1 Carpinteiros em Lisboa

Área servida

Lisboa – arquitectura com carpintaria

Lisboa é uma cidade cheia de história, com edifícios belíssimos, de sólida construção. Apesar da destruição causada pelo terramoto de 1755, podem encontrar-se edifícios representativos da arquitectura de todas as épocas da sua longa existência, com óbvio destaque para a pombalina e a manuelina. Fortemente ligada a este tipo de arquitectura está, claro, a carpintaria.
A gaiola manuelina é a epítome da importância da carpintaria na arquitectura lisboeta Pombalina: uma estrutura anti-sísmica, usada em edifícios de até quatro andares que marcou, definitivamente, a face da Baixa. Mas esta arte está presente um pouco por todos os edifícios antigos, em trabalhos mais ou menos complexos que são estruturais e simultaneamente decorativos, como escadas, portas e janelas. Obviamente, a sua manutenção e recuperação está dependente do antigo ofício da construção com madeira.
A intensa reabilitação urbana que tem assolado Lisboa e a procura quase obsessiva por edifícios de habitação antigos reabilitados, ajudou à manutenção da actividade de carpinteiros e pequenas empresas de carpintaria na cidade, apesar dos preços elevados das rendas terem atirado muitas delas para a periferia, onde pereceram ou se industrializaram.
Actualmente, há uma plataforma chamada Rede de Carpintarias de Lisboa, que se dedica a divulgar as pequenas carpintarias locais, onde este saber especializado ainda se mantém tradicional.

Carpinteiros – quando é que preciso de um?

Os carpinteiros não estão propriamente em vias de extinção. Se há profissionais que são sempre muito requisitados são estes, nem que seja para a pequena tarefa de fazer uma prateleira à medida. No entanto, as técnicas tradicionais já são mais raras. Efectivamente, esta profissão está a ser cada vez mais requisitada.

Deve considerar um carpinteiro se precisa de um trabalho em madeira, nomeadamente estruturas de telhados, escadas, armários à medida, decks, soalhos, portas e muito mais. Embora alguns destes trabalhos se possam encontrar no mercado massificado, poder contar com um carpinteiro é ter a  garantia de adaptação plena, que só um trabalho feito à medida pode oferecer.

Que qualificações deve ter um carpinteiro?

Tradicionalmente, os carpinteiros começavam por ser aprendizes nas oficinas e iam subindo de categoria, à medida que aprendiam o ofício. Actualmente, há cursos profissionais que oferecem as bases para trabalhar como carpinteiro, fornecendo a aprendizagem teórica em planificação, informática, características da madeira, entre outras. Já a parte prática, continua a fazer-se nas oficinas, em estágios profissionais.

De uma forma ou de outra, não há formação obrigatória, prevalecendo a aptidão e a experiência.

O que faz um carpinteiro?

Já sabe o que um carpinteiro pode fazer por si, mas sabe como o faz? As tarefas e aptidões de um carpinteiro incluem:

  • Planificar o trabalho e desenhar os elementos deste a partir dos dados fornecidos e/ou recolhidos;
  • Estudar e interpretar desenhos técnicos e outras especificações numa obra;
  • Escolher os materiais em função do pedido ou daquilo que é necessário para o trabalho, em questão;
  • Medir e marcar linhas de corte sobre a madeira a trabalhar;
  • Cortar e moldar madeira e/ou outros materiais à medida, fixando-os com as técnicas apropriadas (madeira, pregos, cola);
  • Proceder à inspeção de trabalhos executados em tectos, paredes, portas, janelas, telhados, rodapés, móveis, e todos os materiais feitos de madeira para determinar o seu estado e assumir uma possível substituição ou uma reparação.

Que máquinas usa? Precisa de trabalhar na minha casa?

Os carpinteiros usam serras de diversos formatos (circulares, tico-ticos, serras de corrente… ), manuais e de bancada, fresadoras, berbequins, aparafusadoras, chanfradoras, aspiradores, entre outras. 

Embora a maior parte do trabalho de corte e montagem possa ser feito em oficina, por vezes a precisão do trabalho exige que os carpinteiros façam os ajustes necessários na sua casa. Neste caso, normalmente têm aspiradores para recolha do pó produzido e, apesar desta sujidade e do barulho, o resultado costume compensar largamente.

O que preciso de saber antes de contratar um carpinteiro em Lisboa

Não é nada difícil encontrar carpinteiros em Lisboa. Aqui mesmo, na homify, pode encontrar uma boa selecção de profissionais e de certeza que entre eles está o carpinteiro certo para o seu projecto. Na internet, em sites especializados e até nas páginas amarelas, não é difícil encontrar profissionais nesta área, mas há uma série de pontos a ter em atenção quando escolher a pessoa com quem quer trabalhar:

  • Planeamento – antes mesmo de pensar em escolher o profissional de carpintaria que pretende, é importante planear a sua intervenção. Assim, deve estabelecer aquilo de que precisa, as dimensões do projecto e em que momento o carpinteiro deverá intervir. Poder contar com a ajuda de um designer de interiores para esta tarefa, pode ser essencial ao sucesso de todo o projecto.
  • Precipitação – nunca contrate o primeiro carpinteiro que lhe aparecer na pesquisa ou um conhecido, só para ser simpático. Peça vários orçamentos e pondere muito bem factores como a idade da empresa, a experiência, as qualificações profissionais, o tipo de trabalhos efectuados, a duração proposta para a realização do trabalho, a empatia e as garantias oferecidas.
  • Preço – não decida a contratação apenas pelo preço. Embora este seja muito importante, o bom-senso deve imperar. Um preço muito baixo pode indicar um profissional sem grande experiência, mas um preço muito elevado não é necessariamente garantia de um bom trabalho. É normal que o serviço de um carpinteiro muito experiente e cotado seja um pouco mais caro do que o serviço de um carpinteiro iniciante, mas isso é um factor que tem um peso variável, em função da complexidade do trabalho.
  • Materiais – escolha materiais de boa qualidade. Não há bons profissionais com materiais de má qualidade, por isso esta escolha é tão importante como a do carpinteiro. Não se preocupe… O profissional que contratar pode ajudá-lo com esta tarefa.

Quanto custa contratar um carpinteiro em Lisboa?

Não há indicação de que contratar, em Lisboa, seja muito mais caro do que contratar nas cidades limítrofes. Ainda assim, a quantidade de solicitações pode fazer subir os preços. É preciso procurar o equilíbrio, pois um preço ligeiramente superior pode compensar os custos de deslocações.

Dar um preço certo é difícil porque há projectos com dimensões muito diferentes, mas pode considerar cerca de 17,50€ por hora para um carpinteiro de 1ª e de 16,90€ para um carpinteiro ajudante. O preço do trabalho final vai depender do tempo gasto, devido à complexidade do projecto e ao material escolhido.