0 Colocadores de piso em Almada

Área servida
A sua pesquisa não obteve resultados. Seja o primeiro a carregar fotos nesta categoria.

Colocadores de piso em Almada

Almada pertence ao Distrito de Setúbal e à Área Metropolitana de Lisboa. Os 95 000 habitantes fazem de Almada a sexta cidade mais populosa de Portugal.

A proximidade em relação a Lisboa torna esta cidade muito sedutora para quem trabalha na capital, mas prefere viver num sítio mais tranquilo, onde o custo de vida – nomeadamente, no que toca à compra e ao arrendamento de habitação – é inferior. A autarquia tem vindo a promover um plano de desenvolvimento no sector dos transportes, que visa melhorar o acesso à cidade e a mobilidade dentro da mesma. O Metro Sul do Tejo é um desses meios de transporte, sobressaindo por ser eléctrico e, por conseguinte, amigo do ambiente. As três linhas que o compõem ligam Almada à universidade, às áreas comerciais e a outras zonas com grande densidade populacional.

O contexto socioeconómico da cidade é positivo. O concelho beneficia do facto de acomodar a Faculdade de Ciências e Tecnologia, da Universidade Nova de Lisboa, onde se levam a cabo investigações, com relevância a nível mundial. Abrem-se, assim, condições para surgirem empresas inovadoras cujo desenvolvimento é, de resto, promovido pela Câmara Municipal de Almada.

Se procura colocadores de piso em Almada, não deixe de se inteirar sobre esta profissão para fazer uma escolha à sua medida e, claro, à medida da sua casa!

1. O que fazem os colocadores de piso?

Como o próprio nome indica, os colocadores de piso são os profissionais especializados em aplicar os revestimentos nos pisos de uma casa ou de um espaço comercial.

Os colocadores de piso possuem as ferramentas, a experiência e a habilidade necessárias para o efeito e conhecem os melhores materiais para cada espaço. Uma casa de banho, por exemplo, pela sua natureza húmida, tende a precisar de um piso com características distintas das do piso de uma sala. Os colocadores de piso sabem-no e podem ajudá-lo a escolher o material que melhor se adequa à divisão ou, pelo contrário, adverti-lo e evitar que cometa um erro, se tiver em mente um material que não é próprio para a área em questão. 

A contratação de um colocador de pisos é, sobretudo, oportuna quando se trata de revestir o piso de um espaço amplo ou com especificidades arquitectónicas, como desníveis ou assimetrias. Se o cliente pretender que o piso forme um padrão  – como acontece quando se usa parquet – é, também, preferível, que seja um colocador de pisos a assumir a empreitada, para se obter um resultado harmonioso e uniforme.

 

2. Porquê contratar um colocador de pisos?

As pessoas mais hábeis, após escolherem um piso, podem sentir-se tentadas a colocá-lo. Alguns tipos de piso, como o piso laminado click, são de fácil instalação, mas é sempre uma mais-valia deixar o projecto por conta de um profissional, sobretudo se se tratar de um projecto complicado, moroso e se não tiver as ferramentas necessárias para o concretizar com sucesso.

Que outras vantagens estão inerentes à contratação de um colocador de pisos?

Vejamos:

Conhecimento dos materiais: há uma miríade de materiais para revestir o piso. Estes materiais podem ser divididos por categorias (madeira, cerâmica, pedra, etc.), mas dentro de cada categoria, há um sem fim de opções. Ora, os colocadores de piso conhecem os materiais e estão atentos às novidades. Imagine que decide que quer um piso em madeira para a sua sala. A questão que se coloca é: que tipo de madeira? Por que preço? Tem orçamento para isso ou é preferível recorrer a um material que imite madeira? Um especialista ajudá-lo-á a chegar a uma conclusão.

Garantia de qualidade: um profissional especializado na colocação de pisos tem uma compreensão profunda sobre a área e trabalha para proporcionar resultados de alta qualidade. Um piso bem instalado evita, por norma, que, no futuro, se gaste dinheiro com reparações e manutenção ou, pelo menos, leva a que estas sejam mais espaçadas.

Investimento: a contratação de um colocador de pisos deve ser encarada como um investimento. Uma casa com bons acabamentos tem mais valor de mercado e é, claro está, mais confortável do que uma com problemas estruturais aborrecidos (pisos a descolar ou a ganhar manchas de humidade, paredes a rachar, mau isolamento, telhas a sair, entre outros).

Conveniência: instalar um piso não é tão simples quanto, à partida, lhe possa parecer. Um trabalho bem feito requer concentração, minúcia e a tomada de várias decisões. Liberte-se desse stress e deixe quem sabe responsável pelo projecto.

