LUGAR DAS LETRAS: Casas minimalistas por MH PROJECT

12 recuperações geniais, todas nacionais

Elisabete Figueiredo – HOMIFY Elisabete Figueiredo – HOMIFY
Loading admin actions …

Em Portugal temos sempre a ideia de que lá fora se faz melhor. Falamos muitas vezes num discurso nacionalista, e dizemos o que é nacional é bom! Mas depois damos prioridade e valorização a profissionais que vêm de fora, por vezes sem outra mais-valia que a internacionalização…  

Porquê? Será fado? Portugal tem profissionais fantásticos, em várias áreas de atividade, que na maior parte das vezes são obrigados a procurar o reconhecimento lá fora! 

É preciso mostrar o que é nosso, o nosso saber fazer. E para isso cá estamos nós na homify, a abrir caminho ao que de melhor se faz em Portugal e a mostrar o génio da alma lusa!

Hoje trazemos-lhe uma seleção de quinze projetos de recuperação de edifícios. Quinze obras que muito contribuíram para preservar o património habitacional do nosso país e ao mesmo tempo melhorar o aspeto das nossas cidades, vilas e aldeias, sem as descaracterizar da sua essência. Todos portugueses, todos geniais!

1. De casa do terror a vivenda que faz furor

Casa em S. Pedro do Estoril: Casas modernas por Ricardo Moreno Arquitectos
Ricardo Moreno Arquitectos

Casa em S. Pedro do Estoril

Ricardo Moreno Arquitectos

Calma, a imagem é medonha, mas é o antes de um projeto de recuperação e reabilitação sem precedentes levado a cabo pelo Arquiteto Ricardo Moreno na construção da sua própria casa! Uma grande parcela de terreno ocupado por ruínas foi a base de todo o sonho e as descarnadas paredes deram caráter a uma moradia incrível, muito moderna e com a dose certa de história. Conheça toda a história no artigo ’Aconchego, delicadeza e estilo: uma casa encantadora’.

2. Mudança de aprendizagens

LUGAR DAS LETRAS: Casas minimalistas por MH PROJECT
MH PROJECT

LUGAR DAS LETRAS

MH PROJECT

Não deve haver muitas pessoas em Portugal que não conheçam este tipo de edifícios, sobretudo aqueles que vivem em zonas rurais! Todos os reconhecemos de imediato como uma escola primária à antiga. O que não estamos habituados a ver nos recreios são piscinas! Com uma arquitetura pensada pelo Estado Novo para servir sobretudo as populações rurais, há edifícios destes um pouco por todo o país, e muito deles em avançado restado de degradação. Mas este foi salvo de um fim inglório e transformou-se numa casa de turismo rural! Aqui agora aprende-se a relaxar e a desfrutar dos parzeres da vida. Ficou curioso? Leia tudo sobre este projeto aqui.

3. No Chalé das Três Esquinas

Chalé das Três Esquinas: Casas ecléticas por Tiago do Vale Arquitectos
Tiago do Vale Arquitectos

Chalé das Três Esquinas

Tiago do Vale Arquitectos

Uma de três casinhas geminadas, que originalmente constituíam uma única casa (o Chalé original) e que se encontrava em muito mau estado ena cidade de Braga, o projeto Chalé das Três Esquinas é um exemplo da genialidade e saber fazer à portuguesa. Mostrando que é possível recuperar, reconstruir e modernizar, sem perder o charme e o caráter de uma casa antiga, e sem descaracterizar a envolvente urbana cheia de história! 

Veja muito mais sobre este projeto no artigo ’Antes e depois – Chalé das 3 esquinas’!

4. Ligando o antes e o depois

O antigo e o moderno de mãos dadas numa fusão fenomenal! Um projeto simplesmente incrível em que uma reconstrução de uma casa antiga se liga de uma forma sublime a um volume totalmente novo através de uma corredor onde o vidro é o principal protagonista. A ideia surgiu na cidade da Guarda pela mão de duas jovens promessas portuguesas na área da Arquitetura, Filipe Pina e Maria Inês Costa, e demonstra que o aspeto das nossas cidades no futuro está em excelentes mãos!

Veja tudo em pormenor no artigo ’A perfeição de uma casa com presença do passado’.

5. Modestia exterior

Por fora em nada se distingue das casas vizinhas… Granítica, rústica e tão tradicional das aldeias do norte de Portugal. 

Por dentro abriram-se as portas à modernidade e tem tudo o que é necessário ao conforto da vida atual, com materiais contemporâneos, mas assente sobretudo na utilização da madeira para reforçar o aconchego. 

E pensar que o edifício original estava em degradação quase total… Espreite o projeto completo aqui!

