Canalizadores - Guimaraes: Encontre os melhores profissionais | homify

1 Canalizadores em Guimarães

Área servida

Canalizadores em Guimarães

Numa das torres da antiga muralha de Guimarães, lê-se a inscrição: Aqui nasceu Portugal. Efectivamente, pensar em Guimarães e visitar a cidade é, de alguma forma, e no melhor sentido possível, recuar no tempo. Quando percorremos as ruelas, do centro histórico ao castelo, e lhe sentimos o pulso, damos por nós, com um sorriso no rosto, a recordar os episódios de que se faz a História do nosso país, que é, incontornavelmente, também a nossa. 

Desengane-se, porém, quem pensa que Guimarães só se faz de memórias de tempos que já foram. Na verdade, o passado e o presente encontram-se nesta cidade com uma actividade económica dinâmica, nomeadamente no sector secundário, em que 70% das empresas fazem parte da indústria têxtil. Não obstante, na última década, o sector terciário registou um crescimento considerável. Surgiram gabinetes de consultoria de apoio às empresas, desenvolveu-se o Turismo e alargou-se a actividade bancária. O sector terciário já não é apenas residual em Guimarães. A Universidade do Minho – com o pólo de Arquitectura em Guimarães – terá sido decisiva neste sentido. 

Se tem o privilégio de morar na pitoresca cidade de Guimarães e procura um canalizador, então este texto é para si. Reunimos algumas informações que devem ser consideradas para se contratar um profissional à altura.

1. O que fazem os canalizadores?

Os canalizadores instalam e reparam as tubagens que fornecem a água e o gás às casas e aos edifícios. Para além do mais, é o canalizador que instala alguns dos acessórios e dos electrodomésticos que compõem a cozinha, bem como as banheiras, as cabines de duche e os lavatórios, nas casas de banho.

Sempre que nos deparamos com problemas como canos entupidos, falta de pressão de água ou rebentamento de canos, é para o canalizador que devemos ligar. Além do mais, a instalação de um sistema de canalização e de climatização, que é intrincada e extensiva, também deve ser entregue a este profissional.

Os canalizadores são, na maior parte das vezes, chamados com carácter de urgência. Isto só não acontece quando o serviço diz respeito a uma manutenção ou a uma instalação previamente agendada. Por esta razão, há muitos canalizadores e empresas da área a oferecer os seus serviços durante 24 horas e ao longo de toda a semana.

Saber ler a planta de uma casa ou edifício é fundamental para o canalizador perceber de que forma intervirá no projecto. Para o trabalho, o canalizador usa equipamento e ferramentas específicas que lhe permitem, por exemplo, soldar tubos ou tubulações especiais.

 

2. A importância dos canalizadores para uma casa mais ecológica

A questão da sustentabilidade está na ordem do dia. São cada vez mais as pessoas que procuram construir casas ecológicas que, para além de terem um impacto ambiental reduzido, levam a que os gastos mensais diminuam, o que se reflecte sobremaneira nas contas mensais.

O serviço de um canalizador é crucial para o efeito. Um bom canalizador está a par das tecnologias que são hoje utilizadas para poupar água, sem que se tenha que abrir mão do conforto.

Entre outras coisas, o canalizador pode instalar modelos de encanamento de alta eficiência que limitam a quantidade de água transportada, mas não a pressão. Pode, além do mais, colocar redutores de fluxo nas torneiras. Os redutores de fluxo reduzem o caudal das torneiras, em cerca de 50%, por misturarem o ar com a água. As torneiras que são activadas por sensor e que se desligam automaticamente após alguns segundos – como as que existem nos espaços comerciais – podem ser transpostas para o contexto habitacional, sendo também uma boa opção para poupar água em casa. Mas, não é tudo! Actualmente, encontram-se, no mercado, sanitas com autoclismo de descarga dupla, ou seja, se a sanita estiver praticamente vazia, é possível descarregá-la fazendo uso de menos litros de água.

Os canalizadores ajudá-lo-ão, ainda, a criar sistemas de captação e de aproveitamento da água da chuva para fins não potáveis. Desta forma, em vez de se desperdiçar água potável para tarefas como limpar o jardim, lavar o carro ou lavar o vaso sanitário, utiliza-se a água da chuva que é filtrada e armazenada numa cisterna.

Estes são apenas alguns exemplos. Os canalizadores – e os profissionais na área da construção, no geral – estão cada vez mais alerta para a questão da sustentabilidade.

 

3. Para que tarefas são os canalizadores mais requisitados?

O trabalho de um canalizador é abrangente, mas há tarefas para as quais estes profissionais são mais requisitados.

