37 Designers de interiores em Matosinhos

Área servida

Quando é que preciso de um designer de interiores? 

No nosso país há a crença enraizada de que contratar um designer de interiores é caro, coisa de ricos que podem desperdiçar dinheiro. Um extravagância, portanto. E apesar de esta ideia ter vindo a mudar com o tempo ainda há quem considere que estes profissionais são dispensáveis e que conseguir fazer o trabalho sozinho! 

Até pode conseguir fazer tudo sozinho, mas será que o trabalho vai ficar as melhores condições? É que nem todos temos dentro de nós um designer de interiores a espreitar, já para não falar do tempo que os projetos de design de interiores consomem e que muita gente não pode dispensar! 

Então, respondendo à questão inicial, vai precisar de um designer de interiores quando tiver em mãos um projeto que tenha por objetivo aproveitar os interiores de um edifício da forma mais eficiente e bonita possível. Numa renovação, ou no desenho de uma planta de raiz, um designer de interiores vai garantir que os interiores da habitação têm o layout mais adequado e o estilo mais ao seu gosto para melhorar a sua vivência. 

Vai também beneficiar da contratação de um designer de interiores na conceção de escritórios e lojas comerciais… Estes profissionais têm a formação adequada para adaptar os espaços à função da maneira mais eficiente possível, otimizando a área disponível. Sabia que um bom ambiente de trabalho pode fazer toda a diferença na produtividade dos seus funcionários? Sabia que a forma mais adequada para um determinado espaço comercial pode ter um profundo impacto nas vendas? Um designer de interiores pode ajudá-lo bastante a atingir os seus objetivos.

Quais são as principais tarefas de um designer de interiores? 

Há ainda alguma confusão quanto às tarefas definidas para cada profissional, confundindo o designer de interiores com o arquiteto ou com o decorador, e na verdade há alguns pontos em comum entre eles: 

O arquiteto é o responsável por conceber e desenhar todos os pormenores da estrutura de uma construção, e portanto pode ser responsável por qualquer alteração a essa estrutura. Esse trabalho de criação das estruturas pode ou não incluir os interiores, embora hoje em dia os arquitetos que não têm formação em design de interiores trabalhem em parceria com um; 

O designer de interiores projeta tudo o que é referente aos interiores de uma habitação, podendo sugerir modificações de layout, ou mesmo estruturais, embora neste caso seja obrigatória a aprovação de um arquiteto. Vai estar ligado à escolha e ao desenho da forma e da função dos espaços, e envolvida na seleção dos materiais mais adequados a elas, sem descurar o lado estético. Vai também ser responsável pela parte estética, e tem formação em arte e decoração, pelo que muitas vezes faz também trabalho de decorador; 

O decorador é profissional indicado para dar um ar renovado à sua casa sem fazer alterações de fundo à forma. Ele trabalha com acessórios e mobiliário para personalizar os espaços interiores e exteriores. 

Preciso de fazer alguma coisa para o meu projeto ou posso deixar nas mãos do profissional? 

Depende muito da sua personalidade. Em teoria não será muito aconselhável deixar o projeto totalmente ao critério do profissional… Não é que ele vá fazer algum mau trabalho (embora isso também possa ser verdade), mas o certo é que o resultado final não espelhará a sua personalidade. Vai ficar com uma casa bonita, mas segundo os critérios de outrem! 

Ainda assim há pessoas com tão pouco jeito, tempo ou vontade, ou com tanta confiança no profissional escolhido, que realmente deixam todo o projeto ao critério do designer. 

O mais normal porém, é o cliente envolver-se na parte estética do projeto e aprovar as alterações funcionais propostas. Assim, para que tudo fique exatamente ao seu gosto, ainda antes de escolher com quem vai trabalhar, ou simultaneamente ao processo de pesquisa, deve estabelecer bem aquilo que pretende: – faça uma lista de tudo aquilo que lhe agrada em termos de cores, materiais e texturas. Escolha o estilo, mas guarde espaço para inovações. Escreva o que lhe agrada, mas seja muito direto sobre o que não lhe agrada mesmo… Afirmar que adora a cor azul não vai impedir o designer de usar o verde, a não ser que especifique que detesta essa cor, por exemplo. 

Que formação devo procurar num designer de interiores? 

Embora a formação para exercer esta profissão em Portugal não seja obrigatória, é sempre mais vantajoso contratar alguém cujas bases deem alguma segurança acerca das suas qualificações para o trabalho. 

Usualmente os designers de interiores têm uma licenciatura nesta área, ou noutras próximas, que depois complementam com mestrados e pós-graduações. É relativamente fácil de encontrar designer de interiores no mercado com formação em arte, desenho ou arquitetura, que depois complementam com formação específica para melhorar as suas aptidões nesta área. 

É certo que por vezes uma boa intuição aliada a anos de experiência também produzem bons resultados, mas há que referir que é mais raro, e que mesmo assim pressupõe uma atualização constante, na maior parte das vezes com ações de formação técnicas. 

No competitivo mercado atual não vai deixar de encontrar os profissionais mais adequados ao seu estilo e ao seu projeto, muito criativos e cheios de ideias para transformar a sua casa no lar perfeito! 

Há alguma vantagem em contratar um profissional de Matosinhos? 

Um designer de interiores pode operar a partir de qualquer ponto do país, mas se o seu projeto é na zona de Matosinhos, tem muitas vantagens em contar com um profissional que trabalhe nas proximidades. Porquê?  Porque o trabalho do designer, bem como de todos os outros profissionais envolvidos no projeto, pressupõe viagens até ao local, e por isso custos de deslocação, que serão incluídos no orçamento que lhe for apresentado. 

E não podemos esquecer que, para executar um projeto desta natureza, é importante envolver profissionais de outros ramos, como construtores, empreiteiros, fornecedores de móveis e, eventualmente, arquitetos ou decoradores. Um bom designer vai conseguir apresentar-lhe as soluções e os profissionais mais adequados e ao melhor preço, também da região, baixando os custos das entregas e dos próprios trabalhos. 

Por fim um determinado contexto social influencia diretamente os gostos da população nele inserida. São as chamadas “modas” regionais, geradas por contacto direto entre as pessoas, e se isso existir na sua região e estiver na sua lista de desejos um designer de interiores na zona do seu projeto saberá satisfazer essa necessidade.

Como posso encontrar o designer certo para o meu projeto em Matosinhos? 

Atualmente a maior fonte de informação é mesmo a internet, e é por isso que está a ler este texto! Aqui, na homify vai encontrar profissionais de zona de Matosinhos e não só. Vai encontrar também profissionais de cidades próximas, como o Porto ou Vila Nova de Gaia, que provavelmente não vão sair mais caros pela distância. Também pode adquirir revistas de arquitetura decoração, que normalmente são boas montras para estes profissionais. 

Outra forma bastante eficaz de procurar profissionais de design de interiores à sua medida é indagando junto de amigos e conhecidos que tiveram projetos de design de interiores e pedir contactos e referências.