Carpinteiros - Braga: Encontre os melhores profissionais | homify

5 Carpinteiros em Braga

Área servida

Carpinteiros – Braga

Braga é a cidade mais importante do Minho, tendo-se desenvolvido exponencialmente, nos últimos anos, muito por culpa da Universidade do Minho, que está entre as melhores do país e, segundo o The Times, entre as 400 melhores do mundo. Como sabemos, onde há jovens, há vida, há dinamismo, há empresas a aparecer e há inovação. Braga beneficiou de tudo isso.

 

Além do mais, não nos podemos esquecer que tem uma localização geográfica de excelência. Está a poucos quilómetros da Galiza, com a qual mantém relações privilegiadas e estratégicas, assim como de Guimarães e do Porto.

 

O custo de vida, apesar de ter aumentado, continua a ser mais apelativo, por oposição aos grandes centros urbanos. Em relação ao Porto, por exemplo, o preço do arrendamento por m2 é 29.8€. Já o preço de compra de um terreno é de 673€/m2, em Braga, e de 1254€/m2 no Porto.

Mora em Braga ou pensa mudar-se para a cidade e precisa do serviço de um carpinteiro? Faça-o, mas não sem antes perceber melhor em que é que este profissional lhe pode ser útil.

1. O que faz um carpinteiro?

Em linhas gerais, o carpinteiro é aquele que fabrica, repara e instala estruturas de madeira (sobretudo a madeira em bruto), podendo, por vezes, ter que trabalhar com outros materiais (metal, plástico ou gesso cartonado, por exemplo). É um dos ofícios mais antigos do mundo, mas continua a ser fundamental em inúmeras áreas, como a construção civil, a construção naval, a construção de pontes, entre outras. O carpinteiro pode trabalhar in loco e ter, em simultâneo, o próprio atelier, onde executa trabalhos de menor dimensão.

 

Num projecto residencial, o carpinteiro é requisitado para uma panóplia de funções que passam pela instalação de telhados, de pavimentos, de escadas, de janelas, de portas, entre outras.

 

Para a execução do projecto, o carpinteiro necessita de seguir um plano de construção, sendo crucial possuir conhecimentos de matemática e de geometria para fazer as medições e os cálculos e saber ler os projectos.

 

Os carpinteiros trabalham com uma panóplia de ferramentas, como serras, brocas, fresadoras, lixas ou cinzéis. As ferramentas e a maquinaria não são fáceis de manusear, pelo que recomendamos vivamente a contratação deste profissional, nomeadamente quando se trata de levar a cabo um trabalho complexo.

 

2. Quais são as responsabilidades primordiais do carpinteiro?

Antes de contratar um carpinteiro, não queremos deixar de partilhar consigo uma lista das tarefas diárias mais comuns deste profissional:

  • Ler e interpretar planos, fazer cálculos e organizar os layouts;
  • Construir, instalar e reparar estruturas ou partes de estruturas feitas de madeira (ou de substitutos de madeira), aço e betão;
  • Demolir estruturas e componentes de estruturas sempre que requisitado;
  • Remover a sujidade e os destroços para manter o local de trabalho limpo e evitar acidentes.

 

3. Quais são as três categorias principais da carpintaria?

O trabalho de um carpinteiro é, como percebemos, muito abrangente. Porém, o carpinteiro pode especializar-se numa determinada área: 

 

A carpintaria em bruto: a carpintaria em bruto refere-se ao fabrico de estruturas de edifícios e de equipamentos. Estas estruturas devem oferecer resistência e segurança visto que constituem as bases para a construção.

A carpintaria de acabamentos: debruça-se, como o próprio nome indica, sobre os acabamentos dos edifícios e a valorização estética dos mesmos. Estes carpinteiros terminam o trabalho que foi começado pelos carpinteiros de estruturas.

A construção de mobiliário: não menos importantes, são os carpinteiros que constroem o mobiliário. É uma tarefa de menor envergadura, mas que requer precisão. Estes carpinteiros estão imiscuídos numa fase de conclusão da obra (construção de armários para a cozinha ou de móveis à medida).

