Dez tapetes de luxo disponíveis on-line

Sílvia Cardoso – homify Sílvia Cardoso – homify
Google+
Loading admin actions …

Os tapetes estão para o chão como as cortinas para as janelas. São importantes para vestir uma divisão, torná-la mais confortável, fazê-la saber a casa. Nem todas as pessoas são apreciadoras destes têxteis. Seja porque os acham pesados ou por motivos de saúde, preferem dispensá-los. Mas, a verdade, é que há uma enorme variedade de tapetes, carpetes e passadeiras no mercado que, de uma forma e de outra, conseguem colmatar estas desvantagens.

Estamos, porém, certos de uma coisa. Goste-se ou não de ter estes objectos decorativos em casa, a verdade é que a tapeçaria é uma arte milenar – data do século III a.C. e terá surgido na Grécia – que, ao longo dos séculos, ofereceu ao mundo verdadeiras obras de arte. Hoje em dia, muitos são os profissionais que se debruçam sobre esta forma de fazer arte, criando as suas próprias peças ou recuperando as antigas, como é o caso do património anatólio, na Turquia. 

Cientes disso, hoje escrevemos este artigo em que lhe mostramos dez marcas de tapetes ao redor do mundo. Venha saber um bocadinho mais sobre elas e não se esqueça que estão todos disponíveis on-line em diferentes cores e tamanhos! 

Rosa inglesa

Parede e piso  por Knots Rugs
Knots Rugs

English Rose_Purple Haze

Knots Rugs

Na elegante sala da imagem, destaca-se a carpete English Rose pela Knots Rugs. A peça foi manufacturada no Nepal com lã nepalesa e seda chinesa e o seu requinte e incontestável qualidade valeu-lhe um destaque na “Elle Decoration British Design of the Year 2012”. A Knots Rugs propõe-se a criar tapeçaria moderna com um twist clássico usando apenas materiais que assegurem qualidade e durabilidade para que o resultado final seja o epítome do luxo e da elegância. Note-se, ainda, que por detrás da marca há uma preocupação ética pelo que há uma dedicação acérrima ao comércio justo. Visitem a página da marca e conheçam melhor os trabalhos disponíveis. Estamos certos de que vai gostar tanto quanto nós.

Os tapetes coloridos de Kangan Arora

Parede e piso  por FLOOR_STORY
FLOOR_STORY

Kangan Arora – Weft

FLOOR_STORY

Na imagem, um tapete cheio de cor desenhado pela indiana Kangan Arora em colaboração com a loja britânica Floor Story. É uma colaboração natural se tivermos em conta que o fundador da Floor Story, Simon Goff, conheceu a designer de têxteis há alguns anos e a empatia foi mútua quando descobriram que partilhavam do gosto por viagens, design e têxteis. À inspiração, a designer vai buscá-la ao seu país berço conhecido por todos nós pelas cores, pelo caos e pelos objectos kitsch. Ciente do talento de Kangan, Simon não tardou a convidá-la para transpor a sua inspiração para tapetes. Nasceram, assim, três peças únicas que pode encontrar à venda on-line.

Sisal: modernidade e durabilidade

Os tapetes e carpetes de sisal são uma boa escolha para quase todas as casas e têm vindo a ser cada vez mais utilizados, sobretudo em decorações modernas. O material de que são fabricados é resistente pelo que não ficam marcados por móveis, nem apresentam tanto desgaste na superfície quando equiparados a outras matérias-primas.  A sua resistência torna-os, assim, indicados para zonas de muito movimento como a entrada ou o corredor. Não são, no entanto, propícios a quartos de crianças devido á sua aspereza. A Sisal & Seagrass tem uma gama de tapetes, passadeiras e carpetes em sisal com design e cores distintas. A marca aposta numa manufactura com material 100% natural e reciclado. Visite o site e veja qual a opção que melhor se enquadraria em sua casa.

O detalhe das tapeçarias da Strigo

Hotéis  por Strigo GmbH
Strigo GmbH

wall hanging

Strigo GmbH

Uma tapeçaria não tem, necessariamente, que estar sob os nossos pés. Pelo contrário. A parede de uma sala decorada com uma peça destas é particularmente bonita e interessante e deixa-nos sempre a pensar no trabalho que alguém teve a fazer a bordar os motivos que lá vemos “desenhados”. Pode, ainda, pegar nesta ideia e usar uma tapeçaria enquanto cabeceira de cama. O efeito visual é fantástico e o seu quarto ganha vida e… cultura! Uma cama sem história transforma-se, de imediato, com a adição deste elemento decorativo. É essa a proposta da marca alemã Strigo criada por duas irmãs que se deslumbraram pela riqueza da técnica dos têxteis antigos e decidiram trazê-la até ao presente, fundando a marca, em 2011. O empreendimento correu-lhes bem que depressa se viram solicitadas por lojas, hotéis e designers de interiores de renome. Cada uma das peças é manufacturada em pequenas lojas artesanais, tanto no Uzbequistão, como na Alemanha. Nós por cá, não ficámos indiferentes à minuciosidade do bordado desta tapeçaria. E você?

