49 Decoradores em Lisboa

Área servida

É difícil descrever esta cidade e capital portuguesa e se não ficar num misto de emoções entre o orgulho e a saudade. Lisboa é muito mais do que uma cidade, é um povo, um ambiente, um lugar a que podemos chamar de casa. Lisboa é menina dos nossos olhos e de todos os que Lisboa visitam. Não é por acaso que se apaixonam por esta cidade, desejam voltar a visitar ou simplesmente se mudam para cá. Temos muito de história mas também muito de cosmopolita. É a cidade mais populosa do país e conta com uma população de 506.892 habitantes. Os limites da cidade, encontram-se limitados dentro dos limites do perímetro histórico, levando à criação de várias cidades ao redor da mesma. Lisboa é também uma das capitais mais amenas da Europa, logo a arquitectura tem de ser especial e única.

O que é e qual é a função de um decorador?

Um decorador é um profissional que decora ambientes (interiores ou exteriores, privados ou sociais) e cenários. A sua função é criar ou modificar ambientes com a intenção de os tornar mais aconchegantes, funcionais e esteticamente bonitos – de acordo com as exigências do cliente ou empresa. Todos podemos gostar de decoração e de decorar as divisões de nossa casa, encontrando inspiração em sites e revistas da área e é verdade que muitas dicas são válidas e nos ajudam no dia a dia, mas quem se dedica à decoração exclusiva e total de uma casa é um decorador.

Qual a diferença entre um designer de interior e um decorador?

designer de interiores precisa saber bastante sobre materiais e acabamentos, mas também precisa ser bom na gestão de projetos e em liderar equipas. É ele quem, gere o trabalho, contacta fornecedores e encarrega-se para que tudo fique pronto no prazo estipulado. Normalmente, este profissional visita os ambientes, tira as medidas preliminares e usa softwares para desenhar cada projeto. Além disso, visita lojas e, muitas vezes, as compras são feitas por ele também. Tem também o poder de poder decidir se existem paredes a ser demolidas ou outras a serem construídos, deixando espaços mais amplos ou mais segmentados.

Outra diferença que marca bastante estas duas profissões é a forma e o tempo como são estudadas. Enquanto um designer de interiores precisa de ir para universidade e de tirar um curso de pelo menos 3 anos, um decorador pode tirar cursos de curta duração em universidades ou ainda online. Não queremos com isto dizer que um decorador tem uma profissão menos prestigiante, queremos apenas dar a conhecer as diferenças entre ambos.

Um decorador de interiores tem de estar informado sobre o poder das cores e aprender a sensibilidade dos pormenores, tal como a importância da iluminação natural e artificial. Estuda as marcas e as coleções e tem perfeita noção do tamanho e dimensão do mobiliário a ser adquirido. Tem uma sorte noção de perspectiva e imagina com facilidade um novo espaço depois de diversas alterações. Espaços vazios onde é aplicado o serviço de decoração ficam sempre verdadeiramente impressionantes. Não é por acaso que os projectos de antes e depois da homify são tão famosos!

Como encontrar o decorador mais apropriado ao seu projecto em Lisboa?

A homify veio sem dúvida ajudar imenso neste processo. Através da nossa página e das milhares de inspirações em formato de imagem estará sempre a par das novidades a nível nacional e internacional. É interessante saber o que se passa no estrangeiro a nível da arquitectura e dos interiores, mas é dos profissionais nacionais que precisamos e recorremos na hora “H”.

Escolher ou encontrar o profissional mais adequado e apropriado ao seu projecto depende de diversos factores. Primeiro precisa conhecer o currículo e os projectos anteriormente executados pelo profissional, a fim de se identificar ou não com o trabalho. É muito importante que faça uma extensa pesquisa e vá guardando fotografias com as quais se identifica – em “livros de ideias”. Depois de ter um estilo e uma ideia criada, deverá procurar no separador “profissionais” e fazer uma pesquisa pela cidade onde o seu projecto se irá desenvolver. Todos os profissionais que abrangerem a sua localização irão aparecer e poderá pesquisar um a um. Terá acesso aos últimos projectos e a todas as informações necessárias caso precise de o contactar directamente. Quando tiver o primeiro encontro com o profissional escolhido mostre o “livro de ideias” que criou com todas as fotografias que o inspirarão a contactá-lo a fim de pedir ajuda para o seu projecto de sonho. Faça todas as questões e se não ficar satisfeito, procure outro profissional.

Somos as páginas amarela da arquitectura, design e decoração. Na realidade somos uma plataforma online presente em mais de 30 países que reúne todos os profissionais nestas áreas num único site. Aqui pode pesquisar o tipo de profissional que procura em diferentes cidades e ainda estar a par das novidades através dos mais variados projectos arquitectónicos e de interiores. Pode usar o nosso serviço de “consulta grátis” para pedir orçamentos, usar o “fórum de discussões” para o ajudar a resolver determinados assuntos (como dicas de decoração ou construção) e ainda ficar atualizado e super inspirado com mais de 1.700.000 fotografias. Uma das mais recentes novidades presentes na homify é a loja – se gosta de compras online não pode deixar de ver a oferta que temos para si.

Em que tipo de projetos deve contratar um decorador?

