141 Arquitetos em Sintra

Área servida

Características arquitetónicas de Sintra

Sintra é uma das vilas portuguesas com mais história, e a sua Paisagem Cultural é inclusivamente Património Mundial da Unesco. No seu perímetro urbano podem encontrar-se vestígios de quase todas as épocas da História de Portugal, e inclusivamente marcos importantes da história Europeia. Arquitetos portugueses a par de sonantes nomes estrangeiros foram criando uma localidade única, plena de história e antiguidade.

Na serra encontramos ícones da arquitetura portuguesa como o Castelo dos Mouros, de influência árabe, o Palácio da Pena, com as suas múltiplas influências que incluem o gótico, o manuelino e o renascentista, e o palácio de Seteais, neoclássico e romântico. E exemplos de influência estrangeira, como a propriedade de Monserrate, da autoria de Gerard Devisme, com a sua aparência oriental. 

Mas há muito, muito mais… O clima desta região, a mística das suas florestas e a fertilidade dos seus campos sempre atraíram nobres e pessoas influentes que ao longo dos séculos foram tornando a região cada vez mais rica com as suas residências apalaçadas. Mosteiros e claustros, capelas e ermidas, sucedem-se pelos penhascos e bosques, com as mais diversas influências datadas do período construtivo, dando à arquitetura o cunho religioso. 

Na vila em si, as construções de elevado valor histórico sucedem-se, numa miscelânea de estilos que vão do mais simples aos mais refinados. Como pontos mais fulcrais na arquitetura dentro da própria vila podemos destacar o edifício da Câmara Municipal (datado de 1154) e o Palácio Nacional de Sintra (por séculos a morada de verão da família real portuguesa). Mas a maior parte dos edifícios são antigos, cheios de caráter e refinamento. 

Os materiais mais usados nas edificações são os mais clássicos, como a pedra, a madeira e, nos telhados, a intemporal telha portuguesa, o que também pode encarecer qualquer construção ou renovação que se queira levar a cabo. 

Por tudo isto, não é de estranhar por isso que Sintra seja ainda hoje em dia a moradia de ricos e famosos, que ali perpetuam uma vida de luxo. Famílias antigas, mas também mais recentemente muitos estrangeiros, com capital para investir, e que ali encontraram a sua casa de sonho.

Restrições à construção 

Como em qualquer localidade portuguesa a construção em Sintra está regulamentada por instrumentos de gestão territorial, como o Plano Diretor Municipal e o Plano de Urbanização. As exigências impostas a cada tipo de construção dependem diretamente do tipo de zona em que está inserida, o que se traduz em limitações bastante severas quando toca a construir ou a reconstruir edifícios em zonas de proteção de imóveis classificados ou junto a construções de interesse histórico. Obviamente que em Sintra, devido ao elevado número deste tipo de edifícios, qualquer construção ou reabilitação tem de ser alvo de um projeto muito específico, cheio de restrições e com um controlo apertado. Inclusivamente qualquer construção ou projeto de alteração nas proximidades de edifícios classificados de interesse histórico (conforme descrito no Plano Diretor Municipal) tem obrigatoriamente de ser feito por um arquiteto

Em perímetro urbano, apenas são admitidas novas construções se estas ficarem localizadas a menos de 25 metros de edificações existentes, construídas e licenciadas à data de entrada em vigor das presentes medidas preventivas e sejam servidas de infraestruturas urbanas, nomeadamente arruamento pavimentado, redes de abastecimento de água e de escoamento de esgotos domésticos e fornecimento de energia elétrica.

Quanto custa construir uma casa em Sintra 

Devido às restrições anteriormente referidas as construções novas ocorrem sobretudo nos limites exteriores da vila, ou em populações adjacentes. 

O que tem ocorrido mais frequentemente na área urbana são as reconstruções e as reabilitações de edifícios antigos. Devido à forte componente turística desta área muitos destes projetos destinam-se casas para alugueres de curta duração. Por outro lado, a grande procura de terrenos e casas antigas por parte de forasteiros fez subir os preços desta zona já de si nobre, e por isso cara, tornando-a muitas vezes proibitiva. 

Dentro da vila ainda é possível construir, mas mais uma vez, aqui o fator mais restritivo é mesmo o preço do próprio terreno, que se aproxima dos 400 euros por metro quadrado. Nos arredores, serra e demais envolvente da vila (não nos estamos a referir ao município, mas somente à vila de Sintra) os preços variam muito, mas têm vindo em constante subida com a recente descoberta de Portugal como um destino para viver por parte de muitas figuras públicas internacionais. 

Se pretende viver nesta zona belíssima e privilegiada pode optar por uma casa antiga para reconstruir. Vai encontrar preços desde 100.000 Euros por uma moradia de tipologia T1 até aos milhões de euros. 

Nos arredores é mais fácil encontrar um terreno compatível com um orçamento mais baixo, e conseguir construir uma casa de estilo moderno se for essa a sua vontade. Consegue encontrar uma casa pronta a habitar nos arredores de Sintra, usada, com tipologia T3 por cerca de 250.000 Euros.

Porque devo escolher um profissional de arquitetura da zona de Sintra? 

Com todas as restrições arquitetónicas que uma construção nova ou uma recuperação nesta zona implicam, e tendo em conta que a submissão deste tipo de projetos depende diretamente de um arquiteto o mais aconselhável mesmo é encontrar um profissional de arquitetura desta região pois ele, melhor do que qualquer outro, vai conhecer em detalhe essas restrições e dar-lhe as opções mais compatíveis. Um arquiteto desta região estará com certeza familiarizado com os materiais a usar e com os estilos arquitetónicos adequados a cada localização (dentro ou fora do perímetro urbano, proximidades com edifícios classificados, entre outros). 

Por outro lado, e tendo em conta o clima da região, com os seus invernos muito chuvosos, um arquiteto experiente, com conhecimento de causa, será efetivamente a escolha mais segura.  Nesta demanda a homify pode ser-lhe de grande ajuda, disponibilizando contactos de profissionais nas várias regiões do país. 

Se não encontrar um arquiteto especificamente da vila de Sintra recorra a profissionais de áreas geográficas muito próximas no distrito, como Odivelas. Massamá ou Cascais, que de certeza terão esse tipo de conhecimentos.