6. Era um monte de pedras disforme, agora é casa de luxo

CASA EM FORMA DE ABRAÇO : Casas rústicas por pedro quintela studio
pedro quintela studio

CASA EM FORMA DE ABRAÇO

pedro quintela studio

Da casa original sobrava pouco, mas o Arquiteto sentiu-lhe a alma e deixou-se apaixonar. O resto é história e o resultado desta reconstrução e reabilitação é de tirar o fôlego! Uma obra que primou por respeitar e preservar a identidade da construção original, recorrendo a materiais locais, como a madeira de pinho e o granito da Serra e assentando sobretudo nos já existentes.

Uma casa de estilo rústico, de uma beleza incontornável e digna de figurar nas páginas de uma revista de arquitetura. Não deixe de explorar melhor este projeto lendo o artigo ’Casa nascida num monte de pedras’.

7. Recuperar e ampliar

Perspectiva - alçado lateral esquerdo e alçado principal: Casas rústicas por Davide Domingues Arquitecto
Davide Domingues Arquitecto

Perspectiva – alçado lateral esquerdo e alçado principal

Davide Domingues Arquitecto

O edificado existente era composto por duas habitações de pequenas dimensões separadas por uma curta distância e o objetivo da proposta foi uni-las num só edifício de habitação e manter a implantação das mesmas, recuperando simultaneamente alguns paramentos. 

O resultado é avassalador! Uma casa antiga absolutamente moderna, ou uma casa moderna com o charme do antigo? Seja qual for a expressão que se prefira a beleza do edifício é inegável! Mais fotos no artigo ’Passado e presente numa só casa’.

8. Desaparece na paisagem

Casa em Espiunca: Casas campestres por ABPROJECTOS
ABPROJECTOS

Casa em Espiunca

ABPROJECTOS

O xisto e a lousa numa casa incrível, que se funde tão perfeitamente na paisagem envolvente que quase não se dá por ela. Mas pontuada de pormenores de uma modernidade evidente que tornam o projeto ainda mais genial!

O projeto de reabilitação procurou sempre respeitar a imagem, volumetria e características originais dos edifícios, demolindo mesmo acrescentos posteriores que não respeitavam o traçado da arquitetura tradicional.

Mas olhando para o exterior dificilmente se imagina a modernidade que reina no seu interior! Descubra-a aqui.

9. A caça ao conforto

Uma casa a sul de Portugal, no Alentejo sem qualquer dúvida, a sua traça não engana. Mas claro estava em bastante mau estado. A sua reabilitação passou por lhe aumentar áreas e torná-la mais moderna e com melhores características de habitabilidade. Para férias e lazer, sobretudo em época de caça…

10. Uma casa com cheiro a mar

A degradação poder ser uma oportunidade para melhorar o que já é bom, e os arquitetos da GAAPE sabem bem disso! A prova é esta casa tão típica da cidade de Aveiro, que estava suja, feia e maltratada por fora e ainda pior por dentro, mas que ganhou uma nova e promissora vida nova sem perder o encanto tradicional! Nós por cá sabemos como tratar o nosso património!

11. Do tradicional até ao contemporâneo infinito

Recuperação e ampliação Vila Chã - Amarante: Casas modernas por Bárbara abreu Arquitetos
Bárbara abreu Arquitetos

Recuperação e ampliação Vila Chã – Amarante

Bárbara abreu Arquitetos

Esta casa em Amarante é provavelmente um dos projetos que mais demonstra a ausencia de limites para a criatividade, sobretudo a criatividade nacional! Quatro paredes de pedra em ruínas deram a vida e as as bases a esta casa contemporânea que incorpora o passado e sublimemente o transforma no futuro… Por dentro e por fora! Delicie-se com muito mais fotografias no artigo ’De casa de terror a casa de design apaixonante!

12. Um estábulo?

Sítio da Lezíria: Casas modernas por Atelier Data Lda
Atelier Data Lda

Sítio da Lezíria

Atelier Data Lda

É a sério! Era mesmo um estábulo! Mas a imensa criatividade dos profissionais do ATELIER DATA transformaram este edifício rural típico do Alentejo, em bastante mau estado, numa casa de férias de vivência extremamente agradável. A traça da utilização anterior manteve-se no percurso central e linear que atravessa a área, e onde se processa a circulação entre as divisões da casa. As células dos cavalos transformaram-se em cinco divisões semelhantes… Enfim é toda uma reinterpretação do edifício original para que se transformasse na espetacular habitação que é hoje!

Então em Portugal sabemos ou não cuidar e valorizar o nosso património arquitetónico?

Somos ou não somos bons? Qual é o seu projeto preferido?
Casas modernas por Casas inHAUS

Precisa de ajuda com um projecto em sua casa? Entre em contacto!

Encontre inspiração para casa!