São elas:

  • Instalação ou substituição de canos em mau estado;
  • Resolução de infiltrações e de problemas de humidade;
  • Reparação ou substituição de torneiras a pingar;
  • Instalação ou substituição de electrodomésticos, louças sanitárias e acessórios de cozinha e de casa de banho;
  • Reparação de canos rotos ou que rebentaram;
  • Detecção e reparação de fugas de água;
  • Resolução de problemas de falta de água quente e de baixa pressão;

 

4. Porquê contratar um canalizador em Guimarães?

Sendo certo que há problemas rotineiros de fácil resolução, também não é menos verdade que a contratação de um serviço profissional é uma mais-valia em vários aspectos:

Experiência: os canalizadores são treinados para identificar e resolver prontamente qualquer que seja o problema de canalização da sua casa. Fazem-no, além do mais, de forma pouco intrusiva e custosa e com as ferramentas adequadas.

Rapidez: como referimos acima, os canalizadores são, muitas vezes, chamados com carácter de urgência. Perante o rebentamento de um cano, é crucial uma acção rápida para minorar, ao máximo, os estragos que daí possam advir.

Qualidade: não contratar um canalizador apenas para poupar algum dinheiro pode sair-lhe caro. É preferível pagar e ficar tranquilo por saber que lhe foi prestado um serviço de qualidade do que remendar e, mais tarde, ver-se a braços com um problema muito mais sério e custoso.

Garantia: se, pouco tempo depois de recorrer a este serviço, surgir algum problema, um bom profissional não lhe vai cobrar novamente pelo conserto.

 

5. O que considerar antes de contratar um canalizador em Guimarães?

Sejamos realistas: quando se trata de um serviço urgente, nem sempre há muito tempo para pensar e ligamos para o primeiro número que nos aparece. Contudo, se a contratação deste serviço for prevista, então há algumas questões que deve ponderar calmamente:

Preço: antes de tomar uma decisão em relação ao assunto, deve sempre pedir mais do que um orçamento. Lembre-se, no entanto, que o preço está, muitas vezes, associado à qualidade do serviço, pelo que não deve escolher o canalizador que cobra menos apenas para poupar algum dinheiro. Analise os orçamentos e opte pelo profissional que lhe ofereça um preço justo.

Anos de experiência: para se sentir mais seguro, designadamente se precisar de um serviço complexo, contrate um canalizador com, pelo menos, três anos de experiência.

Seguro: as profissões na área da construção têm riscos associados. É importantíssimo contratar um canalizador que esteja protegido por um seguro de acidentes de trabalho.

Referências: hoje em dia, é fácil aceder às referências deixadas por antigos clientes. Nas páginas de Facebook das empresas, por exemplo, há uma parte destinada apenas à avaliação e classificação do trabalho prestado. Se os antigos clientes estiverem satisfeitos, então é maior a probabilidade de tudo correr bem consigo. Procure as referências e, se não as encontrar, peça-as directamente ao profissional.

 

6. Onde encontrar um canalizador em Guimarães?

Está à procura de um canalizador em Guimarães? Nós ajudamos.

Aqui, na homify, pode procurar canalizadores em Guimarães e, se for necessário, nas cidades adjacentes. Damos-lhe acesso a várias empresas, a fotografias de projectos concretizados e a todos os contactos úteis. Alguns profissionais deixam, também, o link para as respectivas redes sociais, o que agiliza a comunicação com o cliente.

A Internet é, claro está, uma ferramenta de pesquisa indispensável. Utilize os motores de busca ou lance o repto no Instagram e no Facebook. Já quase toda a gente precisou de recorrer ao serviço de um canalizador, por isso é provável que receba várias recomendações. Não se esqueça de procurar no site das Páginas Amarelas e no LinkedIn, uma rede social de negócios onde muitas empresas e profissionais autónomos se dão a conhecer.

Indague junto dos seus amigos, familiares, colegas, vizinhos e condomínio. Em alguns condomínios, está afixada, no hall dos prédios, uma lista com contactos úteis para a manutenção da casa (canalizadores, electricistas, pintores, entre outros).

No caso de ter uma casa arrendada, comece por ligar ao seu senhorio.

Lembre-se que contratar localmente é benéfico para a economia regional e para promover os profissionais da zona. Além do mais, enquanto cliente, poupa em custos de deslocação.

 

7. Quanto custa um serviço de canalização?

O preço médio de um serviço de canalização, em Portugal, anda à volta dos 60€, podendo, todavia, variar entre os 30€ e os 150€. Estes valores são, no entanto, meramente referenciais. Voltamos a frisar a importância de pedir mais do que um orçamento para poder comparar preços.