Como Fechar um Jardim? 7 Ideias Bonitas e Práticas!

Sílvia Cardoso – homify Sílvia Cardoso – homify
Intervenção Jardim, mube arquitectura mube arquitectura Jardins mediterrânicos
Loading admin actions …

Ter um jardim é um privilégio, especialmente quando as temperaturas começam a subir e a vontade de passar tempo ao ar livre aumenta com elas. No entanto, ninguém consegue estar verdadeiramente descansado num jardim aberto onde a segurança e a privacidade sejam permanentemente desafiadas.

Ter o jardim bem delimitado e fechado é sempre importante, mas torna-se condição essencial quando se tem filhos e animais de estimação. A isto junta-se o lado estético. Fechar o jardim também pode enriquecê-lo do ponto de vista estético, independentemente da solução por si escolhida. Da madeira à vegetação, passando pela pedra ou pelo betão, há soluções para todos os gostos.

Se tem dúvidas sobre que opção é melhor para si e se precisa de ajuda para, de um modo geral, delinear o paisagismo do seu jardim, não deixe de entrar em contacto com um dos muitos arquitectos paisagistas registados na homify.

Mas, antes disso, espreite as nossas ideias.

1. Fechar o jardim com madeira

A madeira é uma das escolhas mais naturais para fechar e delimitar o jardim. Pode surgir sob a forma de ripados verticais ou horizontais, pintada ou na sua cor natureza, a compor toda a vedação ou combinada com outros materiais como o betão, a pedra ou a própria vegetação. É um material robusto, versátil e duradouro que deve, no entanto, ser mantido para aguentar melhor a acção dos agentes exteriores. Considere com atenção a altura da sua vedação para proteger o seu jardim e, subsequentemente a sua casa e privacidade, em relação a outras casas, à rua e ao entorno.

As sebes são, também, uma boa solução para delimitar e proteger o seu jardim. Uma sebe mais não é do que um tapume composto por vegetação – árvores ou arbustos com intervalos curtos entre eles – que delimita um terreno, separando-o das áreas adjacentes. Antigamente, os terrenos e pomares eram delimitados por várias filas de sebes espinhosas que os protegiam não só contra a visita de animais como também de ladrões. As sebes podem ser naturais, floridas ou artificiais. Se optar pelas naturais, estará, também, a promover a biodiversidade! Se quiser saber mais sobre elas, sugerimos que leia atentamente este artigo que a elas dedicamos.

3. Treliça

O tipo de vedação para o jardim depende muito das necessidades de cada um, do tipo de jardim e casa, do orçamento e até das condições paisagísticas da região (pode haver regulamentação que não lhe permita erguer determinado tipo de vedação). Para este jardim, por exemplo, optou-se por uma treliça branca, um tipo de vedação que não é tão instransponível como os anteriores, mas que é bastante harmonioso e que se pode adequar perfeitamente a certos jardins e circunstâncias. As treliças separam sem vedar por completo o contacto visual com o entorno. No entanto, se tem uma treliça e quiser tornar o perímetro do seu jardim mais resguardado, pode usá-las como suporte para fazer crescer trepadeiras (estas sim, eficazes na criação de uma barreira visual).

4. Muro gabião

Os muros de gabião definem-se por serem constituídos por gaiolas metálicas feitas por malhas de fios de aço galvanizado que são amarrados nas extremidades e preenchidos ora por seixos ora por pedras britadas. Estas estruturas são utilizadas amiúde em obras modernas ou minimalistas, sendo uma excelente solução para quem procura uma opção robusta e muito duradoura.

Também resistentes, duradouros e flexíveis – no sentido em que se harmonizam com casas de diferentes estilos – são os muros de betão. Estes muros conformam uma solução bastante simples e fácil de construir, mas, dependendo da altura, são totalmente eficazes a proteger a casa de olhares e visitas indesejadas. O muro pode ser pintado da cor que quiser e combinado com plantas e focos de luz.

6. Caniçado

Os caniçados são uma solução pouco dispendiosa e muito utilizada em jardins, terraços e até varandas (como complemento às grades). Nas lojas de construção, encontra-os de várias cores, alturas, comprimentos e larguras e em materiais naturais ou sintéticos.

7. Muro com horta e/ou jardim vertical

Terminamos com uma proposta original e 100% portuguesa. A marca Bloomwall traz-nos uma solução para construir muros/paredes onde se podem instalar hortas e jardins verticais naturais. O sistema é constituído por blocos modulares de argila expandida, perfis metálicos e rega. Fácil de montar, garante o ambiente perfeito para qualquer planta crescer.

Por qual destas soluções optaria? Deixe-nos o seu feedback nos comentários!

Precisa de ajuda com um projeto em sua casa?
Entre em contacto!

Encontre inspiração para casa!