Sensacional projecto de reabilitação de uma casa de campo catalã

Rita Gouveia (homify) Rita Gouveia (homify)
Google+
Loading admin actions …

Hoje cabe-me a “árdua” tarefa de lhe apresentar este sensacional projecto de reabilitação de uma antiga vivenda pertencente a uma quinta catalã, numa contemporânea casa de campo unifamiliar. Emergida numa imensa paisagem verde repleta de vegetação única e selvagem, a casa proporciona vistas fabulosas sobre a bacia mediterrânea e correspondentes ilhas Medas. Um enorme manto verde ao largo da cidade de Girona, conhecido como Parque Natural de Les Gavarres, que é na sua grande maioria uma reserva natural onde uma vasta plantação de sobreiros, azinheiras, pinheiros e outra vegetação habitam esse espaço. O também ele atelier catalão de Zest Architetcure, conseguiu encontrar uma aliança perfeita entre o vernacular e o contemporâneo, seguindo assim as intenções dos seus proprietários de restaurar uma antiga quinta que fosse capaz de cumprir a função de uma contemporânea casa de campo, como retiro semanal da grande metrópole.

Este projecto de reabilitação serviu de inspiração para a instalação que o atelier irá apresentar no Palazzo Mora, como participante na exposição “Time Space Existence” organizada pela Global Art Affairs Foundation, na Bienal de Veneza a decorrer neste momento.

Vistas sobre a paisagem

Belo e imponente; dois adjectivos que servem aqui na perfeita para descrever o projecto de recuperação desta moradia. Na imagem é possível observar com exactidão tudo aquilo que lhe iremos expor: a sublime escolha dos materiais, o desenho arquitectónico e a articulada relação com a paisagem envolvente. Um local idílico que emana paz e tranquilidade em qualquer época do ano, porque em qualquer altura do ano é possível encontrar um encanto novo e especial neste projecto. 

A vista que temos desta imagem, mostra-nos o piso superior da moradia onde foram instaladas as áreas comuns como a sala de estar ou a cozinha, ambas com ligação directa ao exterior, dando acesso à piscina e jardim circundante, no mesmo nível. Esta opção pouco convencional, foi pensada devido ao acidentado terreno da moradia e, adaptada ao conceito arquitectónico do projecto de forma a que fosse possível usufruir ao máximo deste belíssimo local. 

A Villa CP é um projecto de restauração onde uma casa do século XXI foi pensada tendo como base uma antiga e pré-existente estrutura em pedra. A maior parte das paredes de pedra existentes foram reconstruídas, com grandes rasgos sobre a paisagem, ligando assim a casa com a maravilhosa paisagem envolvente. Um território tipicamente mediterrâneo este onde a moradia está inserida.

Interiores

A cozinha e respectiva sala de refeições encontram-se fundidas num só espaço fluído e luminoso. A estrutura do telhado foi mantida e adaptada a um novo uso, e todo o equipamento da cozinha modernizado e adaptado ao novo propósito. Electrodomésticos e mobiliário de Design moderno dão o toque final neste ambiente que se quis manter de alguma forma vernacular.

A vista que temos desta imagem mostra-nos o piso superior da moradia onde foram instaladas as áreas comuns como a sala de estar ou a cozinha, ambas com ligação directa ao exterior, dando acesso à piscina e jardim circundante, no mesmo nível. Esta opção pouco convencional foi pensada devido ao acidentado terreno da moradia e adaptada ao conceito arquitectónico do projecto, de forma a que fosse possível usufruir ao máximo deste belíssimo local.

Concretamente na imagem vemos a sala de estar projectada sobre um mezzanine e onde a decoração colorida ajuda a criar um ambiente mais dinâmico e pessoal. Os grandes jarros de luz e a subtileza da Arquitectura cumprem o resto. 

Como já vem sendo costume, o atelier Zest Architecture teve mais uma vez a preocupação de tornar este projecto numa moradia sustentável e por isso respeitadora do meio ambiente. A escolha dos materiais e elementos, como é o caso da piscina natural que usa água filtrada pelas plantas e cascalho circundante, o isolamento feito com a cortiça local, o sistema de aquecimento e refrigeração, são todos eles testemunhos dessa mesma sustentabilidade.

O antigo e o moderno articulam-se aqui por oposição e justaposição. O antigo foi deixado no seu estado cru e bruto, sem qualquer pudor, de forma a se interligar com os elementos contemporâneos deste projecto, e a manter a sua beleza natural como é o caso do aço corten, da madeira ou da argila. A erosão natural tornarão este projecto, eventualmente, ainda mais bonito e único com o passar do tempo, graças aos seus materiais e técnicas arquitectónicas.

O que lhe pareceu este nosso artigo? Gostou? Deixe-nos ficar a sua opinião.
Casas modernas por Casas inHAUS

Precisa de ajuda com um projecto em sua casa? Entre em contacto!

Encontre inspiração para casa!