Designers de interiores e decoradores - Seixal: Encontre os melhores profissionais | homify

84 Designers de interiores e decoradores em Seixal

Área servida

Seixal – uma alternativa a Lisboa com pontos a favor

À partida, o Seixal pode parecer uma cidade sem grandes pontos de referência, mas a verdade é que tem muitas vantagens e até pode proporcionar uma excelente qualidade de vida.
O custo da habitação nesta cidade é substancialmente mais baixo do que em Lisboa e a aposta na requalificação da paisagem ribeirinha deu-lhe uma graça renovada, mais atraente. Na realidade, a Baía do Seixal é hoje em dia uma zona movimentada e muito bonita, com restaurantes e bares, que torna a própria cidade muito convidativa.
Por outro lado, a proximidade com a capital levou a um desenvolvimento substancial das redes de transportes públicos, que é bastante razoável. A cidade e os arredores são servidos por barco, autocarro e comboio, facilitando os movimentos pendulares de trabalhadores de e para a capital.
Viver no Seixal pode ser muito bom, sobretudo no que respeita às zonas de residência, mas não será perfeito se a sua casa não for exactamente o que deseja e, para isso, pode vir a precisar de um designer de interiores ou de um decorador.
Se veio até esta secção da homify,certamente estará à procura de um destes profissionais no Seixal e rapidamente vai perceber que veio ao sítio certo. Mas, antes de continuar com a sua busca, conheça melhor as atribuições destes profissionais e o que pode esperar do trabalho deles.

Designers de interiores e Decoradores

Apesar de estes profissionais aparecerem juntos, porque os seus trabalhos são complementares, eles têm abrangências diferentes.

Um decorador é um profissional cujas tarefas incidem sobretudo nos aspectos estéticos das casas, embora muitas vezes também contribuam para as tornar mais práticas. Ele pode dar-lhe uma ajuda preciosa na escolha correcta de móveis e acessórios, para tornar a sua casa ou o seu negócio mais atraente, com uma estética actual, segundo os seus gostos. Pode também ajudá-lo a tornar o seu espaço mais agradável e a destacar as áreas mais importantes (ou a esconder algo de que não goste tanto).

Os decoradores têm normalmente um sentido estético apurado, capaz de imaginar as melhores combinações de peças e as disposições mais elegantes, para os vários elementos num espaço. Podem fazer a planificação, comprar os itens necessários (ou assisti-lo na compra) e cuidar de tudo para obter o estilo desejado.

Os designers de interiores têm funções mais abrangentes. Normalmente, são profissionais com uma formação superior na área do design, com competências vastas no desenho e planificação das áreas interiores de edifícios. Podem fazer projectos de iluminação e estão, muitas vezes, envolvidos nas escolhas estéticas e funcionais dos espaços, bem como na sua distribuição espacial. Eles ajudam as escolher os azulejos, os pavimentos, os acessórios de iluminação e são muitas vezes responsáveis por coordenar as equipas que os instalam, para que tudo flua harmoniosamente e se consiga obter o espaço mais acolhedor possível, sempre seguindo o gosto do cliente. Os designers de interiores podem alterar as partes de uma casa que não interfiram com a sua estrutura, podendo sugerir o derrube de paredes interiores que não sejam paredes-mestras.
Por vezes, o arquitecto desempenha também estas funções, sobretudo quando tem formação adequada na área do design e da decoração, sendo, neste caso, designado por arquitecto de interiores. O mais normal é os gabinetes profissionais oferecerem serviços nas duas áreas, de forma a fornecerem uma resposta mais completa, sobretudo quando se tratam de reformas extensas. E um designer que trabalhe por conta própria pode sempre solicitar a ajuda de um arquitecto, se for necessário.

O que devo fazer antes de solicitar uma proposta a um designer de interiores ou de um decorador?

Depois do trabalho de pesquisa, antes de contactar directamente com os profissionais, é importante definir bem as suas expectativas e gostos. Faça uma lista ou uma descrição detalhada do tipo de projecto que pretende, estabelecendo alguns objectivos espaciais (por exemplo: derrubar uma parede divisória entre a cozinha e a sala de estar ou conseguir mais arrumação na casa de banho), indicando as preferências de materiais e cores e enquadrando o projecto num estilo (diga, por exemplo, se gosta de rústico, moderno ou ecléctico). Se possível, junte à lista imagens que ilustrem o que pretende. Na homify, pode fazer um livro de ideias, com imagens de vários estilos e de várias proveniências, que espelhem as suas preferências. Nós não fazemos projectos nem vendemos nada, mas temos inspiração quase infinita e artigos diários com as melhores ideias para si.
O profissional em design de interiores ou o decorador vai depois pegar nas suas indicações e elaborar um projecto, usando softwares apropriados, que muitas vezes produzem imagens tridimensionais, para tentar ir ao encontro dos seus desejos e gostos. Poderá apresentar-lhe alternativas e ideias para complementar as suas, bem como sugestões para alcançar determinado objectivo.

O que devo pedir para ser incluído no orçamento?

Quando solicitamos um serviço, a última coisa que desejamos é que surjam derrapagens orçamentais, embora elas possam acontecer, sobretudo em projectos de recuperação de casas antigas ou degradadas. Assim, quando pedir um orçamento, para o seu projecto, ao designer de interiores ou ao decorador, certifique-se de que tudo fica bem balizado. Após estabelecer o tecto máximo do valor que pretende para o seu projecto, tem duas opções: ou o comunica directamente ao profissional, ou espera que seja este a dar-lhe o orçamento, para depois verificar se está dentro do pretendido. Em qualquer dos casos, é importante solicitar um caderno de encargos, onde fique estabelecido a qualidade pretendida para os materiais, os responsáveis pelas várias facetas do projecto (faceta eléctrica, construtiva, de canalizações, etc.) e sobretudo o prazo a cumprir, entre outras exigências que considere importantes. Estabelecer um prazo é fundamental para definir objectivos… Se precisar de mudar temporariamente de casa, vai de certeza ser importante saber por quanto tempo será!

Qual a vantagem de contratar na região do Seixal?

Contratar um profissional da sua região, vai trazer-lhe muitas vantagens devido aos custos de deslocações. Mas, se pretende um projecto de design de interiores ou de decoração na zona do Seixal, tem outros benefícios. O trabalho destes profissionais consiste em apresentar-lhe propostas de materiais e elementos para conseguir o estilo e o visual que mais lhe agrada, bem como indicar ou contratar os profissionais mais indicados para proceder ao início do projecto. Ao trabalhar na região do Seixal, o designer de interiores terá conhecimentos sobre os melhores fornecedores e os melhores profissionais para a obra.

Quanto custa o trabalho de um designer de interiores no Seixal?

O preço do trabalho dos designers de interiores é idêntico um pouco por todo o país. Um serviço de um designer de interiores custa cerca de 600€, dentro de um intervalo entre os 250€ e os 1000€. 

E quanto custa o trabalho de um decorador?

O trabalho de um decorador custa aproximadamente 500€, variando entre os 250€ e os 2500€. Os orçamentos podem contemplar todo o trabalho, incluindo compras, obras e execução ou apenas o trabalho dos profissionais. Podem, também, ser apresentados ao metro quadrado ou incidir sobre todo o projecto (tanto para decoradores como para designers de interiores).