Jardins clássicos por Guido Ariotti

Como construir uma fonte no seu jardim em 7 passos

Sílvia Cardoso – homify Sílvia Cardoso – homify
Google+
Loading admin actions …

Ter um jardim ou um pátio é uma grande vantagem. Neles encontramos um refúgio, a tranquilidade e o repouso que tanto nos faz falta. O elemento água não pode faltar. O som da água a cair, a beleza que traz ao espaço, os reflexos das árvores a dançar na superfície são elementos apaziguadores que nos trazem frescura e nos fazem evadir. 

A boa notícia é que é possível criar a sua fonte de acordo com os seus gostos e circunstâncias. Neste livro de ideias, deixamos-lhe um guia, passo a passo, sobre como construir uma fonte. 

Sem um trabalho demasiado árduo. Sem gastar muito dinheiro. 

Veja os conselhos que reunimos. 

1. Procure o espaço e escolha o estilo

Em primeiro lugar, precisa de saber com que espaço conta para instalar uma fonte e que porção desse espaço utilizará. Normalmente, pensamos que o espaço é um grande problema, mas, na realidade, é o passo mais fácil de solucionar. Se tiver um espaço generoso, pode usá-lo para construir uma generosa fonte e jogar com os outros elementos (mesa de refeições, espreguiçadeiras, pérgola, entre outros). Se tem um espaço mediano, em termos de dimensão, escolha um dos seus recantos para a colocação da fonte e faça-o numa escala mais pequena. Se o seu jardim ou pátio é mesmo pequeno, construa uma fonte na vertical. 

Para começar, deve eleger o material com o qual construirá. Recomendamos-lhe o uso da pedra, seja para a formação da estrutura ou como complemento, pois este material é resistente e tem um aspecto natural que se harmoniza com a doçura da água.

2. As bombas

Casas mediterrânicas por Azcona Vega Arquitectos
Azcona Vega Arquitectos

Fachada principal Norte

Azcona Vega Arquitectos

Agora que sabe como será o estilo da sua fonte, deve comprar o material. O mais básico será a aquisição de uma bomba que ajude a água a circular. Existem dois tipos de bombas para as fontes. As bombas submersíveis estão desenhadas para, como o próprio nome indica, se submergirem por completo na água, pelo que se colocam directamente na fonte, sendo ideais para fontes pequenas. 

As bombas centrífugas ou externas são uma opção fiável que lhe permitem economizar energia. São perfeitas para fontes grandes e pode instalá-las em qualquer lugar exterior à fonte. Também deve comprar as ferramentas necessárias para a construção da obra para evitar adiar o projecto sucessivamente por falta de materiais necessários.

3. Comece a escavar

Tal como noutros tipos de construções, a bomba requer que façamos algumas perfurações, ainda que pouco profundas, dependendo do tipo de fonte, mas cuidando que se obtenha o espaço necessário para assentar as bases da construção e também para a colocação da bomba. Normalmente, basta escavar cerca de meio metro ou menos, dependendo do tipo de solo que tenha. Lembre-se que tem que nivelar o espaço.

4. Construindo a base

Jardins clássicos por Guido Ariotti
Guido Ariotti

Pavimento e fontana

Guido Ariotti

Para as fontes feitas à mão, os estilos simples são os melhores pois implicam um trabalho mais rápido. Depois de ter escavado o suficiente, chegou o momento de começar a construir a sua fonte. Primeiro, deve construir uma base com uma mescla de betão, pedra e areia pois com a humidade, a terra simples pode começar a ceder. 

Se deseja construir uma fonte como a da imagem, na qual a água sai verticalmente, é necessário colocar duas camadas de revestimento complementadas com pedra e aplicar um selador e um impermeabilizante para evitar que, com a humidade, a estrutura se vá deteriorando. Da mesma forma, é necessário delimitar o perímetro com a mesma mistura, criando um pequeno poço artificial no nosso pátio ou jardim.

5. Vamos dar-lhe forma!

Agora que já tem a base para o projecto, deve começar a dar-lhe forma. Comece por construir o estanque que pode ser fabricado com pedra ou ser feito num ferreiro para ter um estilo mais moderno. Depois, continue a criar o corpo da fonte. Neste passo, é importante traçar o caminho que a água vai seguir. Há que considerar onde esperamos que brote a água, qual será a sua direcção e caudal, bem como o local onde a bomba deve ser colocada para fazer com que a água circule. Pode auxiliar-se com algumas pedras ou outros elementos que o ajudem a direccionar a água, para criar um desenho mais dinâmico ou, simplesmente, deixar que siga o seu caminho natural.

6. Iluminação

Jardins modernos por InGarden
InGarden

Jardín Chipinque

InGarden

iluminação da sua fonte pode ser feita de forma directa ou indirecta. Pode aproveitar o sistema de iluminação que já existe no seu jardim, para iluminar os arredores, e deixar a fonte como um complemento decorativo. Pelo contrário, pode converter a sua fonte na protagonista do jardim com um sistema de iluminação próprio. Esta segunda opção implica um pouco mais de trabalho. Porém, o resultado será totalmente recompensador. 

Existem duas formas de iluminar: a partir do interior ou do exterior. Independentemente do sistema que escolher, lembre-se que é importante permear toda a instalação eléctrica para evitar acidentes. Para tal, recomendamos-lhe a ajuda de um profissional. 

7. Toque final

Terminada a construção da fonte, só falta embelezá-la para começar a desfrutar. Pode fazê-lo com elementos simples como velharias, jarros ou regadores e pedras coloridas como na imagem, cortesia do gabinete Oscar Leon / Arte Renovable & Muebles. Também a pode decorar com um perímetro florido, algumas plantas aquáticas, peixes ou, simplesmente, deixar a natureza desenvolver-se com naturalidade.

Vai pôr mãos à obra e seguir as nossas sugestões? Deixe-nos o seu feedback!
Casas modernas por Casas inHAUS

Precisa de ajuda com um projecto em sua casa? Entre em contacto!

Encontre inspiração para casa!