Arquitetos paisagistas - Ponta Delgada: Encontre os profissionais ideais | homify

0 Arquitetos paisagistas em Ponta Delgada

A sua pesquisa não obteve resultados. Seja o primeiro a carregar fotos nesta categoria.

Arquitectos paisagistas em Ponta Delgada

Ponta Delgada situa-se na ilha de São Miguel que pertence à Região Autónoma dos Açores. É a capital económica desta região e sede de um município com cerca de 69 000 habitantes. Trata-se de uma cidade antiga, mas muito bem equipada e cosmopolita.

Não se pode escrever sobre Ponta Delgada sem pôr em destaque locais tão belos como a Lagoa das Sete Cidades – classificada como Paisagem Protegida -, a Reserva Florestal de Recreio do Pinhal da Paz, a Gruta do Carvão, os ilhéus dos Mosteiros e a zona balnear da Ferraria. É a ilha perfeita para quem gosta de passar tempo ao ar livre com a natureza por perto. Na ilha, pode-se, também, fazer mergulho, diversos trilhos a pé e – porventura a atracção mais emocionante – whale watching!

A Portugal City Brand Ranking da Bloom Consulting classificou Ponta Delgada como um dos melhores locais para se viver. É uma cidade segura com uma oferta cultural considerável e com escolha boas escolhas no que concerne a educação. Trata-se de um concelho empreendedor, mas fiel às suas raízes e tradições.

Este texto é para os nossos leitores que procuram um arquitecto paisagista em Ponta Delgada. Se é o seu caso, tome nota das informações que se seguem.

1. O que fazem os arquitectos paisagistas?

A falta de espaços verdes é um problema crónico de muitas cidades portuguesas que cresceram rápida e desordenadamente sem que se tenha previsto a criação destas áreas que tão importantes são para o bem-estar das pessoas. Os arquitectos paisagistas têm um papel fundamental nesse sentido já que se dedicam a planear, a gerir e a manter o território. Enquanto cidadãos, devemos estar a par e embrenhar-nos em iniciativas de protecção ambiental levadas a cabo pelas autarquias, mas devemos, também, cuidar do “nosso quintal” que, afinal de contas, faz parte da paisagem.

A formação e a actuação dos arquitectos paisagistas percorre diferentes áreas como, por exemplo, a botânica, a geografia, a arquitectura, o design e a construção. Por estas razão, o profissional pode imiscuir-se em projectos de grande dimensão (parques públicos, urbanizações, arruamentos, etc.) ou residenciais (jardim de uma moradia, terraços, etc.). Há arquitectos paisagistas que aceitam projectos de vária índole e outros há que preferem trabalhar em projectos específicos (só residenciais, por exemplo).

Se tem um jardim ou qualquer outro espaço exterior ao qual gostava de dar um novo élan, então considere a contratação de um arquitecto paisagista. Este profissional ajudá-lo a vários níveis: na escolha da vegetação, da iluminação, dos materiais para o piso, dos sistemas de irrigação, na construção de pérgolas, vedações, muros, fontes ou piscinas, na planificação de um layout funcional e harmonioso, na criação de zonas de passagem, entre outras coisas. Os arquitectos paisagistas consideram factores como a exposição solar ou a influência dos ventos e têm em conta o seu orçamento e o uso que dá ao espaço.

2. Por que não contratar um jardineiro?

Há alguma confusão no que toca aos campos de actuação dos arquitectos paisagistas e dos jardineiros. Em linhas gerais, o trabalho dos arquitectos paisagistas é mais abrangente, sendo que os profissionais precisam de formação superior para exercer. O jardineiro, por sua vez, dedica-se apenas ao cultivo e à manutenção dos jardins, podendo cooperar com o arquitecto, intervindo somente nas partes plantadas dos projectos. Para o efeito, deve ser conhecedor das características das plantas, dos solos e do clima, das pragas e das doenças que podem afectar a plantas, dos métodos de irrigação, e assim por diante.

Se o seu projecto não implicar mudanças estruturais e quiser apenas cuidar das zonas verdes, bastar-lhe-á recorrer ao serviço de um jardineiro.

3. Quanto custa contratar um arquitecto paisagista?

A qualidade de um projecto depende, em grande parte, da criatividade do profissional que o executar, mas o orçamento é, também, incontornável. O preço pode variar significativamente em função da complexidade do projecto, da reputação do arquitecto paisagista e do grau de envolvimento do mesmo. Não lhe podemos dar um valor concreto, mas podemos deixar-lhe os valores médios praticados em Portugal. Assim, pode usá-los como referência antes de aceitar uma das propostas orçamentais que lhe forem apresentadas:

  • Os arquitectos paisagistas ganham entre 10% a 20% do valor total do projecto. Logo, de um projecto que custe, por exemplo, 20000€, o arquitecto paisagista retirará entre 2000€ a 4000€.

Note-se que os orçamentos detalhados são apenas apresentados aquando do projecto de execução. Antes disso, há o estudo prévio que compreende uma estimativa orçamental básica. O projecto de execução já contém, inclusive, os preços obtidos após os fornecedores serem consultados.

