Jardineiros - Almada: Encontre os profissionais ideais | homify

5 Jardineiros em Almada

Almada – qualidade de vida às portas de Lisboa

Não, a margem sul não é um aglomerado de bairros de má fama, nem um dormitório gigante!

Almada é uma cidade cheia de interesse, que pode proporcionar uma boa qualidade de vida a preços bem mais baixos do que os da capital.

Obviamente que os acessos rápidos a Lisboa e a habitação mais acessível (embora tenham vindo a aumentar, ainda se praticam aqui preços mais baixos) dão à zona de Almada um cunho de cidade dormitório, mas está longe de ser só isso.

A sua tranquilidade, a margem ribeirinha reabilitada, os restaurantes e bares, o miradouro e a Costa da Caparica ali ao lado, proporcionam condições de vida com que muitas pessoas sonham.

Na cidade, o urbanismo centra-se em edifícios habitacionais de grandes dimensões, mas a urbe está dotada de alguns jardins e espaços verdes de qualidade, como o Jardim Botânico ou o Jardim do Castelo. Nas imediações, a Mata Nacional do Medos ou o Jardim dos Capuchos fazem as delícias de quem procura um pouco da vida, no exterior.

Na sua periferia e nas localidades vizinhas, há imensas moradias com jardim e na zona da Costa da Caparica há mesmo moradias de alto luxo, para habitação permanente ou de veraneio.

Se tem um jardim na zona de Almada e pretende vê-lo brilhar em todo o seu esplendor, precisa de um jardineiro ou de uma empresa de jardinagem. Está no local ideal para os encontrar, mas antes conheça um pouco mais desta profissão.

Definição da profissão de jardineiro

Jardineiros são os profissionais encarregados de Instalar, conservar e restaurar jardins de exterior e jardins de interior (habitacionais, comerciais e industriais). Podem ser também responsáveis por produzir relvados para uso desportivo e realizar actividades relacionadas com este âmbito.

Atribuições dos jardineiros profissionais

  • Implementar projectos de jardinagem e restauro de paisagens segundo o estipulado no projecto, pelos arquitectos paisagísticos;
  • Preparar o terreno com a maquinaria seleccionada, regulando os equipamentos em função das necessidades e garantindo que as tarefas se realizam segundo as boas práticas;
  • Montar e manter instalações, infra-estruturas simples e equipamentos, interpretando os planos de instalação e os manuais de manutenção;
  • Realizar as tarefas de semear e/ou plantar o material vegetal, cumprindo as especificações do projecto;
  • Fazer a conservação e a reposição dos elementos vegetais e não vegetais (pérgulas, decorações de jardim, lagos… ) do jardim, aplicando as técnicas adequadas;
  • Identificar pragas e outras doenças vegetais e tratá-las, cortando, podando e cuidando com fitofármacos;
  • Preparar e aplicar o tratamento fitossanitário necessário, interpretando a documentação técnica;
  • Fazer a recolha de frutos e sementes, a propagação e o cultivo de plantas, mantendo as condições de segurança e seguindo a calendarização do trabalho;
  • Operar equipamentos e máquina, seguindo as especificações técnicas;
  • Operar os sistemas de rega, optimizando o aproveitamento de água e garantindo que as necessidades hídricas das plantas são satisfeitas;
  • Criar composições florais e pequenos projectos de decoração de jardins.

Contratar um jardineiro com formação, sim ou não?

Em Portugal, não há obrigatoriedade de ter um curso para exercer como jardineiro e todos sabemos que há pessoas com uma paixão tão grande pela jardinagem que conseguem operar verdadeiros milagres. Mas, no mundo profissional, a paixão não chega, sendo preciso bases sólidas para conseguir mais abrangência e mais qualidade de serviço.

A formação fornece as bases para o trabalho no terreno, ministrando conteúdos na área da biologia e fisiologia vegetal, técnicas de cuidado com as plantas (monda, poda, apara… ), sistemas de rega, influência do clima e da composição do solo, entre muitos outros. Um curso profissional fornece também competências básicas na área da gestão, elaboração de orçamentos e informática na óptica do utilizador, permitindo uma gestão corrente de uma pequena empresa.

Por estas razões, a contratação de jardineiros formados é uma aposta mais segura. 

Como posso escolher o jardineiro certo para o meu projecto em Almada?

A escolha do profissional ou da empresa certa para si, nunca é uma tarefa isenta de incertezas, mas há algumas considerações que pode fazer e que lhe vão facilitar a vida:

  • Trabalho de pesquisa – comece por fazer uma pesquisa aprofundada sobre profissionais de jardinagem na zona de Almada, usando a Internet, sites da especialidade, mas também as redes sociais. Se gosta de métodos mais clássicos, pode questionar em lojas de produtos agrícolas ou no seu círculo social;
  • Seleccione as empresas cujos trabalhos se coadunam com as suas necessidades e gostos;
  • Peça orçamentos. Procure empresas com orçamentos claros e bem discriminados, que não incluam apenas o preço final, pois isso demonstra falta de transparência nos procedimentos. Peça sempre mais do que um orçamento para poder ter escolha;
  • Prefira empresas com boa comunicação e flexibilidade, para se sentir à vontade para pedir mudanças e fazer reparos;
  • Opte sempre por empresas que demonstrem cumprir com a legislação de higiene e segurança do trabalho, utilizando equipamentos de protecção individual e adoptando procedimentos de segurança. A responsabilidade pela segurança dos trabalhadores ao seu serviço também é sua, não se esqueça.

Que vantagens há em contratar jardineiros em Almada?

A grande vantagem é a proximidade. Se o seu projecto fica nesta zona, as distâncias curtas e os bons acessos vão ajudar a baixar os custos com os transportes de materiais, equipamentos, plantas e trabalhadores. Por outro lado, uma empresa da região terá mais facilidade em cumprir com a calendarização do que uma empresa de muito longe. E vai ajudar a economia local a prosperar!

Mas não precisa de limitar o seu horizonte apenas a Almada… Lisboa está logo ali e o Seixal é a dois passos, pelo que pode considerar profissionais dessas áreas, sem correr o risco de aumentar demasiado o preço do serviço.

Quanto custa contratar um jardineiro em Almada?

Os preços deste tipo de serviços são bastante uniformes, um pouco por todo o país. Ainda assim, é muito difícil estabelecer o preço do seu projecto sem qualquer pormenor, porque os valores variam com a dimensão, com a complexidade e com a abrangência pretendida. Obviamente, a criação e a manutenção de um pequeno jardim plantado tem custos muito diferentes do serviço efectuado numa grande extensão de terreno, com um paisagismo elaborado.

Apenas para lhe dar uma noção, um jardineiro cobra entre 16 e 17 Euros por hora, mas depois tem de pensar nos custos com as plantas, com os vários equipamentos, com os adubos, com a rega, etc.

Pesquisar imagens relacionadas