3 Designers de cozinhas em Amadora

Área servida

Cozinhas de sonho na Amadora

A Amadora é um município pertencente à zona metropolitana da grande Lisboa. Sendo um dos mais pequenos do nosso país, é fácil perceber porque é que, com os seus quase 200 000 habitantes, é o concelho mais densamente povoado. 

Pela sua proximidade à capital, a Amadora serve de habitação a milhares de pessoas, mas não é só isto que caracteriza esta cidade: esta é também sede de inúmeras empresas nacionais e internacionais, como a Siemens, a Nokia ou a Leya e ainda de entidades como o Estado-Maior da Força Aérea ou o Laboratório Nacional de Engenharia Geológica. É ainda um município com uma forte componente industrial e que apostou bastante no comércio, dispondo de espaços de bairro até à multinacional sueca mais conhecida em todo o mundo.

A Amadora desenvolveu-se muitos nos últimos anos, fruto de um aumento exponencial das pessoas que foram sendo atraídas para a zona de Lisboa. Ainda que os salários sejam, em média, mais altos do que no resto do território nacional, muita gente opta por se fixar na Amadora por esta oferecer rendas significativamente mais baixas comparativamente às freguesias alfacinhas. Assim sendo, e fazendo fronteira com Benfica, torna-se óbvio o crescimento populacional deste município.

Se vive na Amadora e procura um designer de cozinhas para dar um toque especial e personalizado na sua, saiba mais aqui sobre este profissional!

 

O que é um designer de cozinhas?

Um designer de cozinhas é um profissional completamente especializado nesta divisão da sua casa. Enquanto que o designer de interiores abrange uma área muito maior, o designer de cozinhas especificou os seus estudos e baseia os seus projectos unicamente na cozinha, conseguindo dar uma resposta mais acertada quando se pretende criar uma nova cozinha ou remodelar uma pré-existente. Este é o profissional que vai querer ter por perto se a sua ideia é ter um espaço funcional e harmonioso, como se fosse capa de uma revista de design ou de decoração.

Quais são as suas principais competências?

Ao contrário do que muitas pessoas pensam, um designer preocupa-se muito mais com a funcionalidade e utilidade de espaços e objectos do que propriamente com o seu aspecto e com a sua estética. Para um designer, o mais importante é que o seu produto final seja prático e faça sentido para um dia-a-dia mais fácil e simples. Claro que a parte estética também tem o seu peso, mas não vale a pena ter um design estrondoso se depois não funciona na prática. Portanto, no caso do designer de cozinhas, o seu principal objectivo é tornar o espaço mais acolhedor e mais funcional. Para isso, tem em conta a arrumação, o espaço útil de trabalho e o lugar de cada elemento, mas também considera aspectos como as cores, as texturas e a luminosidade (natural e artificial) de cada cozinha. Deste profissional, podemos esperar:

  • capacidade para o desenvolvimento do projecto;
  • entrega de orçamentos realísticos;
  • criatividade;
  • sentido de estética;
  • atenção aos pormenores;
  • controlo de prazos.

 

Porque é que devo incluir no orçamento do meu projecto um designer de cozinhas?

Para projectos perfeitos, é necessário que o investimento seja um bocadinho maior. Se a sua ideia é ter uma cozinha como as que vê na televisão, ou está muito à vontade nesta área ou irá necessitar de ajuda de um profissional – e eles existem para isso mesmo. Além disso, não tem que encarar a contratação de um designer (neste caso, de cozinhas) como um custo supérfluo: olhe para este profissional como um investimento no bem mais caro e mais importante que tem, que é a sua casa. Com certeza que não se irá arrepender de o ter feito quando vir o resultado final, na sua cozinha!

 

Faz sentido contratar um designer de cozinha para qualquer tipo de projecto?

Em relação a esta questão, a nossa resposta é: depende. Se pretende fazer uma intervenção profunda na sua cozinha ou se não se sente muito à vontade ou completamente satisfeito com as suas escolhas para a sua nova cozinha, nós diríamos que o melhor mesmo será contratar um designer específico para este tipo de projecto. Se, por outro lado, tem à vontade para realizar estas tarefas e resolver estas questões de forma autónoma, talvez não sinta tanta necessidade de ter ajuda profissional. De qualquer maneira, pode sempre pedir uma opinião!

 

 

Quanto irá custar a contratação de um designer de cozinhas na Amadora?

Os custos que a contratação deste profissional terá dependerá sempre do tipo de projecto que pretende fazer. Por vezes, pode ser mais barato fazer uma cozinha de raíz do que tentar aproveitar alguns elementos, por exemplo. Por isso, o melhor mesmo é pedir orçamentos para que possa avaliar o que melhor se encaixa no budget de que dispõe para este espaço. Nem sempre será necessário ter um designer de cozinhas para que tenha um espaço de sonho mas, certamente que este profissional o irá ajudar de forma a conseguir atingir este objectivo mais rápido.

O que devo esperar do projecto de um designer de cozinhas?

Tal como já dissemos anteriormente, uma cozinha projectada por um designer deverá cumprir os seguintes requisitos:

  • sentido útil e intuitivo;
  • personalização do espaço;
  • match perfeito entre cozinha e utilizador;
  • harmonia entre elementos.

Onde posso encontrar um designer de cozinhas na zona da Amadora?

Se o seu projecto é na zona da Amadora, saiba que pode contactar os melhores designers de cozinha através da nossa plataforma. Se não encontra o profissional que procura ou se não se identifica com nenhum destes, tente alargar um pouco a sua busca, pesquisando em concelhos próximos como Lisboa, Cascais ou Oeiras. Na homify,temos sempre a resposta mais acertada para cada um dos nossos leitores, por isso se tiver outras questões pode sempre entrar em contacto connosco!

Após seleccionar o(s) profissional(ais) que mais se enquadra(m) no seu estilo e naquilo que pretende para a sua cozinha (dê uma vista de olhos nos projectos presentes nas páginas de cada uma das empresas), aconselhamo-lo a pedir, no mínimo, dois orçamentos para que possa tomar uma decisão de forma mais consciente.