Inspiração turca

Parede e piso  por Refound Carpet
Refound Carpet

Anatolian Hemp Rug

Refound Carpet

Sabemos que a Turquia é, entre outras coisas, famosa pelas suas sublimes tapeçarias. A Refound Carpet partiu dessa premissa e transforma tapetes anatólios antigos em peças únicas que assentam numa harmonia entre o passado e o presente. Para criar um efeito visual distinto, os artesãos modernos tingem os tapetes, emprestando-lhes um novo aspecto. Na imagem, vemos uma das criações da marca que sobressai pelo estilo boémio que tão bem se enquadra numa decoração descomprometida de um apartamento simples e jovial. Porém, se prefere uma estética mais clássica, não deixe de conhecer melhor a Refound Carpet, que oferece opções para todos os gostos.

A tropicalidade nos padrões de Wendy Morrison

Parede e piso  por Wendy Morrison
Wendy Morrison

Wendy Morrison Peacock rug

Wendy Morrison

Os padrões tropicais vieram para ficar. Têm aparecido, de há algumas estações para cá, na roupa e, claro está, na decoração de interiores. A carpete da fotografia, da britânica Wendy Morrison, assim o comprova. À primeira vista, parece um padrão inspirado em folhas. Mas, desengane-se. O que realmente serviu de inspiração foram as penas de um pavão. Vê? Rima e tudo. Esta peça destaca-se pelo luxuoso tom de verde que muda, inteiramente, a atmosfera de qualquer que seja a divisão. Esta peça integra a colecção “Mandela” que se distingue pelos coloridos padrões que evocam a natureza. A marca oferece, ainda, um serviço de aconselhamento no que diz respeito à escolha e manufactura do tapete ideal para a sua divisão esteja ela já decorada ou sendo o tapete a pedra basilar para que tudo o resto se desenvolva em torno dele. E esta, hein?

Porque cinquenta sombras de cinzento já eram

Parede e piso  por Mischioff AG
Mischioff AG

Tibey CX2214-X187

Mischioff AG

Da Mischioff, a colecção Tibey que integra, entre outras, a carpete em “cinquenta sombras de azul” feita a partir da melhor seda e lã dos Himalaias. Materiais das alturas para uma peça que é, também, ela de topo. Ainda que a quantidade de seda usada se aproxime dos 50% – daí o aspecto brilhante -, a técnica empregue na manufactura destes tapetes torna-os resistentes e duradouros. A seda proporciona, também, à carpete um jogo de cores e formas interessante consoante o ângulo a partir do qual é observada. Investir numa peça assim é investir numa obra de arte que o acompanhará para o resto da vida e perdurará ao longo de gerações. De notar que, também a Mischioff, tem a preocupação de fabricar os seus tapetes em oficinas com boas condições de trabalho e com produtos ecológicos.

A frieza escandinava

Parede e piso  por WovenGround
WovenGround

WovenGround Fade hand made leather rug – grey

WovenGround

O tapete da imagem integra uma colecção da WovenGround inspirada na estética escandinava. Cada tapete foi feito à mão por artesãos locais com recurso a material de excelência o que faz com que cada uma destas peças seja única. Ainda que sejam feitos em pele, distanciam-se da tradicional imagem de “tapete em pele” que nos ocorre assim que o conceito nos atravessa a mente. A carpete que lhe mostramos chama-se “Fade” e, tal como o nome indica, tem uma gradação de tons que não fogem a uma paleta monocromática entre o preto e o cinza. Uma peça plena de sofisticação com um padrão moderno que se enquadra numa casa contemporânea e minimalista.

Feitos na Índia, pensados em Portugal

Rug NICE: Casa  por Korkrugs
Korkrugs

Rug NICE

Korkrugs

Acabamos com um tapete da portuguesa Korgrugs num vibrante tom laranja. Estes tapetes são confeccionados na Índia e o tipo de material empregue na sua manufactura – viscose e seda – propicia-lhe um aspecto elegante, uma textura suave e um brilho deslumbrante que cria, por certo, um efeito visual impactante numa sala. Este artigo encontra-se disponível em oito cores e seis tamanhos distintos.

Quando o boémio encontra o bourgeois

Parede e piso  por louis de poortere
louis de poortere

Velvet Edie Interior

louis de poortere

Dos países baixos e numa estética que consubstancia o boémio e o “bourgeois”, deixamos-lhe a marca Louis de Poortere e a colecção “The Bobohemian”. O tapete da imagem assemelha-se a uma luxuosa manta de retalhos em cor tijolo e é um dos artigos que integra a colecção. Pode, também, encontrá-lo em mais cinco cores desde o amarelo baptizado como “Caipirinha”, o azul “Blue Lagoon” ou um faustoso vermelho que só se podia chamar “Grenada Cocktail”. Uma peça de luxo que eleva qualquer decoração a outro nível.

Em todas estes espaços, a colocação do tapete fez diferença. Qual deles escolheria para a sua casa?
Casas modernas por Casas inHAUS

Precisa de ajuda com um projecto em sua casa? Entre em contacto!

Encontre inspiração para casa!