Designers de cozinhas - Santa Maria Da Feira: Encontre os melhores profissionais | homify

4 Designers de cozinhas em Santa Maria da Feira

Área servida

Designers de cozinhas – Santa Maria da Feira

Embora faça parte da Área Metropolitana do Porto, a cidade de Santa Maria da Feira pertence ao distrito de Aveiro e destaca-se pelo seu extenso foco cultural e económico. Conhecida por milhões de pessoas pela feira medieval anual que se realiza aos pés do castelo, a cidade aveirense destaca-se pela importância que dá à sua História e como faz dela base sólida para o crescimento actual.

A presença, há mais de 20 anos, do Europarque eleva a cidade a um patamar de excelência no acolhimento e organização de eventos multidisciplinares, que trazem ao concelho novos investimentos nas mais diversas áreas de negócios. Santa Maria da Feira torna-se, assim, num ponto de referência empresarial, negocial e industrial.

A indústria do sector das madeiras, do couro e da cortiça tem um peso vital no desenvolvimento da região e traz à cidade uma facturação superior a um milhão de euros.

 

1. O que é um designer de cozinhas?

A cozinha é, hoje em dia, um dos espaços nucleares da casa. No passado, era vista apenas como o ambiente onde se preparavam as refeições, mas esta percepção mudou e a cozinha transformou-se numa divisão de referência onde, para além de se cozinhar, também se partilham momentos agradáveis em família e com os amigos. Não é, aliás, por acaso, que, nas casas modernas, a cozinha surge integrada na sala numa lógica de plano aberto (open space).

Neste sentido, a cozinha, tal como qualquer outro espaço onde passamos uma boa parte do nosso tempo, deve ser funcional e confortável. E é precisamente aqui que entra o designer de cozinhas.

Este profissional é, por norma, formado em Design e, utilizando os seus conhecimentos nas áreas do design de interiores, da arquitectura e da construção, foca-se, principalmente, no espaço da cozinha, seja na sua construção, remodelação ou, simplesmente, na reparação de um qualquer problema.

O designer está apto a ajudá-lo a projectar a cozinha, a torná-la funcional e confortável e a tomar as melhores decisões no que concerne à organização e à escolha dos materiais, dos eletrodomésticos, dos móveis, dos sistemas de iluminação e até das cores. Em linhas gerais, este é o profissional que, passo a passo, vai ajudá-lo a dar forma à cozinha dos seus sonhos.

 

2. Que vantagens me pode trazer um designer de cozinhas?

Em que aspectos concretos pode este profissional ser-lhe útil? Destacaríamos os seguintes: 

Ajuda no desenho do espaço: os conhecimentos de design de interiores e de arquitectura são cruciais para planear a cozinha. O designer de cozinhas será capaz de projectar – tendo sempre em conta o seu feedback – um espaço eficaz, funcional e confortável e explicar-lhe, através de maquetes e de imagens geradas por computador, passo a passo, o local adequado para cada um dos elementos, os pormenores da instalação e a razão de determinadas escolhas.

Definição de estratégias ajustadas às pretensões e orçamento: tendo em conta a especificidade do espaço, assim como a necessidade de este ser funcional, será imprescindível tomar decisões e fazer escolhas estratégicas, ao longo do processo. Os conhecimentos e a experiência de um designer de cozinhas serão basilares para o ajudar a seguir uma estratégia que se ajuste ao resultado que pretende. A escolha de cada elemento – materiais, móveis, tecnologia, acessórios, electrodomésticos, entre outras – será decisiva no que toca à funcionalidade da cozinha e ao planeamento orçamental.

Acompanhamento de todos os passos do projecto: se partir para um projecto desta envergadura sozinho – ou com a ajuda de profissionais não especializados – confrontar-se-á com diversos problemas para os quais terá dificuldade em descobrir uma solução. A vantagem de trabalhar com um designer de cozinhas é saber que conta com um acompanhamento altamente especializado e profissional em cada etapa, o que evitará que se cometam erros graves que, mais tarde, lhe vão sair do bolso. 

 

3. O que devo saber sobre o trabalho do designer antes de o contratar?

O projecto de construção ou de remodelação de uma cozinha é moroso e acarreta custos elevados. Por esse motivo, é essencial saber exactamente aquilo que vai acontecer, as pessoas que vão estar envolvidas e os custos inerentes associados. Antes de contratar um designer de cozinhas, informe-se sobre os métodos de trabalho, a equipa e a relação preço/tempo que pratica.

