Arquitetos de interiores - Viana Do Castelo: Encontre os melhores profissionais | homify

2 Arquitetos de interiores em Viana Do Castelo

Área servida

Viana do Castelo – a pérola do Minho

O norte de Portugal é como uma viagem no tempo…   Depois de passar o Porto e continuar mais acima, já quase em Espanha, deparamo-nos com magníficos monumentos, catedrais e castelos. O próprio clima faz com que tenhamos a sensação de uma breve viagem no tempo, por ser diferente do que fica mais a sul. 

Viana do Castelo é uma cidade interessante, das mais bonitas de Portugal – nem muito pequena, nem muito grande, apenas do tamanho certo. É uma cidade rica em história, em património e em cultura. Aliás, diz-se que os fenícios deixaram como herança uma tradição cultural da cidade de Viana do Castelo. O Ouro de Viana, é um conjunto de técnicas de produção de joias com o uso de filigranas. Uma técnica que é valorizada na região e fora dela, sendo que o trabalho manual do Ouro de Viana foi passado de geração para geração e mantém-se até hoje.

Atualmente, este concelho conta com, mais ou menos, 85 445 habitantes, está subdividido em 27 freguesias, numa área que se estende a 319,02 km².

Se mora em Viana do Castelo e procura um arquiteto de interiores para valorizar o seu bem imobiliário – ou qualquer outro espaço – tenha em conta toda a informação que se segue e saiba onde encontrar um profissional à altura das suas expetativas!

Em que consiste um projeto de arquitetura de interiores?

O projeto de arquitetura de interiores consiste em trabalhar os espaços, de modo a obter um resultado funcional e estético, proporcionando ambientes interessantes e que estejam em harmonia com os seus moradores. São tidos em consideração vários critérios, desde do design do espaço e as expectativas do proprietário. Todo o projeto acaba por jogar com os volumes, equipamentos, mobiliário, mas também com as várias instalações necessárias que permitem criar um espaço agradável para viver. 

Dentro do novo projeto, os profissionais também procuram valorizar, modernizar e aperfeiçoar toda a estética da casa. Para tal, pode ser necessário remover paredes, criar divisórias, unir a sala e a cozinha, transformar a casa de banho ou trocar os equipamentos. Contudo, todas estas mudanças devem respeitar as normas e as regras vigentes, sendo, por vezes, necessário pedir licenças e autorizações para obras. Mas o profissional é o responsável por estes procedimentos.

Além disso, este projeto de arquitetura de interiores também envolve o toque pessoal do cliente, que passa pela alteração de cores, de volumes e materiais básicos de equipamentos ou móveis. A localização de cada peça de mobiliário não deve ser minimizada, pois é importante para que todo o design de interiores seja estético e agradável. Para completar o conjunto, o projeto de iluminação não deve ser descurado, de modo a criar um ambiente charmoso e acolhedor em toda a casa.

Por que deve recorrer a um arquiteto de interiores?

A renovação do interior é um grande projeto arquitetónico que requer um grande know-how no campo do design espacial. Neste caso, os proprietários que querem reestruturar um espaço em sua casa, tal como a criação de um quarto extra, a transformação de uma casa de banho numa suite ou a troca de certas divisões, devem contratar um arquiteto de interiores. 

Não há dúvidas que, o serviço de um profissional especializado nesta área é crucial, para uma melhor otimização dos espaços. O arquiteto de interiores é o único profissional que se pode responsabilizar para projetos relativos à alteração dos espaços de uma casa. Contudo, as habilidades destes especialistas não se limitam à alteração dos layouts, pois também são capazes de planear uma nova decoração, sugerir novos móveis, alterar os pontos de luzes, entre outros aspetos que os clientes irão querer alterar. 

Como se organiza um projeto de arquitetura de interiores?

