Arquitetos paisagistas - Oeiras: Encontre os profissionais ideais | homify

14 Arquitetos paisagistas em Oeiras

Oeiras – Arquitectos Paisagistas

Oeiras é uma vila, em jeito de postal. Desenvolve-se à beira mar e é casa de algumas das melhores e mais conhecidas praias de Portugal. O Passeio Marítimo, que se estende ao longo de 3500 metros, é o sítio perfeito para passear, para desfrutar de agradáveis momentos de lazer e para praticar desporto. A guardá-lo, estão as imponentes e centenárias fortificações marítimas, incontornáveis quando se fala sobre o património do município.

A vila não é grande, mas é densamente povoada, designadamente por pessoas que trabalham em Lisboa, mas escolheram Oeiras para morar. Em termos económicos, é um pólo autónomo, figurando como um dos concelhos mais desenvolvidos e ricos da Península Ibérica e da Europa. É o segundo concelho em Portugal com mais poder de compra e também aquele onde há se concentram mais pessoas com estudos superiores. Do ponto de vista do tecido empresarial, as referências não podiam ser melhores. Não faltam, em Oeiras, multinacionais de renome.

Está a pensar construir casa em Oeiras ou já tem casa, mas precisa de alguém que o ajude a fazer o planeamento do espaço exterior? Então, deve contratar um arquitecto paisagista. O clima temperado marítimo do concelho é perfeito para que a vida se viva ao ar livre, designadamente no seu jardim!

1. Quais são as funções mais importantes dos arquitectos paisagistas?

Para além dos diferentes tipos de vegetação, uma paisagem residencial pode exigir a incorporação de decks, de sistemas de irrigação, de iluminação, de piscina, de zona de brincar para as crianças, de barbecue/cozinha ao ar livre, entre outras estruturas. O arquitecto paisagista ajudá-lo-á a planear o espaço exterior, integrando estes elementos de uma forma lógica, funcional e visualmente apelativa.

Este profissional saberá chegar a um equilíbrio entre as paisagens rígidashardscape (alvenaria e madeira) – e as paisagens suavessoftscape (elementos hortícolas). Além do mais, estará preparado para solucionar eventuais problemas e, por outro lado, para tirar o máximo de proveito das qualidades do local (boa exposição solar, vista panorâmica, solo rico, etc.). No projecto, pode, ainda, ser necessário prever a entrada pedonal e a entrada para os carros, bem como determinar a área indicada para o estacionamento dos mesmos.

A escolha dos materiais e a contratação dos profissionais necessários ao projecto será, igualmente, da responsabilidade do arquitecto paisagista. O trabalho, levado a cabo, deve obedecer a um orçamento previamente discutido.

2. O que considerar antes de contratar um arquitecto paisagista?

Para se assegurar de que terá os melhores resultados, deixamos-lhe alguns aspectos a considerar antes de contratar um arquitecto paisagista:

    ·    Faça uma pesquisa minuciosa sobre o background de alguns arquitectos antes de contratar alguém. Leve o seu tempo a analisar os portefólios e tente perceber que arquitectos têm um estilo que mais se aproxima do seu;

    ·    Peça referências e/ou veja feedback de antigos clientes. Se possível, visite projectos em desenvolvimento ou já concluídos. Desta forma, ficará a par da cultura de trabalho seguida pelo arquitecto e compreenderá os problemas comuns e as mais-valias intrínsecas à contratação deste profissional;

    ·    Peça ao arquitecto um plano de acção detalhado. Assegure-se de que esse plano contém uma lista completa de tudo o que precisa de ser comprado, assim como os detalhes em relação às marcas e aos preços. A lista permitir-lhe-á verificar a diferença entre o que lhe foi prometido e o que foi cumprido, tanto em termos de qualidade como de investimento;

    ·    Coloque questões sobre os empreiteiros e os outros profissionais que vão estar envolvidos no projecto (que trabalhos já desenvolveram, se têm seguro, se costumam trabalhar com o arquitecto por si escolhido e assim por diante);

    ·    Peça ao arquitecto uma linha de prazos para o cumprimento de cada etapa do projecto. É importante que o faça para perceber se tudo está a evoluir dentro dos tempos normais. Também pode perguntar se existe um plano de contingência para imprevistos. É essencial haver sempre um plano B para dar resposta a contratempos (más condições climáticas, atrasos devido às pessoas envolvidas na obra, demora na recepção dos materiais, etc.).

