Arquitetos paisagistas - Viseu: Encontre os profissionais ideais | homify

3 Arquitetos paisagistas em Viseu

Viseu – a cidade paisagem por excelência

Viseu, a cidade onde o Grão Vasco nasceu, é provavelmente a cidade do paisagismo por excelência! É impossível falar em Viseu sem referir as suas ruas perfeitamente limpas, nos seus jardins imaculados e do paisagismo cuidado em cada espaço, incluindo os bairros, os jardins, as ruas e as tão numerosas rotundas. Não há virtualmente arruamento, avenida ou rotunda feita em Viseu que não tenha um planeamento bem delineado e uma estruturação que inclui o ajardinamento e a inserção na envolvente.
Os seus parques públicos são sobejamente conhecidos, com o Parque do Fontelo e o Parque Aquilino Ribeiro a serem facilmente reconhecidos pela sua excelência. No que respeita a projectos mais contemporâneos, o Parque Linear do Rio Pavia é um exemplo excelente.
A cidade está muito bem servida de escolas (tem algumas das melhores escolas públicas do país), tem boas redes viárias, acessos funcionais, um excelente hospital público, cuidados de saúde privados de primeira qualidade e é muito segura. Para completar este cenário tão positivo a economia da cidade tem vindo a crescer, com empresas de grandes dimensões e tecnologia de ponta a fixarem-se na região, e o mercado imobiliário, embora em crescimento, ainda permite viver com qualidade a preços relativamente baixos. Por tudo isto não é de estranhar que Viseu tenha sido eleita a melhor cidade para viver por dois anos consecutivos.
Obviamente, falar de arquitectos paisagistas em Viseu faz todo o sentido, mas isso não significa que seja imediato encontrar os melhores da região, e é provavelmente essa a razão para estar aqui. A homify presta-lhe um auxílio imprescindível na tarefa de encontrar o profissional certo para o seu projecto. Só precisa de se inscrever na nossa plataforma, fazer a pesquisa pelos profissionais e seleccionar as imagens mais inspiradoras, criando um livro de ideias. Esta ferramenta vai ser-lhe muito útil, seja para escolher entre os profissionais que as criaram ou para mostrar os seus gostos aos profissionais seleccionados. Mas antes de continuar a sua busca leia esta secção para ficar a conhecer melhor estes profissionais e a sua metodologia de trabalho!

O que é a arquitectura paisagística

Basicamente é uma ciência que surgiu há cerca de 150 anos nos Estados Unidos em plena era industrial e existe como profissão em Portugal há cerca de 70 anos. Nasceu da necessidade de integrar e harmonizar a paisagem construída com a paisagem natural e devolver ao ser humano a beleza natural da paisagem, ameaçada pelo carácter cada vez mais utilitário e prosaico das construções. Actualmente a arquitectura assume-se como uma área multidisciplinar, que reúne ciência e arte num só curso superior com o objectivo de criar os ambientes mais bonitos e funcionais, adaptando os espaços naturais às necessidades humanas.
Os arquitectos paisagistas assumiram assim as funções de artistas da paisagem, focados que são em melhorar as condições de vidas das populações e fazer o aproveitamento racional dos recursos naturais disponíveis. Para isso, adquirem um vasto leque de conhecimentos de nível superior em assuntos aparentemente tão diferentes como a arte, a meteorologia, a geografia, a biologia, a arquitectura, entre outras. E, obviamente, em jardinagem também, pois esta actividade é uma parte importante da acção benéfica da arquitectura paisagística.
Estes profissionais podem ter actuação a diversos níveis nos projectos de paisagismo, podendo ir desde pequenos jardins residenciais até ao planeamento das cidades em todos os espaços exteriores (ruas, parques, jardins, fábricas… ) e até ao nível ainda mais abrangente do ordenamento do território.
Ainda há quem pense que o seu trabalho se confunde com o dos jardineiros, mas isso não podia ser mais errado. Embora as duas categorias profissionais trabalhem em conjunto para atingir o resultado final, o que acontece normalmente é os jardineiros serem os responsáveis por concretizar as áreas ajardinadas dos projectos criados pelos arquitectos paisagistas.

