Cozinhas modernas por GUTMAN+LEHRER ARQUITECTAS

Máquina de lavar roupa

Máquina de lavar roupa

É uma grande aliada das nossas rotinas, facilita imenso a nossa vida, é uma grande companheira e amiga, ela ajuda nos momentos de grande aperto. Ela é a máquina de lavar roupa!
É uma grande aliada das nossas rotinas, facilita imenso a nossa vida, é uma grande companheira e amiga, ela ajuda nos momentos de grande aperto. Ela é a máquina de lavar roupa!

A história da máquina de lavar roupa

Hoje muito expandida nos lares domésticos, a máquina de lavar roupa tem uma longa história por detrás dela, é o eletrodoméstico mais presente depois do frigorífico. É o símbolo mítico da sociedade de consumidores, mas nem sempre foi assim, como a conhecemos hoje, ela sofreu imensas evoluções…

Bem antes das máquina de lavar, no século XII, a roupa era lavada à mão pelas lavadoras, nos rios ou nas fontes. Aí as mulheres partilhavam momentos muito sociáveis, como pôr a conversa em dia ou falar de algumas cusquices da vila, ao mesmo tempo que exercitavam os braços. Em Portugal, em muitas vilas, existem ainda estas fontes com tanques públicos, mas são raramente usados. O trabalho de lavar roupa a mão era muito duro e exaustivo, as lavadoras ficavam ajoelhadas dias inteiros, de verão como de inverno. A roupa era esfregada, batida em cima de pranchas de madeira ou de pedra, lavadas com sabão e por vezes branqueada com carvão. A primeira patente para a máquina de lavar foi emitida pelo americano Nathaniel Briggs, em 1797. No entanto, é o Jacob Christian Schäffer que é o primeiro autor. A primeira máquina de lavar foi criar por um francês, em Inglaterra, em 1830. A primeira máquina elétrica – Thor – foi criada por Alva Fisher, em 1907, em Chicago. Este foi então o grande boom da máquina de lavar, que fez com que a máquina funcionasse eficazmente. A partir dos anos loucos – década de 20 – é que as máquinas começaram a aparecer no mercado, declinadas em diferentes modelos, até têm a capacidade de centrifugar, com duas velocidades! Em 1960, foi restaurado o sistema de enxaguadura por centrifugação. Sendo que, a invenção do relógio de alarme passou a permitir a programação da máquina, para a duração do ciclo de lavagem. As máquinas de lavar roupa são assim, mais sofisticadas e fornecidas de várias opções, que as tornaram práticas e funcionais. Mas mesmo assim, são bem diferentes das máquinas dos nossos dias. Ao longo dos anos, houve cada vez mais interesse em desenvolver este eletrodoméstico, várias marcas foram surgindo, apresentando máquinas cada vez melhor. Em poucos anos, o desenvolvimento foi significativo. No anos 80, mais de 80% da população tinha máquina de lavar em sua casa. Hoje em dia, e já no século XXI, a máquina de lavar é bastante sofisticada, com mil e uma funções, até já existem máquinas de lavar e de secar, um dois em um. Mas mesmo assim, os fabricantes não param por aqui. Há sempre por onde melhorar e aperfeiçoar, seja no design, na cor, na rapidez, na eficiência, na velocidade, no consumo (eletricidade e água), no design, na performance, no ruído, nas funções e programações (90º, 60º, 40º, 30º, delicado, mão, sintético, lã… ) etc.

Enfim, as máquinas de lavar são hoje as nossas grandes amigas lá de casa, facilitam imenso o trabalho doméstico. Basta uma avaria, para causar um grande transtorno lá em casa. Já viu o que é lavar lençóis, toalhas, calças, camisolas sempre que necessário? Temos muito que agradecer ao avanço e desenvolvimento tecnológico. E, nós, cá estamos para acrescentar mais sobre a história da máquina de lavar roupa.

Como escolher uma máquina de lavar roupa?

