Escritórios  por Simone Flores Arquitetos & Associados

Como construir uma fonte no seu jardim em 7 passos!

Rita Paião – Homify Rita Paião – Homify
Google+
Loading admin actions …

Tem um jardim ou um pátio é uma grande vantagem nos dias que correm. É como ter um local de escape repleto de tranquilidade, mas as vezes ainda se sente a falta de algo para que o momento de relaxamento seja total. E que tal ouvir o som suave e tranquilizador de água a cair? Então porque não passar da ideia à prática e construir uma fonte no seu jardim? Construa a sua de acordo com o seu orçamento e gosto pessoal e a solução será obviamente maravilhosa. Esteja atento e vai ver como ideias e inspirações de projectos banais poderão ser o começo de um belo projecto e uma bela história de amor. Para que consiga realizar o seu desejo, damos-lhe apenas 7 passos para o ajudar a construir a sua própria fonte. Entusiasmado/a?

1. Encontre o local ideal e o desenho desejado

A primeira coisa que necessitamos antes de construir-mos uma fonte é ponderar sobre o espaço que se tem e o que se irá ocupar. Geralmente pensa-se que o espaço é um grande problema, mas na realidade é o passo mais simples de todo o processo.

Se tem espaço suficiente,  pode converter, na verdade, todo o seu quintal em uma bela fonte, e fazer com que os seus visitantes se sintam andar sobre a água com o projecto da imagem. Se apenas tem uma área regular/mediana, comece por dividir o seu quintal em três partes e dedique uma dessas partes para colocar a fonte; se o espaço é grande, então poderá usar as dimensões desejadas, lembre-se que pode circular sobre superficialises circulares, quadrados, rectangulares ou de qualquer outra forma. Se infelizmente o espaço for demasiado pequeno também existem soluções: fonte vertical ou muro com água.

Para começar, deve escolher o material com o qual irá construir. Recomendamos o uso de pedra, quer para a formação da estrutura como parte complementar, pois ajudará a conseguir uma aparência natural, além de ser um excelente complemento com água.

2. As bombas

Casas mediterrânicas por Azcona Vega Arquitectos
Azcona Vega Arquitectos

Fachada principal Norte

Azcona Vega Arquitectos

Desde o momento que sabe como será a sua fonte, deverá começar a comprar o material. Primeiramente precisará de uma bomba que faça circular a água. Existem dois tipos de bombas para fontes:

- as bombas submersíveis foram desenhadas para que possam ficar submersas por completo e que são colocadas directamente na fonte – ideias para fontes pequenas.

- as bombas de centrífugas ou externas são outra opção confiável que permite economizar energia e ser instalá-da num local externo à fonte - perfeita para fontes de grande porte.

Também deve comprar o instrumento necessário para a construção da obra, para evitar estar continuamente a parar o projecto por falta de meios.

3. Começar a escavar

Igual a outro qualquer tipo de construção, uma bomba vai requerer que se façam algumas perfurações no solo, mais profundas ou menos, dependendo do tipo de fonte. Tenha cuidado com o espaço necessário para assentar as bases da construção e também para a colocação da bomba.

Normalmente basta escavar ao redor com meio metro de profundidade, dependendo do tipo de solo, não esquecendo sempre de nivelar o espaços depois.

5. Construindo a base

Jardins clássicos por Guido Ariotti
Guido Ariotti

Pavimento e fontana

Guido Ariotti

Para as fontes feitas à mão, os desenhos simples são os melhores, pois implicam um trabalho mais rápido. Assim que se vai escavando o suficiente, é o momento de começar a construir a fonte. E para começar, a primeira coisa a ser feita é construir a base com uma mescla de cimento, pedra e areia, pois com a humidade a construção poderá começar a afundar.

Se deseja construir uma fonte como a da primeira imagem, na qual a agua sai de forma vertical, é necessário colocar capas de cobrimento, complementando com pedras e aplicar um selador e impermeabilizante para evitar que a humidade não deteriore o aspecto da mesma. Assim, é necessário limitar bem o perímetro com a mesma mistura criando uma espécie de pequeno poço artificial no seu pátio ou jardim.

6. Dar-lhe forma!

Agora que já tem a base para o projecto chegou o momento de começar a dar forma à fonte. Comece por construir a zona estanque a qual pode ser fabricada em pedra, ou pode ainda ser mandado fazer a um ferreiro para um design mais moderno. De seguida comece a marcar o caminho que quer que a água percorra, Deve considerar onde quer ver a água a cair e como tenciona fazê-la mover/girar.

7. A iluminação

Jardins modernos por InGarden
InGarden

Jardín Chipinque

InGarden

A iluminação da fonte pode ser directa ou indirecta. Pode tirar proveito do sistema de iluminação que já existe no seu jardim, para iluminar os arredores e deixar a fonte como um acessório decorativo. Ou pode ainda transformar a sua fonte como a protagonista do jardim, com um belo sistema de iluminação. Apesar da segunda opção envolver um pouco mais de trabalho, garantimos que o resultado irá reembolsar integralmente o esforço.

Para esta opção, existem duas formas, iluminar a fonte a partir de dentro ou de fora. Seja qual for a opção decidida, lembre-se que é muito importante impermeabilizar toda a instalação eléctrica, evitando acidentes, por isso recomendamos que peça ajuda a um profissional.

8. O toque final!

Depois da construção da fonte a única coisa que queremos é que tenha uma aparência agradável para que se possa começar a desfrutar dela de imediato. Pode fazer isso com elemento muito simples: com alguns tubos, vaso e pedras coloridas – como vê na imagem. Também poderá decorar com um perímetro floral, algumas plantas aquáticas, peixes ou simplesmente deixar o seu desenho simples ser valorizado. Com o passar do tempo, musgo e pequenas ervas irão dar-lhe uma aparência mais antiga e romântica.

Casas modernas por Casas inHAUS

Precisa de ajuda com um projecto em sua casa? Entre em contacto!

Encontre inspiração para casa!