2 Designers de cozinhas em Guimarães

Área servida

Guimarães – O berço de Portugal

Guimarães, cidade essa, que viu Portugal nascer! Situada no Distrito de Braga, com cerca de 158 124 habitantes, é umas das cidades históricas mais importantes do país. O seu centro histórico, considerado Património Cultural da Humanidade, faz desta cidade, um dos maiores centros turísticos da região. Os seus monumentos e ruas pitorescas, não deixam ninguém indiferente! 

A capacidade de Guimarães para conservar a história e o património, e conciliá-los com o empreendedorismo e a energia vibrante, que caracteriza as cidade modernas, valeu-lhe uma nomeação para Capital Europeia da Cultura, em 2012. Facto este, que levou o New York Times, a eleger Guimarães como um dos 41 locais a visitar em 2011 e, a considerá-la, como um ponto cultural emergente, da Península Ibérica. Nos dias que correm, a veia cultural da cidade de Guimarães é, fortemente, vincada. Conta com uma grande oferta de museus, monumentos, galerias de artes, associações culturais e festividades que alegram Vimaranenses e visitantes curiosos. 

A verdade é que conhecemos Guimarães como Cidade berço, mas nem sempre sabemos porquê. Este nome foi-lhe atribuído, por ter sido onde se estabeleceu o centro administrativo do Condado Portucalense, por D. Henrique e seu filho D. Afonso Henriques. De igual importância para a formação da nacionalidade portuguesa, foi a Batalha de São Mamede, travada na periferia da cidade, a 24 de junho de 1128. Batalha vencida por Afonso Henriques, face ao Conde galego Fernão Peres de Trava, que se tentava apoderar do governo do Condado Portucalense. Ou não fosse tão comum ouvirmos: Aqui nasceu Portugal!

Guimarães foi considerada pelo jornal Expresso, em 2008, como a 2ª cidade com melhores condições para se viver. Em 2018, os valores das habitações no segundo trimestre do ano, rondavam os 735€ /m2. Bastante aliciante, se compararmos com os preços praticados, por exemplo, no Porto: 1460€ /m2. 

No que toca ao ensino superior, existem duas instituições na cidade, a Universidade do Minho e a Escola Superior Artística do Porto. Seja para estudar, trabalhar ou aproveitar a reforma, Guimarães é uma das cidades do Norte mais apetecíveis, para procurar casa! Ou se já tiver uma casa em Guimarães, e estiver à procura de lhe renovar o look, comece pelo mais complicado: A cozinha!

Designers de cozinhas – Quem são e porque preciso deles?

Bem, se chegou até aqui, é porque está, pelo menos, a considerar fazer alguma alteração na sua cozinha. E, para tal, necessitará de um profissional competente da área. Ora, o profissional mais indicado neste caso, é o Designer de cozinhas. Trata-se, geralmente, de um Designer de Interiores, especializado em cozinhas. Mas não se deixe enganar! Certifique-se que este profissional tem, não apenas experiência, mas também competências académicas para exercer este trabalho. 

Como já dissemos, a cozinha é a divisão mais complicada da casa. Isto porque envolve muitos aspectos técnicos que, para quem não é da área, podem traduzir-se numa valente dor de cabeça. Pois então, fique sabendo, de que forma é que este profissional o pode ajudar:

  • Experiência e conhecimento – Um Designer de cozinhas, além de ter formação na área (ou seja, conhecimento), tem experiência na concepção de cozinhas. É verdade que costumamos ouvir: Só aprendes com os teus próprios erros! Mas se puder evitar, aprender e aproveitar a experiência de alguém, tanto melhor! Um passo em falso na remodelação de uma cozinha, pode ser catastrófico. Isto porque este trabalho implica a intervenção de canalizadores, eletricistas, técnicos de gás, etc!
  • Desenhos 3D - Consegue imaginar a sua cozinha, totalmente remodelada, mesmo antes de qualquer intervenção? Nem todos temos a capacidade de visualizar o produto final, a partir de amostras de pedra e fotografias de lavatórios. Recorrer a projectos 3D, é uma excelente ferramenta para o ajudar a ver como ficará o seu espaço.
  • Contactos - Este profissional, já terá, além de uma carteira de fornecedores, contactos na Câmara Municipal. Ambos irão facilitar e agilizar todo o processo da renovação.
  • Optimização de custos - Os contactos com fornecedores, ajudarão a ter acesso a melhores preços. A experiência necessária, por parte do profissional, para perceber quais os melhores materiais a usar, aqueles em que vale mesmo a pena investir, também ajudarão a gerir melhor os custos., 
  • Gosto - Não descuidando o seu gosto, um Designer de cozinhas, já terá um olho treinado para este tipo de espaços. Será o seu melhor amigo e, ajudá-lo-á, na escolha e combinação de materiais, bem como em todo o processo!
  • Tempo – Ao ter um profissional a gerir a obra, haverá uma optimização do tempo, bastante diferente do que se contratar a mão-de-obra, separadamente.

À procura do Designer de cozinhas ideal em Guimarães

A melhor forma de encontrar um Designer de cozinhas é fazendo uma pesquisa. Em primeiro lugar, poderá fazê-lo da forma tradicional, pedindo referências diretamente aos seus conhecidos. Pergunte aos seus amigos, colegas de trabalho ou familiares se têm contactos nesta área. E, a partir daí, faça telefonemas! 

O outro método que lhe sugerimos, é começar pela internet. Experimente pesquisar por Designers de cozinha Guimarães em motores de pesquisa, como o Google. Continue analisando cada profissional que surgiu. Tem portfólio? Gosta do estilo? Faça uma lista do que gostou, e entre em contacto com o responsável pelo projecto! Também poderá fazê-lo aqui, na homify. Crie a tal lista, ou como lhe chamamos por aqui, um livro de ideias. A partir de cada imagem, poderá conhecer o profissional responsável e enviar-lhe uma mensagem. Procure também em regiões perto de Guimarães, por exemplo Designers de cozinhas em Vila Nova de Famalicão!

O que levar para uma primeira reunião com um Designer de cozinhas

Já realizou a sua pesquisa e está pronto para marcar reuniões com os profissionais que escolheu? Ótimo, excelente trabalho! Fique, agora, a saber o que deve levar para a sua primeira reunião, com um Designer de cozinhas:

  • Informação sobre o espaço - É algo fundamental a levar para o primeiro encontro com o profissional. Certifique-se que leva a planta, com medidas da cozinha e fotografias do espaço.
  • Inspirações - Leve algumas fotografias de cozinhas que gostou, durante a sua pesquisa! 
  • As suas necessidades – Sente falta de espaço para arrumação, na sua cozinha atual? Necessita de mais espaço de bancada? Gostaria de ter um lavatório maior? Transmita as necessidades, com que se confronta diariamente, ao Designer de cozinhas!
  • Os seus gostos – Informe o profissional do que gosta, e do que não gosta. Não corra o risco de lhe proporem a utilização de azulejos, (que disse adorar) amarelos (que esqueceu de mencionar que detesta)!

Orçamentos e custos em Guimarães

Se está a considerar renovar a cozinha, deve estar a questionar-se: Quanto me vai custar fazê-lo? Uma vez que é a divisão mais complicada, é também a mais cara. Contudo, sugerimos que encare a obra como um investimento e não como um gasto. Não só como valorização do seu imóvel, mas também como motivação para cozinhar mais e de forma mais saudável!

Passemos então aos números. Mas atenção, este valores são meramente referenciais. São bastante voláteis, de acordo com o estado da cozinha, tamanho, localização, requisitos do cliente e Designer escolhido. Ora, a remodelação de uma cozinha pode custar à volta dos 4 500€. Mas será possível realizar uma renovação parcial, que lhe sairá mais barata, ou uma renovação com melhores materiais que pode chegar aos 10 000€.

O melhor que tem a fazer, é mesmo recorrer à ajuda de um profissional. Peça orçamentos! Até lá, inspire-se com esta cozinha moderna, com detalhes rústicos. Manter elementos tradicionais e conjugá-los com novos materiais, é uma solução  para economizar custos, sem perder o fator UAU!