O que faz um arquitecto paisagista?

Já referimos as suas tarefas de forma geral, abordando o objectivo final de criação de paisagens perfeitas, mas para o fazer há algumas funções a desempenhar:

  • Planos de paisagismo – são planos destinados a organização da paisagem em pequena ou grande escala, e são dos trabalhos mais requisitados a estes profissionais;
  • Integração paisagística – normalmente esta é uma das partes integrantes dos planos de paisagismo, mas o trabalho pode incidir apenas nela, destinando-se a integrar estruturas construídas na paisagem (muito importante em projectos que envolvem indústrias).
  • Recuperação de paisagens destruídas por eventos catastróficos (incêndios e inundações, por exemplo);
  • Criação de parques e jardins urbanos (privados ou públicos);
  • Criação da paisagem em ruas, avenida, urbanizações, etc.;
  • Observação de patologias numa massa vegetal e criação dos projectos para a recuperação das espécies que a integram;
  • Execução dos planos de gestão paisagística e sua implementação, que inclui a supervisão das equipas de trabalho;
  • Qualificação da paisagem e toda a planificação necessária;
  • Avaliações de impacto paisagístico da actividade humana na paisagem (instalação de empresas, movimentações de terras, construção, etc.);
  • Outras necessárias à boa conclusão dos projectos. 

Preciso mesmo de contratar um arquitecto paisagista?

Depende das suas necessidades. Num projecto pequeno pode aventurar-se e planear a sua própria paisagem, com todos os riscos inerentes à actividade amadora, mas há projectos de maior dimensão em que é imprescindível a intervenção de um profissional qualificado. E não podemos esquecer as vantagens de contratar um arquitecto paisagista:

  • Planificação e método de trabalho;
  • Visão, conhecimentos e experiência;
  • Gestão e economia de recursos;
  • Valorização do imóvel, entre outras.

Em algumas situações é mesmo obrigado a contratar um profissional, pois precisa de entregar o projecto para a envolvente de sua construção na Câmara para fins de licenciamento. O projecto de paisagismo pode ser um projecto da especialidade, dos vários exigidos neste processo, pelo que muitas vezes os arquitectos trabalham em conjunto com arquitectos paisagistas ou aconselham o cliente a contratar um, para entregarem todos os documentos necessários.

Há arquitectos paisagistas em Viseu? Como posso encontrá-los?

Sim, tal como um pouco por todo o país, há arquitectos paisagistas em Viseu, e achá-los não será uma tarefa muito complicada. Já explicámos como fazer na homify, mas há outras pesquisas alternativas que deve considerar para optimizar a sua busca.

Faça também uma pesquisa extensa em todas as ferramentas da Internet, incluindo as redes sociais, como o Facebook, o Instagram ou o LinkedIn. Actualmente praticamente todas as empresas têm páginas de representação nestas plataformas, onde pode também encontrar opiniões e feedback de anteriores clientes, o que pode realmente ser vantajoso.

Utilize também os motores de busca mais globais, como o Google, usando palavras-chave simples como arquitectos paisagistas Viseu e irá obter muitos resultados válidos.

Por último, não descure as opiniões de amigos e família, pois ainda são fontes muito fiáveis de informações e opiniões.

Quanto custa o trabalho de um Arquitecto Paisagista em Viseu?

Os preços dos trabalhos destes profissionais são bastante homogéneos um pouco por todo o país, mas o difícil é estabelecê-los.

Muitas vezes o preço dos serviços destes profissionais inclui-se num projecto mais abrangente prestado por empresas, tornando difícil saber qual é a parcela que se destina ao arquitecto paisagista. Por outro lado, é importante lembrar que o trabalho do arquitecto paisagista pode ir desde o simples plano até à execução e supervisão dos projectos, e esta amplitude de funções faz com que os seus serviços tenham preços muito diferentes, não havendo preços tabelados.

Apesar destas dificuldades em determinar valores certos é comum apontar para valores entre os 10 e os 20% do valor total do projecto.

Pesquisar imagens relacionadas