A homify partilha consigo as várias etapas da organização de um projeto de arquitetura de interiores. Tome nota: 

  1. Reunião: poderá ter que se reunir com dois ou três profissionais diferentes -  aqueles que selecionou no momento da sua pesquisa. Nesta fase é importante perceber se existe ou não empatia com o profissional. São discutidas várias questões, como os seus objetivos, gostos, ideias e necessidades. Pode partilhar com o arquiteto de interiores alguns moodboards que realizou ou os seus álbuns de imagens guardados na sua página da homify;
  2. Orçamento: depois do profissional ter percebido as suas intenções, é lhe facultado um orçamento que será aprovado ou não por si. Se este for aprovado, o contrato ficará celebrado e o projeto pode avançar;
  3. Medições: depois de assinar o contrato de trabalho e ter acordado todos os detalhes, o processo passa a ser cada vez mais prático. Nesta fase, o profissional precisa de um máximo de detalhes, como informações do imóvel: medidas, se existem ou não restrições na estrutura, entre outros detalhes. O arquiteto analisa as plantas e mede, pessoalmente, os espaços (altura, largura, comprimento e ângulos); 
  4. Projeto: o arquiteto de interiores tem, agora, todos os dados para começar a desenhar o projeto. Serão criadas plantas 3D, renders e outros tipos de desenhos, com toda a descrição necessárias, para não deixar margens para dúvidas. Nas plantas serão desenhados o posicionamento dos móveis, o estilo do ambiente, a paleta cromática e todos os elementos decorativos. O especialista terá em conta os pontos de luz e de ventilação natural. Depois de ser apresentado e aprovado pelo cliente, pode avançar-se à etapa mais aliciante – a realização;
  5. Execução: nesta última fase, o profissional põe em prática o projeto acordado pelo cliente. O processo pode ser mais ou menos longo, depende da envergadura da obra. Normalmente, o arquiteto de interiores conduz todo o trabalho até estar totalmente concluído. É o mediador de toda uma equipa (canalizador, pintor, colocador de piso, eletricista, etc.) e partilha com o cliente todo o desenvolvimento da obra. Basicamente, o cliente não precisa de se preocupar com nada.

Onde posso encontrar um arquiteto de interiores em Viana do Castelo?

Há várias formas de encontrar um arquiteto de interiores na zona de Viana do Castelo, até porque pode alargar a sua pesquisa às cidades vizinhas, sem que para isso sejam cobrados valores de deslocações muito altos. 

Para encontrar um profissional deve então: 

  • usar as suas redes sociais (Facebook, Twitter ou Instagram), como vê as redes sociais têm várias finalidades, sendo que são um excelente meio para pesquisar através de hashtags ou para fazer um pedido de recomendação sobre profissionais, espaços ou serviços;
  • informar-se juntos dos amigos, familiares, colegas ou vizinhos. Pergunte-lhes se conhecem um arquiteto de interiores na região ou se conhecem alguém que lhe possa dar recomendações;
  • pesquisar na internet através de motor de busca, como o Google, por arquitetos de interiores em Viana do Castelo é bastante rápido e fácil de fazer; 
  • navegar pela homify é a alternativa mais prática, porque é bastante direcionada e de confiança. A homify tem os contactos dos melhores profissionais do país, como pode conferir através dos projetos disponíveis na página;
  • ver em revistas da especialidade também pode enriquecer a sua pesquisa, quer em termos de contactos, como de inspiração; 
  • contactar lojas de decoração ou de materiais de construção é outra alternativa. Geralmente, os arquitetos de interiores compram material para os seus projetos.

Quanto custa o serviço de um arquiteto de interiores em Viana do Castelo?

Os orçamentos de projetos de um arquiteto de interiores irão variar, consoante vários aspetos, tais como:

  • o reconhecimento do profissional no mercado;
  • a complexidade da obra;
  • os metros quadrados a intervir;
  • as exigências do cliente;
  • o cumprimento de prazos.

Neste sentido, qualquer média de valores pode rapidamente tornar-se inválida, porque dependerá sempre do projeto em específico. Não hesite em pedir vários orçamentos – três no mínimo- para obter um valor próximo da sua realidade. Geralmente, os profissionais fornecem-no gratuitamente. No entanto, saiba que os honorários do profissional que realizou o projeto, tem um custo de cerca de 10% do valor total do projeto.

Não saia da homify, sem aprofundar os seus conhecimentos: O que é a arquitetura de interiores? Tudo o que deve saber!

Pesquisar imagens relacionadas