4. Que plantas melhor se adaptam a Ponta Delgada?

Ponta Delgada tem um Verão curto, morno e de céu quase sempre sem nuvens. Já o Inverno, é longo, ameno e com ventos fortes. A temperatura, ao longo do ano, oscila entre os 13ºC e os 25ºC e não costuma ser inferior a 10ºC ou superior 27ºC.

No arquipélago dos Açores, há cerca de 60 espécies endémicas de árvores, arbustos e plantas. O clima peculiar das ilhas levou a que certas espécies fossem exclusivas. Entre elas, está a urze, o queiró, o louro, o cedro-das-ilhas (nos outros sítios, é apenas um arbusto, mas, nos Açores, transforma-se numa árvore de grande porte) e a faia-das-ilhas. A estas espécies juntam-se a criptoméria e a acácia e outras que foram, mais tarde, introduzidas: as famosas hortênsias (também conhecidas como hidrângeas), as azáleas e as camélias. Nas zonas mais remotas, encontra-se mogno.

5. O que considerar antes de contratar um arquitecto paisagista em Ponta Delgada?

Se está determinado a contratar um arquitecto paisagista em Ponta Delgada, considere as questões que se seguem para se assegurar de que tem os melhores resultados:

  • Comece por analisar os portefólios de vários arquitectos paisagistas em Ponta Delgada. Não se apresse a fazê-lo. Tenha em conta o estilo dos projectos, a atenção ao detalhe revelada e até a forma como o portefólio foi organizado. Este último ponto parece um detalhe, mas, na verdade, a qualidade das fotografias e do portefólio é reveladora da dedicação e perfeccionismo do profissional ou atelier.
  • Durante o processo de análise, aproveite para procurar o feedback deixado pelos antigos clientes. É provável que encontre estas opiniões nas páginas nas redes sociais ou no Google My Business, caso a empresa esteja lá registada.
  • Se for possível, visite os locais dos projectos já concluídos (se forem públicos, é mais fácil conhecer de perto o trabalho preconizado pelo especialista). Deste modo, ficará ao corrente da cultura de trabalho do arquitecto.
  • Marque reuniões com os profissionais que lhe parecerem mais adequados e aproveite a ocasião para colocar questões e comunicar as suas ideias para o espaço. Certifique-se de que o profissional entende a sua visão criativa e que é uma pessoa disponível e comunicativa.
  • Peça estimativas orçamentais - como acima mencionado – e analise minuciosamente as propostas. Há clientes que, por uma questão de preços, pedem o estudo prévio a um atelier e entregam a um execução a outro. É uma hipótese, mas parece-nos mais seguro e consistente manter-se com o mesmo profissional do início ao fim.
  • Depois de escolhido o arquitecto, peça um plano de acção detalhado que inclua tudo o que precisa de ser comprado e que contenha informação em relação aos preços e às marcas. Esta lista é útil para comparar o que lhe foi prometido e o que foi cumprido, tanto no que diz respeito ao investimento como à qualidade.
  • Discuta os prazos com o arquitecto paisagista para se assegurar de que cada etapa está a ser concluída dentro do tempo normal. É provável que surjam alguns imprevistos, sobretudo quando se trabalha no exterior e se depende das condições climatéricas. Seja vigilante, mas compreensivo. 
  • Verifique se todos os profissionais envolvidos na obra estão protegidos por um seguro de acidentes de trabalho.

6. Onde posso encontrar um arquitecto paisagista em Ponta Delgada?

Na homify, reunimos milhares de projectos na área da arquitectura – a arquitectura paisagista é, também, contemplada -, do design, da decoração e da construção. Para além de poder tirar ideias destes projectos, pode entrar em contacto com os profissionais por eles responsáveis. Todas as imagens que encontra na nossa galeria estão creditadas e todos os profissionais têm a sua própria página, dentro do homify, onde partilham os projectos que desenvolvem e as informações de contacto. Dito isto, importa sublinhar que a homify não desenvolve projectos de arquitectura paisagista – nem de outra natureza -, mas dá a conhecer quem o faça em diferentes pontos do país.

Recordamos, ainda, que os nossos leitores se podem inscrever, sem custos, na nossa plataforma e criar os seus próprios álbuns para guardar as imagens de que mais gostam. Assim, se estiver à procura de ideias para o seu jardim, pode criar um álbum só com fotografias de jardins de que gosta.

A sua procura não tem que se restringir à homify. Se não encontrar o profissional certo aqui, faça uma pesquisa na Internet e tire partido das redes sociais (Facebook, Instagram e Twitter) nas quais pode pedir, directamente, recomendações aos seus amigos ou seguidores. Faça uso das palavras-chave “arquitectos paisagistas em Ponta Delgada” ou “jardins Ponta Delgada” para chegar às empresas que prestam este serviço.

Indague, igualmente, junto dos seus amigos e familiares e esteja atento às revistas e blogues da área (jardins e paisagismo).

Recomendado:

Pesquisar imagens relacionadas