4. O que distingue um marceneiro de um carpinteiro?

É fácil equivocarmo-nos em relação às incumbências de um marceneiro e de um carpinteiro. Na verdade, são áreas que não se distanciam muito, mas que têm diferenças. Ambos trabalham com a madeira, embora o carpinteiro trabalhe com a madeira maciça – em estado bruto – e o marceneiro com madeiras nobres. O carpinteiro, embora também possa construir peças de mobiliário, dedica-se, designadamente, a construções estruturais. Pelo contrário, o marceneiro foca-se em trabalhos de precisão, isto é, no fabrico de móveis e de objectos de decoração, podendo construir elementos que os carpinteiros instalam, posteriormente. Ambas as áreas utilizam maquinaria. Porém, o trabalho do marceneiro foi, durante muito tempo, artesanal.

 

5. Quais são as vantagens de contratar um carpinteiro?

Há pessoas com habilidade para desenvolver trabalhos de carpintaria e de bricolage. Todavia, há trabalhos que devem ser entregues a profissionais. Construir o esqueleto de uma casa, por exemplo, é uma obra de extrema importância. Um passo em falso pode comprometer a estabilidade e a segurança do edifício.

 

Que mais-valias lhe pode oferecer um carpinteiro?

 

Competência para lidar com as ferramentas e as máquinas necessárias: um carpinteiro profissional tem a experiência e o treino formal para manusear ferramentas e maquinaria com segurança e eficiência. Estas ferramentas, nas mãos de alguém não qualificado, podem ser muito perigosas.  

 

Optimização do orçamento: uma obra mal feita significa, quase sempre, uma despesa significativa no futuro. Um carpinteiro de qualidade terá em atenção cada detalhe e garantirá a durabilidade do que constrói. É preferível fazer as coisas bem logo à partida, mesmo que isso implique um gasto adicional que, na verdade, deve ser visto como um investimento. Além do mais, o carpinteiro ajudá-lo-á a encontrar os melhores materiais, tendo em conta o orçamento disponível.

 

Criatividade: a criatividade reflecte-se em termos estéticos e práticos. Um bom carpinteiro sabe encontrar as soluções adequadas para dar resposta a problemas e contornar imprevistos. Para que isso aconteça, a criatividade e o engenho são essenciais.

 

Poupança de tempo: aquilo que um carpinteiro faz em dias ou semanas, pode demorar meses nas mãos de alguém sem experiência. Se quer ver a sua obra pronta o quanto antes, então não pense duas vezes e conte com uma equipa de pessoas especializadas.

 

6. Como encontrar um carpinteiro em Braga?

Braga é a capital do Minho e uma das maiores cidades do país. Encontrar um serviço, nesta cidade, não é tarefa difícil.

 

Utilize a nossa plataforma para iniciar a sua pesquisa. Na homify, temos registados profissionais de várias categorias. Para simplificar a sua procura, estes profissionais estão organizados por região. Ao abrir a página de cada um deles, tem acesso aos projectos e aos contactos telefónicos e de e-mail.

 

No Google e redes sociais (Facebook, Twitter ou Instagram), também pode procurar referências ou pedir sugestões, lançando o repto através de um post a colocar directamente a questão. Entre o seu grupo de contactos, encontrará, certamente, alguém com uma recomendação.

 

E por falar em contactos, não se esqueça de pedir uma dica aos seus amigos, colegas e familiares. Os carpinteiros são muito requisitados e é provável que eles já tenham precisado deste serviço.

 

Vale a pena indagar junto de lojas de construção e de bricolage. Os carpinteiros compram materiais e ferramentas nestas lojas, pelo que é muito possível que consiga alguma indicação.

7. Quanto custa contratar um carpinteiro?

 

O preço a pagar por este serviço pode variar amplamente. Afinal de contas, pagar por um móvel à medida é totalmente diferente de pagar pela colocação de um telhado.

 

Ainda assim, e para que tenha uma referência, os valores oscilam entre os 70€ e os 1500€, com o preço médio mais comum a andar à volta dos 300€.

 

Alguns trabalhos podem ter um preço pré-definido, a consultar numa tabela.

Pesquisar imagens relacionadas