Designers de interiores e decoradores - Lisboa: Encontre os profissionais ideais | homify

104 Designers de interiores e decoradores em Lisboa

Lisboa – o renascer das cinzas

Lisboa é a capital que se situa à beira mar e que apresenta uma história rica e profunda, não só para o nosso país, mas também para todo o mundo. Um dos momentos mais marcantes da nossa história é, sem dúvida, o 1º de novembro de 1755, em que um sismo destruiu praticamente toda a cidade de Lisboa, nomeadamente a zona da Baixa. O sismo foi seguido de um maremoto e de múltiplos incêndios. Foi um desastre em todos os sentidos, já que é considerado um dos sismos mais mortíferos da história. 

Este terrível acontecimento teve um enorme impacto político e socioeconómico na sociedade portuguesa do século XVIII. Assim, assiste-se nesse mesmo ano a uma era de profunda transformação social: a Revolução Industrial, o Iluminismo e o Capitalismo. Foi necessário reconstruir tudo e adotar novos estilos de arquitetura para decorar a capital portuguesa. Destaca-se o estilo Pombalino ou a arquitetura Chã – que tem por base a geometria e a proporção clássica.

Com tantas influências culturais e históricas, o que não falta aos lisboetas são inspirações originais para a decoração e o design de interiores dos seus espaços. Mas para alcançar essa originalidade é necessário contratar bons profissionais. Por isso, a homify partilha consigo a informação necessária para avançar com esse projeto.

Em que consiste um projeto de decoração e de design de interiores?

Um projeto de decoração ou de design de interiores é composto por vários documentos, que englobam vários fatores, como a ergonomia, o conforto, a luminotécnica, a estética, a organização e a funcionalidade. Todos estes critérios procuram responder às necessidades dos clientes, tendo em conta a abordagem realizada pelo profissional (brainstorming de ideias, de desejos, de exigências, etc.). 

O projeto também inclui uma planta, geralmente numa perspetiva 3D, sendo que esta simulação permite ter uma ideia muito clara de como será o futuro ambiente. Neste projeto gráfico são estudados vários elementos, que farão parte do ambiente, nomeadamente os pontos de luz, a cor dos tecidos, a posição e tamanho dos móveis, os objetos decorativos, entre outros pormenores.

Depois de todos os detalhes estarem definidos, o profissional pode pôr tudo em prática. Nessa etapa, o profissional estuda o orçamento, as cores, os tipos de materiais e a mão-de-obra necessária. Deverá contemplar, ainda, as várias etapas da obra, que ajudarão a controlar os custos e a evitar desperdícios.

Qual é o papel do decorador e do designer de interiores num projeto?

Para realizar um bom projeto de decoração ou de design de interiores deve-se recorrer ao trabalho de um profissional especializado na área. 

O decorador ou o designer de interiores é a pessoa indicada para orientar todo o trabalho que irá ser realizado. O especialista responsabilizar-se-á pelo acompanhamento e gestão de toda a obra, em termos financeiros, mão-de-obra, prazos, entre outros. Além disso, o papel do decorador ou do designer de interiores também é importante para propor um projeto mais adequado ao tipo de espaço e ao seu estilo de vida. Graças à sua experiência e conhecimento, o profissional criará um ambiente harmonioso, confortável e esteticamente agradável.  

Que diferenças existem entre o designer de interiores e o decorador?

As dúvidas e as confusões tendem a persistir, pois, geralmente achamos que a profissão de designer de interiores e de decorador são iguais, tal como acontece com o arquiteto paisagista e jardineiro. Em ambos os casos, as atividades complementam-se. No entanto, divergem na sua essência. 

Tal como o nome sugere, o decorador atua especificamente na decoração dos espaços interiores ou exteriores. É o profissional recomendado para dar o acabamento estético à sua casa nova ou um ar renovado à sua casa antiga. O decorador não recorre a alterações profundas. Usa peças de mobiliário e acessórios para personalizar os ambientes, de modo a criar espaços mais confortáveis e atrativos.

O designer de interiores apresenta uma formação específica para exercer a profissão, na área de design ou na área de artes. Desta forma, responsabiliza-se pela organização e decoração de ambientes interiores e exteriores, mas também por criar todo o projeto de iluminação e adaptar as características de insonorização dos vários espaços, mediante a sua utilização. Preocupa-se, ainda, com o layout dos interiores e com os acabamentos e opções estéticas.

A sua escolha deverá ser realizada com base nas habilidades de cada profissional, mas também na envolvência do seu projeto. Pretende apenas mudar alguns elementos decorativos? Quer uma opinião profissional sobre as melhores cores e combinações possíveis? Então contrate um decorador. Se, por outro lado, procurar um projeto de iluminação, pinturas, divisão de espaços, etc., opte por um designer de interiores. Este especialista dispõe de uma equipa de técnicos  especializados (pintor, eletricista, canalizador, colocador de pisos… ) para executar todas estas tarefas, tal como planeado.

Quanto custa um designer de interiores e um decorador em Lisboa?

O trabalho de um decorador ou de um designer de interiores é muito específico, uma vez que dependerá da envergadura da obra, das horas necessárias, dos materiais essenciais, do tipo de mão-de-obra qualificada, do custo da deslocação, entre outros critérios. Além disso, a fama e o prestígio do profissional poderão aumentar a cotação final. Como sabe, a exclusividade e qualidade tem um preço. Para além do mais, qualquer prestação de serviço tem um custo associado.

No entanto, veja a contratação destes profissionais como um investimento, porque além de evitar dores de cabeça, poupa também dinheiro e tempo. Além de que, o resultado final ficará muito melhor, tal como aquelas bonitas imagens que vemos nas revistas de decoração ou na página da homify!

Como contratar um designer de interiores ou decorador em Lisboa?

O primeiro passo para contratar um designer de interiores ou decorador é o de definir o tipo de projeto que se pretende. É importante termos as informações necessárias para contratar um profissional, como o estilo decorativo que gostamos (moderno, industrial, clássico, eclético, campestre), o tipo de utilização do espaço, as rotinas, as necessidades, as cores que preferimos (cores neutras, tons pastel… .), etc. Enfim, quantos mais detalhes tiver em mente, mais fácil será de determinar o tipo de profissional que pretende contratar. Cada designer de interiores ou decorador, traz consigo as suas próprias influências e os projetos executados, conforme o próprio estilo. Pode analisar os trabalhos dos profissionais através dos seus portfólios (repertório visual dos projetos ou trabalhos realizados). 

Lembre-se que, para encontrar o seu decorador ou designer de interiores, pode contar com a plataforma da homify. Temos ao seu dispor vários portfólios profissionais na área do design de interiores e da decoração, não só em Lisboa, como também em qualquer outra parte do país. Sem dúvida, que é uma forma fácil e rápida para obter todas as informações necessárias, para concretizar a sua obra. Tire partido da homify e inicie o seu tão desejado projeto!

Pesquisar imagens relacionadas