Perante tanta diversidade de modelos de máquina de lavar roupa poderemos ficar confusos, na hora de comprar uma – desde da mais simples até às mais completas. O objetivo é responder às diferentes necessidades de cada família. Aqui, na homify, damos-lhe algumas pistas para o guiar nesta procura, que não é nada fácil. Para além disso, pode encontrar na nossa plataforma livros de ideias e produtos, só precisa de navegar pela página, temos aqui grandes inspirações, dicas e soluções.

Antes de mais, é importante ter noção que esta questão vai muito além do valor: é preciso pesquisar cada detalhe do produto, associando-as às necessidades da família, ao espaço disponível, entre outros pontos.

Vejamos os diferentes tipos de máquinas de lavar:

Automática: estas permitem a programação de um ciclo completo, desde encher a máquina de água até centrifugar. Coloca-se o detergente e amaciador e pronto, sai daí uma roupa lavada e bem cheirosa. São práticas e fáceis de usar, ideais para a correria do dia-a-dia. São geralmente, mais caras que as semi-automáticas.

Semi-automáticas: são máquinas mais baratas, mais económicas quer ao nível do consumo de água, como de energia. São perfeitas para as pessoas que têm mais tempo para acompanhar a lavagem. Necessitam de maior atenção na lavagem, é necessário carregar a água e não têm a opção de centrifugar, o que acaba por não gastar tanto a roupa. Para secar a roupa, é necessário procurar um lugar bem ventilado, uma vez que a roupa sai bastante húmida.

lavar e secar: hoje já é possível ter uma máquina dois em um – de secar e lavar – sem precisar de ter dois eletrodomésticos a ocuparem espaço. Apesar, desta opção ser mais cara do que uma máquina tradicional, acaba por poupar uma vez que não precisa de comprar duas máquinas. Elas são páticas, uma vez que basta colocar roupa suja na máquina e retira-se lavada e seca. Talvez a sua eficiência deve ser ainda melhorada, pois no caso de peças mais grossa, a secagem não fica a 100%, tendem a ficarem um pouco húmidas. Além disso, elas possuem uma tecnologia avançada que permite economizar energia e evitar o desperdício de água.

A eficiência energética

Como sabe, os preços das máquinas de lavar diferem de produto para produto, além de terem tecnologias diferentes ou um design mais avançado, há outro fator que influencia o preço: a eficiência energética. É utilizada uma escala de classificação que permite identificar as máquinas mais ou menos eficientes ao nível da energia, a água que consomem ou o ruído que produzem. As máquinas de lavar roupa são classificadas de acordo com uma escala, de 7 classes, de A+++ (mais eficiente) a D (menos eficiente). Esta etiqueta é neutra quanto ao idioma e é igual em todos os países europeus. As máquinas de lavar A+++ são mais caras do que as outras, mas no fim de sete anos, mais ou menos, o custo é amortizado nas despesas de consumo energético e de água.

Programas de lavagem

As máquinas de lavar hoje em dia, oferecem uma uma panóplia de funções/opções, que garantem a lavagem mais adequada para cada tipo de roupa –  lençóis, calças de ganga, roupa interior, lãs… Um fator que deve ser estudado por si.

O tamanho da máquina

O tamanho da sua máquina dependerá sempre do número de pessoas do seu lar e do espaço que dispõe. Por exemplo, uma máquina de 3 ou 5kg poderá ser suficiente se viver sozinho ou a dois. Para uma família grande, convém uma máquina maior, sendo 7kg recomendável. Mas, é perfeitamente possível encontrar no mercado, máquinas maiores, mais industriais. Ideais para lavar cobertores e edredões ou para famílias numerosas.

Onde pôr a máquina de lavar?

Essa é uma questão que depende muito da construção da sua casa. Geralmente, o seu lugar já vem definido na arquitetura, pelos tubos e cabos. Mas se não for do seu agrado, é possível alterar. Em Portugal, o mais comum, é a máquina de lavar estar na cozinha. No norte da Europa é na casa de banho. E para os sortudos, com uma casa maior, será na lavandaria.

Agora não há razão para não comprar a máquina de lavar certa!

Casas modernas por Casas inHAUS

Precisa de ajuda com um projecto em sua casa? Entre em contacto!