • Conhecimento das características de vários materiais, das novas tecnologias e das tendências;
  • Boas aptidões comunicacionais para dialogar com os clientes e com os outros profissionais envolvidos na obra;
  • Noções de base sobre as áreas com as quais o trabalho que executa pode interferir (por exemplo, electricidade e canalização).

3. O que distingue os ladrilhos, o mosaico, a pastilha e os azulejos?

Os ladrilhos distinguem-se por serem mais pequenos do que os azulejos. Podem assumir vários formatos – quadrados, rectangulares, hexagonais, etc. – e ser fabricados em diferentes materiais como, por exemplo, a cerâmica, a porcelana ou a argila.

O mosaico não é uma peça individual, mas sim uma técnica e arte decorativa milenar que resulta de um conjunto de ladrilhos dispostos lado a lado sem intervalos entre eles.

A pastilha, por sua vez, é uma pedra quadrangular muito pequena – ainda mais pequena que o ladrilho – que pode ser produzida em cerâmica ou em vidro. Veja aqui alguns espaços revestidos com pastilha.

Os azulejos são placas finas, por norma quadradas ou rectangulares, geralmente vidradas de um dos lados e que exibem cores e desenhos variados.

  • Que tipos de azulejos existem?

Cerâmica: são, porventura, os mais populares. O barro de que são feitos é cozido e uma das superfícies é esmaltada. Os azulejos de cerâmica são altamente resistentes.

Porcelana: os azulejos de porcelana são produzidos através de um método de pressão que lhes proporciona maior densidade. O acabamento é mais elegante do que o acabamento dos azulejos de cerâmica, o que os encarece. São usados amiúde em casas de banho devido à alta resistência à humidade que os caracteriza.

Vidro: não são tão utilizados, mas a absorção de humidade dos azulejos de vidro está abaixo dos 0,05%. Por esta razão, são uma excelente escolha para cozinhas, casas de banho, lavandarias, piscinas e varandas. O coeficiente de dilatação dos azulejos de vidro é quase inexistente, pelo que podem ser expostos a grandes intervalos térmicos. Além do mais, não perdem o brilho.

Pedra natural: os azulejos de pedra natural surgem, como o próprio nome indica, do recorte de materiais naturais. Como são mais porosos, precisam de um selante quando aplicados em divisões muito húmidas.

4. Porquê contratar um ladrilhador em Gondomar?

Proximidade: contratar localmente é uma mais-valia. Para além de poupar em custos de deslocação, trabalhará com um profissional que conhece os fornecedores da região e que, muito provavelmente, sabe onde encontrar os materiais aos melhores preços.

Poupança de tempo: quando se fala em fazer obras em casa coloca-se, de imediato, a questão do tempo. Uma obra causa sempre algum transtorno, sobretudo se tiver lugar num espaço habitado. A colocação de azulejos e de ladrilhos percorre várias fases até estar concluída. Contratar um ladrilhador é a melhor forma de garantir que os revestimentos serão bem colocados e de forma célere.

Poupança de dinheiro: sendo certo que tem que pagar por este serviço, não é menos verdade de que deve vê-lo como um investimento. Lembre-se que, se o trabalho ficar mal feito, pode acabar por gastar mais a médio ou a longo prazo. Então, porquê arriscar?

Trabalho de alta qualidade: a aplicação de azulejos e de ladrilhos é complexa. Não é, por exemplo, incomum vermos azulejos e ladrilhos dispostos de forma desalinhada ou com os rejuntes mal feitos. Os ladrilhadores, pela experiência e pelas qualificações que possuem, têm em atenção os acabamentos e oferecem resultados de excelência. 

Cálculo das quantidades: os ladrilhadores sabem calcular, com precisão, a quantidade de material de que precisam. Estes materiais não devem ser calculados à justa. É importante adicionar ao total 2% ou 5% para sobras ou para acertos nos cantos e bordas.

5. Quanto custa o serviço de um ladrilhador em Gondomar?

Não é possível apontarmos um valor certo, mas podemos providenciar-lhe preços que pode usar como referência quando receber os orçamentos. Para ter margem de manobra e tomar uma decisão ponderada, peça, pelo menos, três orçamentos a diferentes profissionais e analise-os cuidadosamente. Lembramos que a dimensão do espaço, a complexidade da obra, a localização e a reputação do ladrilhador influem no preço final.

A aplicação de azulejos e de ladrilhos sobre pladur andará à volta dos 22€/m2. Sobre uma superfície em alvenaria, a colocação de azulejos e de ladrilhos sai mais cara: 30€/m2, aproximadamente.

6. Onde encontrar um ladrilhador em Gondomar?

Se procura um ladrilhador, em Gondomar, conte com a homify para o ajudar. O nosso propósito é dar-lhe a conhecer profissionais portugueses das áreas da construção, da arquitectura, do design de interiores e da decoração e estabelecer uma ponte entre estes especialistas e os nossos leitores. Na nossa plataforma, estão registados ladrilhadores de vários pontos do país. Cada ladrilhador tem a sua própria página, dentro da homify, onde partilha álbuns com os projectos já concretizados, assim como os contactos telefónicos e a morada.

Para além da homify, faça uma pesquisa no Google através das palavras-chave ladrilhadores em Gondomar ou colocadores/assentadores de ladrilhos/azulejos em Gondomar. Quanto mais completa for a presença on-line da empresa, melhor. É inegável que as empresas ou profissionais autónomos com páginas nas redes sociais e sites transmitem mais confiança. Para além disso, o online facilita a comunicação entre todas as partes envolvidas.

Lembramos que pode fazer uma publicação no Facebook, no Twitter e no Instagram a pedir o contacto de um bom ladrilhador. É possível que alguém na sua rede de contactos já tenha precisado de recorrer a este serviço.

Indague, também, junto de lojas que vendem revestimentos em cerâmica e de lojas de construção. É lá que estes profissionais se abastecem. Algumas destas superfícies comerciais podem mesmo prestar este serviço. 

Não se esqueça de se encontrar presencialmente com os profissionais que mais lhe encheram as medidas e aproveite o momento para colocar todas as suas questões. Contrate alguém que desenvolva trabalhos de alta qualidade, que seja simpático e disponível e que tenha boas referências de antigos clientes. Não avance sem, primeiro, pedir, pelo menos, três orçamentos e não celebre um contrato com profissionais que não possuam seguros de acidentes de trabalho.

Pesquisar imagens relacionadas