    ·    Assegure-se de que o arquitecto compreende todas as suas necessidades e que as tem em consideração. Há clientes que pedem, inclusive, pequenos resumos sobre o trabalho diário para estarem por dentro do projecto.

3. Qual é a diferença entre um arquitecto paisagista e o designer paisagista?

Muitas vezes, as pessoas confundem os arquitectos paisagistas com os designers paisagistas. Afinal de contas, o que é que os distingue?

O arquitecto paisagista está incumbido de analisar, de planear, de executar e de gerir o projecto e todos os profissionais envolvidos. Isto requer uma licenciatura em Arquitectura Paisagista e, posteriormente, experiência profissional na área.

Pelo contrário, os designers paisagistas não precisam de uma licenciatura, mas fazem, por norma, pequenos cursos ou formações que enriquecem o currículo. O designer paisagista foca-se, sobretudo, no design e na manutenção do jardim e envolve-se em projectos de menor dimensão. 

Em conclusão, as valências do arquitecto paisagista são mais amplas do que as do designer paisagista. Os arquitectos debruçam-se sobre grandes projectos comerciais, assim como sobre projectos públicos, enquanto os designers trabalham, sobretudo, em projectos residenciais.

 

4. Quanto custa o serviço de um arquitecto paisagista e como posso reduzir os custos?

O custo de contratação de um arquitecto paisagista depende, designadamente, da escala do projecto.

Os arquitectos fazem uma avaliação do trabalho e de tudo o que este envolverá e elaboram, em função disso, um orçamento detalhado. O cliente deve, no entanto, adiantar o valor que pretende gastar para que fique claro, à partida, até onde pode ir o projecto.

Se tiver um orçamento muito reduzido, pode consultar o arquitecto paisagista apenas para lhe fazer o design do jardim. Neste caso, a execução fica a seu cargo. Realçamos, porém, que nem todos os profissionais aceitarão esta proposta, mas pode indagar.

Sugerimos que peça vários orçamentos. Não se conforme com o primeiro que receber. É crucial ter margem de comparação para garantir uma escolha sustentada numa boa relação qualidade-preço. O arquitecto pode cobrar à hora ou apresentar o custo total.

5. Como encontro um arquitecto paisagista em Oeiras?

Use a homify para encontrar um gabinete de arquitectura paisagista, em Oeiras. Para além de termos vários gabinetes da área registados na nossa plataforma, também lhe damos acesso aos projectos e aos contactos telefónicos e de e-mail dos mesmos.

Recorra à Internete às redes sociais (Instagram, Facebook, entre outras) quando fizer a sua pesquisa. Pode pedir, directamente, uma recomendação ou procurar, através das palavras-chave, arquitectos paisagistas na sua zona.

As revistas sobre a área são, também, boas fontes de informação, assim como lojas de jardinagem (e de construção e bricolage, no geral).

Tem amigos, colegas e familiares que já recorreram a este serviço? Fale com eles. Aliás, mesmo que não tenham precisado de um arquitecto paisagista, podem dar-lhe uma boa dica.

Favoreça a contratação de um arquitecto paisagista de Oeiras. É uma forma de promover os profissionais locais e de dar força à economia do sítio onde vive. Um arquitecto de Oeiras saberá, entre outras coisas, quais os melhores parceiros para o projecto e seleccionará o tipo de vegetação adequado para o clima e solo da região.

Pesquisar imagens relacionadas