Não existem regras quanto a isto e pode chamar ajuda profissional sempre que desejar ou precisar. Normalmente este profissional é chamado quando se muda de casa e se precisar de decorar e mobilar de raiz todas as divisões – da cozinha, passando pelo quarto e acabando na varanda. Também é chamado em modo “socorro” quando não nos sentimos bem no caos em que a nossa casa se tornou – demasiada informação e na realidade nunca tivemos tempo para nos dedicarmos a este assunto como gostaríamos.

Devemos contratar um decorador de interiores quando não conseguimos interpretar as inspirações e as fotos que gostamos e adaptá-las ao espaço a decorar. Pode ser um espaço interior ou exterior, ou até privada ou social. Decoradores são também com frequência chamados para decorarem lojas e espaços como hotéis, salas de reuniões, consultórios, salas de espera e até espaços de trabalho. Claro que estes espaços devem ser estudados criteriosamente em relação aos materiais usados, à vertente acústica e a uma quantidade ínfima de factores que não podem ser descurados e claro, que um decorador não tem conhecimento científico para tal.

Qual o preço do serviço de um decorador?

É difícil dar-lhe um preço exacto pois esta resposta está inteiramente relacionada com diversos factores que podem influenciar o mesmo. No mercado são praticados valores muitíssimo diferentes por diferentes profissionais. Normalmente o orçamento varia consoante a área e dimensão a decorar, o tipo de serviço (dispor apenas o mobiliário existente de uma maneira diferente ou ter de procurar e comprar tudo de raiz), a cidade também influencia e claro, a quantidade de profissionais a desenvolverem esse serviço na sua zona de residência. Imagine que mora no interior de Portugal e o decorador que admira e tenciona obter o seu serviço tem o seu escritório a mais de 300 km de distância. A distância irá dificultar o trabalho e claro, irá também aumentar o valor do serviço.

É sempre preferível contratar profissionais próximos da sua área habitacional, só assim conseguirá um serviço mais pessoal e com maior acompanhamento.

O que deve saber antes de contratar um decorador

O decorador não o conhece de lado nenhum por isso antes de contratar um decorador deverá munir-se de imagens que identifiquem o estilo ou ideias que quer ver colocadas em prática. Também pode existir a situação de não ter imaginado nada do espaço e apenas queira ser surpreendido com as melhores técnicas de decoração e as últimas coleções relativas a mobiliário ou decoração.

Deverá saber que este profissional para executar o serviço deverá mostrar-lhe projectos do seu portfólio que possam ser idênticos ao seu caso. Ele deverá apresentar-lhe diversas soluções gráficas (render ou modelos 3D) para que tenha melhor percepção de como ficará o seu espaço. Analise tudo e questione, lembre-se que um chão branco é bonito e fica bem em fotografia, mas será mesmo o mai apropriado para uma família de 6 elementos com 4 filhos pequenos? Não quer andar sempre preocupado/a com a limpeza, pois não? Escadas sem corrimão e guarda são realmente modernas e deixam os ambientes leves e contemporâneos, mas se já não vai para novo/a vai perceber que a solução deverá ser outra. Lembre-se que a escolha é sempre sua e nenhum profissional deverá levar a sua ideia avante só porque sim. Deverá explicar-se e mostrar-lhe as vantagens e desvantagens e só depois decidir. Este serviço custa dinheiro, por isso se não tem um orçamento para este trabalho, escusa de contatar profissionais. Eles não lhe vão dar dicas e sugestões se não for um serviço pago.

Quais as perguntas que deve responder a si mesmo antes de se reunir com um decorador?

- O que mais gosta no seu espaço?

- O que menos gosta no seu espaço?

- Quais são as cores que mais gosta?

- Quais são as cores que menos gosta?

- Já esteve ou viu algum lugar que serviu de inspiração de cor para a sua casa?

- Tem algum estilo favorito que queira utilizar?

- Qual será a função do seu espaço?

- Existe alguma necessidade especial que deva ser considerada?

- Quer atingir a totalidade do projeto de uma só vez ou em fases?

- Qual é o seu orçamento disponível?

Quais as perguntas que um decorador mais ouve e deverão ser evitadas a todo o custo?

As perguntas são muito diversas:

- Consegue transformar a minha casa num espaço de revista?

- Tenho uma casa pequena, preciso de mais espaço, consegue criá-lo?

- Tenho pouco dinheiro mas quero estas cadeiras de design e decorar a casa toda, pode ser?

- Gosto de estilo clássico, rústico e contemporâneo – pode misturar tudo?

5 Famosos decoradores de interiores em Lisboa

Orchid Loft

Alma Braguesa Furniture

Muda Home Design

Alma Portuguesa

Rita Salgueiro

Que outro tipo de profissional necessita para realizar um total projecto de construção?

Arquitectos

Arquitetos de interiores em Lisboa

Designers de casas de banho em Lisboa

Designers de cozinhas em Lisboa

Arquitetos paisagistas em Lisboa

Jardineiros em Lisboa

Electricistas em Lisboa

Canalizadores em Lisboa

Continua com questões que gostaria de ver respondidas?

Procure profissionais com os quais se identifica e questione-os directamente.