Exterior:   por Judite Barbosa Arquitetura

Arquitectura e natureza: uma fusão de sonho

Catarina Rodrigues – Homify Catarina Rodrigues – Homify
Google+
Loading admin actions …

Extiste um factor determinante em qualquer projecto arquitectónico: a localização. A localização influencia factores como a implantação, a orientação e até a própria materialidade do edifício. Lugares diferentes possuem características diferentes e como tal é absolutamente fundamental a adaptação da obra arquitectónica ao local. O projecto cujas imagens iremos de seguida observar é o exemplo de como arquitectura e natureza podem coexistir e criar ambiências únicas que nos emocionam e despertam os sentidos.

Judite Barbosa Arquitectura é uma empresa que idealiza e realiza o seu projecto de vida, optando por caminhos distintos nunca esquecendo a qualidade e o rigor extremo em qualquer desafio. Veja as imagens seguintes e comprove esta habitação única, que se enquadra perfeitamente na sua localização.

Volumes graciosos

A habitação é composta a partir de dois corpos principais através dos quais existem diversos acessos ao interior da casa. Os dois volumes unem-se num determinado ponto, criando então um espaço de transição e acessos. Ao estarem orientados em várias direcções, os corpos permitem a entrada da luz natural para o interior da habitação em pontos estrategicamente planeados com o objectivo de tirar o melhor partido possível desta.

Recortes de luz

As formas volumétricas do edifício recortam a luz criando um desenho geométrico que se vai alterando ao longo do dia e consoante a posição solar.

A habitação encontra-se envolvida por um jardim cuja vegetação é maioritariamente rasa como é o caso do extenso relvado que podemos observar na fotografia.O espaço exterior da habitação é ainda adornado com alguns vasos criando assim uma atmosfera vegetativa mais densa e diversificada.

Entrada recatada

É aqui que os habitantes e visitantes podem efectuar a transição do espaço de jardim para o interior da habitação. O percurso foi cuidadosamente delineado com a ajuda de uma materialidade distinta que rasga o relvado e desenha assim o caminho pedonal através do qual é efectuado este acesso.

A entrada é uma área coberta que permite que o habitante possua um espaço privativo e recatado ao efectuar a transição. Ao mesmo tempo, este espaço funciona como local intermediário de uma relação extrema: interior e exterior.

Uma sala moderna

Uma família requer muita logística e por isso mesmo uma habitação uni-familiar deve sempre contar com espaços de arrumação extra. É neste sentido que a sala possui um grande móvel central no qual se concentram todas as funcionalidades desta divisão, como é o caso da lareira, TV e ainda espaço para arrumos.

Escadas flutuantes

A área social da casa possui um ligeiro desnível pelo que foi criado um pequeno patamar que conforma um espaço distinto e luminoso. Apesar de não existir propriamente uma barreira física entre os dois espaços, a diferença de cotas permite a assumpção de que de facto, estamos perante um lugar distinto e com outra funcionalidade. Neste caso a funcionalidade é a mesma: lazer.

As escadas são um elemento realmente especial na medida em que a sua configuração simula um efeito de flutuação espacial.

Cozinha sofisticada

cozinha possui uma configuração espacial semelhante à sala de estar e por isso é possível observarmos como uma ilha central se converte na principal peça desta divisão. O mobiliário, em madeira, possui diversas zonas e áreas de arrumação perfeitas para armazenar todo o tipo de objectos e elementos necessários ao correcto funcionamento desta divisão.

Um quarto de bébé

A habitação possui ainda um quarto para crianças, a decoração é simples e colorida e remete-nos para um imaginário infantil e repleto de cor e juventude.

Tem um bebé e precisa de dicas para decorar o quarto? Não espere mais e verifique já este livro de ideias: decoração maravilhosa para quarto de criança.

Integração perfeita

Depois das imagens interiores, terminamos este artigo com uma espectacular perspectiva exterior que nos mostra como a integração da arquitectura com a natureza pode ser infinitamente bela e harmoniosa. O detalhe, a materialidade e o design, tudo contribui para que o conjunto final se converta numa composição única e em conformidade com a envolvente.

O que achou desta integração perfeita com a natureza?
Casas modernas por Casas inHAUS

Precisa de ajuda com um projecto em sua casa? Entre em contacto!

Encontre inspiração para casa!