Eletricistas - Loures: Encontre os melhores profissionais | homify

6 Eletricistas em Loures

Área servida

Electricistas – Loures

Loures insere-se na Área Metropolitana de Lisboa e tem uma área de 168 km2, onde habitam cerca de 200 mil pessoas. A cidade beneficia da cercania da capital, cujo desenvolvimento económico tem influência neste concelho. Loures desfruta, ainda, da proximidade do Aeroporto Humberto Delgado, do Porto de Lisboa e da Gare do Oriente, que surgem enquanto pontes com Portugal e com o mundo e que proporcionam à cidade características de centralidade ímpares.

 

Não obstante a ligação a Lisboa e o facto de ser apelidada, muitas vezes, como dormitório, Loures pode orgulhar-se da economia em crescimento que tem o comércio e a indústria em destaque. Uma das grandes superfícies que mais se evidencia na região é o IKEA, uma empresa que cria dezenas de milhares de postos de trabalho por todo o mundo.

 

Mora em Loures e procura um electricista? Não o faça sem, primeiro, ler com atenção as informações que se seguem.

1. O que faz um electricista?

Os electricistas dedicam-se à montagem, à reparação e à manutenção de instalações eléctricas para o uso doméstico, comercial ou industrial. Estes profissionais estão incumbidos de ler e de interpretar os planos, os diagramas e de conhecer os locais a intervencionar.

 

Para que uma casa seja funcional, o trabalho de um electricista é imprescindível. Tudo o que lhe possa parecer um preciosismo é, na verdade, importante para o seu dia-a-dia: o posicionamento das tomadas, a instalação dos sistemas de iluminação adequados a cada divisão, a escolha, a instalação e a disposição dos electrodomésticos no espaço, a instalação dos circuitos para o aquecimento da água, para o aquecimento geral e para o ar-condicionado, a instalação de alarmes, de alarmes de incêndio, de intercomunicadores e de sistemas de videovigilância, e assim por diante. Os electricistas estão envolvidos em todas estas questões que, se forem mal pensadas, acabarão por impactar negativamente a sua vida.  

 

Um electricista pode começar como aprendiz ou adquirir formação na área através de cursos técnicos, destinados a empresas e a particulares. Além do mais, pode escolher trabalhar autonomamente ou integrar uma empresa. No primeiro caso, debruçar-se-á mais sobre projectos de pequena dimensão, designadamente residenciais.

 

2. Que erros comprometem a instalação eléctrica de uma casa?

Uma instalação eléctrica é um assunto sério. Fizemos uma lista dos principais erros que põem em causa a instalação eléctrica de uma casa e, por consequência, a integridade da mesma e de quem a habita:

 

  • Não contratar um profissional habilitado para fazer a instalação eléctrica: não contratar um profissional habilitado é o primeiro e o principal erro. Contrate um electricista para que o projecto seja levado a cabo correctamente. É preferível investir logo à partida do que ter que lidar com problemas sérios no futuro.
  • Inexistência de tomadas para usos específicos: quando o quadro vai abaixo significa que o sistema foi sobrecarregado. Isto pode acontecer porque as tomadas estão sobrecarregadas com muitos aparelhos ou com aparelhos com uma potência demasiado alta. Não desvalorize este problema já que ele pode originar um incêndio ou danificar todos os cabos do circuito.
  • Cabos e fios expostos ou soltos: é perigoso ter os fios expostos e é, também, inestético. Os fios devem estar instalados dentro de electrodutos, para ficarem fora de vista e assim garantir a segurança de quem usa o espaço. Os fios expostos estão sujeitos a que lhes caia água por cima, a que as pessoas tropecem ou, pior, a que alguém apanhe um choque. Um electricista saberá traçar um plano de forma a que todos os fios fiquem convenientemente escondidos.
  • Fios e cabos incompatíveis com os disjuntores: quando a capacidade de condução de corrente dos cabos não é compatível com a corrente nominal do disjuntor, gera-se um problema sério. Por vezes, o disjuntor apresenta uma capacidade muito superior à dos condutores. Logo, os cabos não ficam devidamente protegidos contra curtos-circuitos ou sobrecargas, o que aumenta o risco de incêndios.
  • Falta de manutenção: manter para prevenir. De cinco em cinco anos, é conveniente contratar um electricista para rever toda a instalação eléctrica. É provável que se tenham que substituir peças ou modernizar alguns elementos.
  • Uso inadequado de extensões: as extensões são muito úteis já que permitem ligar vários aparelhos ao mesmo tempo e, através dos fios (que variam em tamanho), aproximá-los de nós. Os adaptadores T são, igualmente, práticos em diversas circunstâncias. Contudo, é fácil cair no erro de sobrecarregar as extensões e os adaptadores e, por conseguinte, as tomadas onde eles estão ligados. Isto resulta num aquecimento do circuito, em sobrecargas e num consumo despropositado de energia. Um electricista pode ajudá-lo a fazer essa gestão, particularmente em áreas da casa onde isto acontece amiúde, como a sala de estar (onde está ligada a televisão, com tudo o que isso implica).

