Estúdio funcional de apenas 40 m²

Rita Paião – Homify Rita Paião – Homify
Google+
Loading admin actions …

Porque muitas vezes nos perguntamos como podemos fazer para maximizar os espaços, no livro de ideias de hoje, mostramos um exemplo onde, quem sabe, se poderá inspirar para os seus próximos projectos. Neste desafio, acompanha-nos novamente o gabinete do arquitecto Nicolas Pierry.

Desta vez a proposta vem da mão da remodelação e design de interiores. Num ambiente de apenas 40 m² e uma varanda de 9 m² geraram-se diferentes tipos de espaços independentes, para satisfazer as distintas necessidades do seu proprietário. Áreas definidas por móveis desenhados à medida e uma bancada que é uma verdadeira jóia, são apenas algumas virtudes e vantagens deste interessante projecto de apartamento estúdio. Quer conhecê-lo?

Antes: amplo e vazio

Para ter uma ideia do nível de intervenção que se colocou em prática, é sempre bom ter uma foto do antes, comprovando em que estado se encontrava o espaço antes de ser modificado.

Nesta imagem, podemos ter uma ideia de quais são as dimensões deste apartamento estúdio. Como já adiantámos, este apartamento tem uma superfície de 40 m² e também nesta imagem percebemos a localização da cozinha em relação ao espaço.

Antes: a ligação à varanda

Deste ângulo consegue-se perceber o restante espaço do apartamento e ainda a simpática varanda de tamanho  generoso. Os 9 m² são suficientes para garantir um aumento considerável dos interiores e ainda garantir muita luz natural nos mesmos. As suas janelas facilitam também a ventilação e a ampla sensação espacial fornecendo mais m² de espaço habitacional, ainda que exterior.

Depois: Uma intervenção com êxito

Vamos começar por partes: repare como a zona de dormir (privada) e a sala de estar (social) foram divididas apenas por uma meia parede que serve de móvel. Assim sendo, o espaço continua a ser um único mas com áreas de funções distintas.

Nesta remodelação uma das dicas usadas que faz aumentar consideravelmente o espaço foi o uso de espelhos. Da forma como foram aplicados, criam maior amplitude espacial. As cores usadas também contribuem para esse objectivo. A paleta de castanhos e cinzentos nas paredes e mobiliário criam um ar quente, original e moderno, já que as cores escuras destacam essas mesmas peças de mobiliário.

Depois: Móveis por medida

O desenho de iluminação foi também pensado de forma cuidadosa. Os focos embutidos no tecto iluminam todo o apartamento de forma geral e depois, candeeiros de pé ou de mesa marcam esporadicamente certas e determinadas zonas, contribuindo claramente para uma atmosfera mais confortável e simpática.

O tamanho deste estúdio obrigou a que muitos dos móveis tivessem sido mandados fazer por medida, conseguindo assim pensar ao pormenor cada situação sempre com o intuito de poupar e tornar mais funcional cada centímetro. O sofá em forma de L está voltado para a tal parede que divide a sala do quarto, esta contem a televisão plasma e ainda zonas de prateleiras para arrumação. Repare como entre janelas foi conseguido aproveitar e tirar o máximo partido, colocando uma mini biblioteca.

Depois: Simples e eficáz

A cozinha também sofreu logicamente algumas modificações. Uma ilha estreita foi o suficiente para mais uma vez se conseguir limitar zonas, mas além disso, serve também como zona de refeições e ainda como bancada para a preparação de refeições.

Colado à ilha foi construído um armário de uma única porta, facilitando mais uma vez o armazenamento neste pequeno apartamento. Mesmo tendo o esquentador à vista, esta cozinha é de estilo contemporâneo e moderno.

Depois: especial espaço ao ar livre

Depois de termos mostrado o interior chegou a hora de falarmos um bocadinho sobre a especial varanda. Gostamos especialmente do projecto conseguido para este espaço que nenhumas reacções positivas no suscitava.

Agora, a varanda recebe-nos com um projecto confortável e o ideal para um apartamento de cidade. As guardas em vidro permitem ver além e agora mostrar esta varanda arranjada para todos os vizinho com o maior dos orgulhos. O chão foi revestido a deck de madeira e ainda emoldurado por pequenas pedras brancas. Bancos em madeira e vasos de cimento compõe o espaço.

Enfatizando esta boa atmosfera sentida na varanda, uma parede de pedra aumenta exponencialmente o seu lado acolhedor e organizado. O contraste do cinzento das pedras com o verde das planta dá mais vida ao apartamento, deixando de ser apenas mais um, mas sim um espaço onde todos não nos importaríamos certamente de morar.

Que achou deste projecto e das dicas para maximizar o espaço?
Casas modernas por Casas inHAUS

Precisa de ajuda com um projecto em sua casa? Entre em contacto!

Encontre inspiração para casa!