Envolvimento de outros profissionais: um projecto desta envergadura e natureza envolve, normalmente, uma panóplia de profissionais especializados em diferentes áreas. É importante saber quem são os profissionais que vão trabalhar na sua casa, se têm seguro e como vão ser pagos, sendo primordial garantir, desde o início, que o designer de cozinhas é o responsável máximo pela comunicação e coordenação da equipa.

Projecto idealizado: antes de avançar para a contratação de um designer é fundamental ter em mente aquilo que deseja: o tipo de cozinha, os equipamentos de que mais gosta e até as cores que são mais o seu estilo. Tudo isto deve ser discutido com o designer, de modo a perceber se a forma como este trabalha se enquadra naquilo que idealiza para si. Assim, não existirão surpresas no final do projecto e o profissional terá nas mãos toda a informação necessária para projectar a cozinha.

Tempo de trabalho: um projecto de remodelação ou de construção de uma cozinha, por tudo o que implica, pode ser demorado. Há muitos profissionais envolvidos pelo que é necessário perceber se o responsável tem todos os passos devidamente agendados, de forma a poder dar-lhe uma data razoável para a conclusão da obra.

Orçamento: para avançar com o projecto é elementar conhecer os preços praticados pelo profissional responsável e perceber se estes se encaixam no orçamento disponível. Os valores devem ser discutidos entre o cliente e o designer para que possam ser ajustados e o orçamento optimizado. O designer, apoiado na experiência e conhecimento que possui, será fulcral para o ajudar a definir prioridades.

 

4. O que procurar num designer de cozinhas?

Capacidade artística e criativa: através de uma conversa e análise do portefólio, avalie a capacidade do profissional para contornar, de forma criativa e diligente, os problemas que possam surgir durante o projecto.

Conhecimentos técnicos e de produto: é indispensável o designer ter conhecimentos que abranjam as áreas da arquitectura, da construção e do design. Este profissional deve estar a par dos materiais, dos equipamentos e dos produtos disponíveis no mercado. Estar actualizado e a par das tendências é crucial para um bom resultado final.

Experiência: a experiência traz sabedoria. Um designer de cozinhas que já tenha intervencionado espaços com características distintas, tem outro arcaboiço. Fale com antigos clientes de forma a obter feedback sobre os orçamentos, o cumprimento de prazos, a qualidade e a criatividade do designer.

Comunicação com cliente e profissionais: uma boa relação comunicacional entre o cliente e o profissional será sempre capital para o bom  desempenho do último. Garanta que tem facilidade em comunicar as suas ideias e desejos ao designer que pretende contratar e, não menos importante, que este tem facilidade em perceber e aceitar aquilo que pretende para a sua cozinha de sonho.

 

5. Como encontrar um designer de cozinhas em Santa Maria da Feira? Porquê contratar localmente?

Para encontrar um designer de cozinhas em Santa Maria da Feira, pode usar vários meios. A homify está entre eles. Na nossa plataforma, temos registados projectos de designers de cozinhas, de várias localidades. Aceda aos trabalhos por eles levados a cabo e aos contactos telefónicos e moradas.

Para além da homify, pode pedir referências em lojas de construção e de bricolage e em lojas que comercializem móveis e acessórios para cozinhas. Aliás, alguns destes espaços comerciais têm a sua própria equipa de designers ou contratam, pontualmente, designers para levar a cabo os projectos. Nos showrooms e feiras também pode pedir sugestões.

A Internet é, como sabe, uma das principais fontes de informação. Encontrar um designer de cozinhas pode ser tão simples quanto usar o Google. Porém, não subestime as revistas da área e um velho meio que resulta quase sempre: o passa a palavra! Fale com amigos e familiares que já tenham recorrido a este serviço. É provável que tenham boas dicas para lhe dar.

Sempre que possível, contrate localmente. Além de ajudar a promover o que de melhor se faz na região, também tem a vantagem de poupar em custos de deslocação – seus e do profissional – e de trabalhar com alguém que já conhece a realidade socioeconómica do concelho e, por esse motivo, sabe onde encontrar os melhores fornecedores e os preços mais competitivos.

Pesquisar imagens relacionadas