Designers de cozinhas - Vila Nova De Famalicao: Encontre os profissionais ideais | homify

3 Designers de cozinhas em Vila Nova de Famalicão


Vila Nova de Famalicão – história e desenvolvimento

O Foral de D. Sancho I, datado de 1 de julho de 1205, permite enquadrar Vila Nova de Famalicão na história de Portugal. Alguns historiadores apontam a Terra de Vermoim, hoje denominada Vila Nova de Famalicão, como sede administrativa e judicial.

Mas não é só da sua história que vive uma cidade, é preciso reescrever, constantemente, novas linhas para o desenvolvimento e promoção da cidade. Assim, Vila Nova de Famalicão procura dinamizar ao máximo o Município. As festas e romarias, os seus restaurantes, o seu património cultural e industrial, as diversas associações desportistas, a Casa das Artes ou, ainda, o seu turismo rural e religioso, fazem parte da vasta lista de atividades que impulsionam a bonita terra de Camilo Castelo Branco. 

Por outro lado, a sua posição privilegiada, entre o Porto e a Galiza (Espanha), fazem de Vila Nova de Famalicão um lugar de eleição para morar. Uma comunidade que continua a vincar uma personalidade própria e bem definida, e onde encontramos profissionais de qualidade, nomeadamente designers de cozinhas. 

Descrição do trabalho de um designer de cozinhas

Não precisamos de ser um chefe Michelin, para demonstrar algum interesse e empatia com a cozinha. A verdade é que, quer gostemos ou não, é uma divisão basilar dentro de uma casa. Usamo-la todos os dias e, por vezes, várias vezes ao dia. Neste sentido, é do interesse de todos nós termos uma cozinha apelativa e acolhedora, onde nos sintamos bem. 

Se não nos identificarmos com a cozinha, será muito difícil ter aquela vontade para cozinhar e confecionar pratos diferentes, saudáveis e saborosos. No fundo, uma cozinha bonita e luminosa serve de estímulo, consciente e inconscientemente. É, também, importante procurarmos ter uma cozinha prática e funcional, seja em termos de arrumação ou para as atividades básicas do dia-a-dia. 

Todos estes fatores são mais do que justificativos para procurar um expert, nomeadamente um designer de cozinha, que saiba tirar proveito ao máximo de cada canto e recanto do espaço.

O designer de cozinha será os nossos olhos, mas também os nossos braços e mente. Saberá detetar e encontrar as soluções que procura, mas que não sabe exatamente explicar. Irá responder corretamente a todas as necessidades, em busca do espaço perfeito e idealizado por si!

Deseja ter uma ilha de cozinha ou uma barra? Quer abrir a cozinha à sala, num bonito open space, ganhando metros quadrados, luz e partilha entre todos os utilizadores? Já não se identifica com o estilo clássico da sua cozinha, e deseja um modelo mais moderno, branco e brilhante? Quer uma iluminação mais nítida e com diferentes tipos de luz? Quer trocar o revestimento das paredes e do chão, por um bonito ladrilho hidráulico – super tendência? Ou será que quer mudar toda a configuração do espaço, para tornar a cozinha mais funcional? Todas estas questões e outras serão respondidas por um designer de cozinha sendo que, mais do que ninguém, conseguirá dar uma resposta adequada à situação, já que é especializado e formado na área. 

Por que deve contratar um designer de cozinhas?

As vantagens que nos levam a contratar um profissional especializado em determinada área são sempre inúmeras, sendo que acabam todas por se relacionar. Porém, se tiver dúvidas na contratação de um designer de cozinha para o seu projeto, verifique as seguintes mais-valias: 

  • Entregar uma obra a um profissional é como um passar a pasta, o que nos alivia bastante, já que se pode aproveitar esse tempo para outras tarefas, como estar mais tempo com a família;
  • O designer de cozinha irá tirar o máximo partido do espaço, o que é ideal para cozinhas pequenas, que acabam por ser, sempre, uma grande dor de cabeça;
  • O profissional encontrará as melhores soluções para a arrumação, tornando a cozinha o mais funcional possível. Prateleiras, gavetas com divisórias, móveis que maximizam o espaço, entre outros pormenores que fazem a diferença no resultado final;
  • Gestão do orçamento. Pensamos, muitas vezes, que contratar um profissional fica mais caro, mas na verdade, pode não ficar. Quantas vezes já nos aconteceu comprar o tamanho da prateleira errada ou parafusos demasiado grandes, entre outras situações… Estes gastos são controlados pelo designer de cozinha, que sabe escolher, a dedo, todo o material necessário;
  • A análise de um plano e planta em 3D permite ter uma ideia clara de como irá ficar a cozinha, sendo mais fácil alterar alguns detalhes antes de começar a obra;
  • O profissional tem uma maior perspetiva do terreno, conhece inúmeros modelos de cozinha, materiais e revestimentos, por isso, será mais fácil e prático dar-lhe uma resposta ao seu gosto, mas também à sua carteira;
  • Garantia e seguro! Um detalhe primordial numa obra tão pesada, como a da cozinha. Se acontecerem acidentes de trabalho ou se a cozinha apresentar um defeito ou um problema, terá todas as garantias, porque assinou um contrato de trabalho legal.

Onde pode encontrar um designer de cozinhas em Vila Nova de Famalicão?

Pode começar por perguntar à sua volta – amigos, familiares, vizinhos, colegas de trabalho – e também investigar as suas redes sociais. Pode até fazer um anúncio para obter uma recomendação! 

Continue a sua pesquisa pela plataforma da homify, já que, aqui, tem acesso a uma vasta lista de contactos de designers de cozinhas, em Vila Nova de Famalicão e não só. 

Por fim, procure em revistas de arquitetura e de decoração, que são sempre tão inspiradoras e com vários contactos de profissionais. 

Quanto custará um designer de cozinhas em Vila Nova de Famalicão?

A cozinha é provavelmente uma das divisões mais caras da nossa casa, mas tendo em conta que é aquela que nos dá um maior retorno, não se pode ver isso como um mau investimento, a curto ou a longo prazo. 

Recomendamos que peça um orçamento a pelo menos três designers de cozinha, de modo a comparar preços e outros critérios decisivos, antes de tomar uma decisão. Marque uma reunião e forneça o máximo de informação possível (desejos, estilo, materiais, modelo de cozinha, alterações desejadas… ), com fotografias e plantas, para que tenha um orçamento muito próximo da realidade. Só assim é que terá um valor certo, correspondente ao trabalho de um designer, bem como de toda a obra a realizar. Não custa saber, nem tentar!

Pesquisar imagens relacionadas