 

3. Porquê contratar um electricista em Loures?

Quando se trata de intervencionar a nossa casa, é sempre preferível optar pela contratação de profissionais. Esta contratação deve ser vista como um investimento. Ir por atalhos é, quase sempre, uma má opção.

 

Contratar um electricista é uma garantia de:

 

Experiência: as noções básicas que se possam ter sobre diferentes áreas – electricidade, carpintaria, design, entre outras – não substituem a experiência e a habilidade de alguém que trabalha nas mesmas. Os electricistas têm horas de treino que possibilitam que os trabalhos por eles levados a cabo, sejam concluídos com qualidade e segurança. 

 

Segurança: não ponha em causa a sua segurança e a dos seus. Os electricistas trabalham com os equipamentos e as ferramentas adequadas para que não haja incidentes. Além do mais, estes profissionais tomarão as precauções necessárias para garantir a segurança do edifício e, claro está, de todas as pessoas que o usam.

 

Custo: acha mesmo que está a poupar se não contratar um electricista? Se o trabalho não ficar bem feito à primeira, pode-lhe sair muito mais caro no futuro!

 

Tempo: não há nada mais chato do que ter obras em casa que se arrastam, indeterminadamente. Um electricista demora anos até atingir o estatuto de electricista mestre e, mesmo quando o alcança, tem que estar em permanente actualização para manter a licença. Se decidir fazer as coisas sozinho ou contratar alguém que faz biscates arrisca-se a protelar o tempo da intervenção ou a cometer erros que o levarão a ter que começar de novo.

4. Quanto custa um electricista em Loures?

Quanto se paga a um electricista? Ora, os preços podem variar amplamente. Afinal de contas, uma instalação eléctrica, numa moradia, é uma tarefa muito mais demorada e complexa do que, por exemplo, a simples reparação de um esquentador. Não se pode, sequer, comparar. Alguns electricistas têm tabelas de preços já definidas, que incluem as tarefas para as quais são mais requisitados.

 

No caso de querer instalar um sistema eléctrico e de telecomunicações numa moradia unifamiliar, então deverá ter que pagar cerca de 450€ – 600€ pelo projecto e entre 7500€ – 10 000€ para a instalação propriamente dita. Estes valores são uma estimativa e dizem respeito a um projecto de raiz.

 

A mão de obra para pequenos serviços, à hora, ronda os 8€.

5. Onde encontrar um electricista em Loures?

 Na homify, reunimos profissionais de inúmeras categorias e de vários pontos do país. Os electricistas estão entre eles. Logo, pode começar a sua pesquisa aqui mesmo pelo nosso site. Ao aceder às páginas das empresas, encontrará todos os contactos úteis para pôr o seu projecto em marcha.

 

Para além da homify, vale sempre a pena procurar o que pretende através do Google e das redes sociais. Não se esqueça, também, de consultar as páginas amarelas (que estão, hoje em dia, disponíveis online) e de pedir indicações às pessoas que conhece e a outros profissionais da área da construção que já trabalharam em sua casa.

 

Lembramos que não precisa de limitar a sua pesquisa a Loures. Pode alargá-la para as cidades vizinhas, como Lisboa, Sintra ou Odivelas.