 

3. Para além de colocar o piso, em que é que este profissional me pode também ajudar?

O trabalho de um colocador de pisos pode ser muito abrangente. O nome da profissão não tem, necessariamente, que ser levado à letra.

Uma das coisas que um colocador de pisos pode fazer é a compra, junto dos fornecedores. Assim, o cliente fica com a certeza de que os materiais são encomendados e adquiridos nas quantidades necessárias e, muito possivelmente, a um preço mais competitivo. A própria empresa pode comercializar os revestimentos de que necessita e ajudá-lo a percorrer catálogos e a afunilar as opções. Note-se que as quantidades não costumam ser calculadas à justa porque, no futuro, pode ser necessária a substituição de peças e o material ter sido descontinuado.

Para além de colocar o piso, este profissional poderá preparar a base para o efeito. De nada serve instalar um belo piso sobre uma base que não esteja limpa, seca, regular e livre de imperfeições.

 

4. O que considerar antes de contratar um colocador de pisos em Almada?

Quando encetar a sua pesquisa, encontrará várias empresas de pisos. Contudo, as empresas variam em qualidade.

Eis o que deve ter em conta antes de tomar uma decisão:

Custo: o orçamento disponível é, invariavelmente, um dos primeiros aspectos a considerar. Prepare-se, financeiramente, para fazer este investimento e peça sempre mais do que um orçamento. Assegure-se de que os orçamentos que lhe são apresentados são razoáveis, no que diz respeito à relação qualidade/preço. Pode valer a pena pagar mais se isso incluir um serviço que seja completo, que tenha qualidade e que inclua garantias.

Experiência: informe-se sobre os projectos passados e sobre os anos de experiência com que a empresa ou o profissional conta. A experiência tende a trazer sabedoria, pelo que um colocador de pisos que já tenha trabalhado em diferentes projectos, estará mais bem preparado para enfrentar desafios e contornar imprevistos.

Disponibilidade: uma empresa muito requisitada pode não ter espaço na agenda para executar o seu projecto, com a brevidade desejada. Informe-se sobre esta questão, sobre os prazos e certifique-se de que se trata de uma empresa acessível, em termos geográficos. Assim, poupa-se tempo e, além do mais, dinheiro em deslocações.

Referências: hoje em dia, quase todas as empresas estão registadas nas redes sociais e/ou no Google My Business, o que permite, aos interessados, ter um fácil acesso ao feedback de antigos clientes. Quanto melhor for a avaliação, mais segura será a contratação. Além do mais, quando uma empresa ou um trabalhador autónomo tem presença online, a comunicação torna-se mais fácil, bem como a consulta de projectos prévios e de outras informações pertinentes.

Licenças e seguro: antes de iniciar uma obra, qualquer que ela seja, assegure-se de que tem todas as licenças e que os profissionais envolvidos também operam de acordo com a Lei. Lembramos que é obrigatório todos os trabalhadores terem seguro de acidentes de trabalho.

 

5. Quanto custa contratar um colocador de pisos em Almada?

Há uma miríade de factores que influenciam o custo final deste trabalho. O tipo de piso, por exemplo, está entre eles. Há pisos de fácil aplicação e outros, como o mármore, cuja colocação exige mais tempo. Além disso, um colocador de pisos muito qualificado e reputado ou que seja especialista na colocação de um determinado tipo de piso, tenderá a cobrar mais. A dimensão da área é, também, determinante. Aliás, quase todas as empresas ou colocadores de pisos que trabalham autonomamente, cobram ao m2.

Se o seu orçamento for limitado, então não deixe de procurar alternativas. O colocador de pisos pode ajudá-lo nesse sentido. O desenvolvimento tecnológico tem permitido a criação de materiais que se assemelham muito aos originais. A título de exemplo, a colocação de um pavimento flutuante – conhecido por imitar a madeira na perfeição – pode andar à volta dos 6€ – 8€/m2. 

 

6. Onde encontrar um colocador de pisos em Almada?

Comece a sua pesquisa pela homify. Reunimos, no nosso site, projectos de profissionais de várias categorias e de todos pontos do país. Faça uma procura através do nome da área servida ou do código postal. Na página de cada profissional, tem à disposição os contactos telefónicos, a morada e, por vezes, o e-mail.

Recorra ao Facebook, ao Instagram e ao LinkedIn para encontrar um profissional à altura. No Facebook e no Instagram, pode fazer uma publicação a pedir uma indicação. Entre os seus contactos, é possível que haja alguém com boas referências. Se não tem redes sociais, fale directamente com os seus amigos, familiares e colegas.

Indague, também, junto de lojas de construção e de bricolage.

Não encontrou um profissional do seu agrado em Almada? Então, alargue a sua pesquisa para as cidades vizinhas.