Casas coloniais por FLAVIO BERREDO ARQUITETURA E CONSTRUÇÃO

Casa rústica na serra carioca perfeita para os dias frios

Sílvia Cardoso – homify Sílvia Cardoso – homify
Google+
Loading admin actions …

Uns preferem o litoral, outros preferem o interior, mas todos concordam que a fuga da rotina para respirar novos ares e entrar em contacto com a natureza traz enormes benefícios para o corpo, a mente e a alma. A ideia é procurar um lugar onde seja possível esquecer as agitações diárias e desfrutar de uma atmosfera repousante e descontraída. 

Se gosta do estilo campestre e da atmosfera bucólica e tranquila do interior, vai ficar encantado com o projecto desta casa localizada no Vale das Videiras, no Rio de Janeiro. O projecto é da autoria do gabinete Flavio Berredo Arquitetura. Trata-se de um chalé inserido numa paisagem natural exuberante e plantas de diversos tamanhos e espécies. O edifício contém superfícies de tijolo à vista, uma estrutura de madeira aparente e um telhado cerâmico de planos inclinados.  

Veja mais detalhes e imagens deste projecto simples que dialoga com a paisagem natural circundante.

Sala de estar e integração com o exterior

sala de estar abre-se para o exterior através de amplas janela emolduradas pelo revestimento de pedra. Aproveitando-se o potencial do lugar e a beleza do entorno, a tónica do projecto foi trazer a paisagem para dentro dos ambientes e optimizar o uso da luz e da ventilação para melhorar o conforto térmico e a sensação de bem-estar dos moradores que, a partir de qualquer ambiente, pode contemplar todo o esplendor da natureza exuberante do Vale das Videiras.

Fachada principal

fachada principal é marcada pelas superfícies revestidas por tijolo que transmitem rusticidade e uma sensação de calor e aconchego. Outro material que se destaca é a madeira que compõe a estrutura aparente da casa e das esquadrias, e a pedra, que remata alguns detalhes. Estes materiais naturais convivem com materiais arrojados, como o vidro das portas e janelas generosas que promovem a integração dos espaços interiores com o exterior e trazem a luz natural abundante para os ambientes.

Hall de entrada

No interior da casa deparamo-nos com o predomínio das superfícies brancas do piso e das paredes que contrastam com o aspecto rústico das paredes exteriores em tijolo. O toque rústico fica por conta das peças de madeira aparentes da estrutura e principalmente do mobiliário de madeira rústico que realça o estilo campestre e a atmosfera natural do projecto. No hall de entrada, um aparador de madeira serve de bar e de apoio para artigos decorativos que, em conjunto com acessórios como o candeeiro de chão feito de cordas, o tapete e uma peça de arte, ornamentam o ambiente e realçam seu charme.

O protagonismo da madeira

Os espaços integrados da sala criam um ambiente mais fluído e agradável que estimula o convívio. O protagonismo da decoração materializa-se no mobiliário rústico de madeira que empresta personalidade e rusticidade aos ambientes. Aqui, uma cristaleira rústica de madeira, a bancada para refeições rápidas de madeira e os bancos do mesmo material combinado com uma estrutura de ferro dialogam com as colunas e vigas e enfatizam a rusticidade. O espaço surge integrado com a cozinha por via de uma abertura emoldurada por madeira.

Cozinha – I

Na cozinha, as paredes têm cor e vivacidade. A cor vermelha das paredes trouxe identidade e calor ao ambiente. Porém, o contraste com as cores suaves do piso e do tecto evitou a exposição e o calor excessivos provocados pela cor vermelha. A bancada feita em alvenaria, os armários com portas de madeira e a faixa de ladrilhos que percorre a bancada e a área do fogão sublinham o estilo rústico e colonial da cozinha. A paisagem natural é vista de vários ângulos pelas diversas janelas.

Espaço gourmet – II

O espaço de refeições integra-se com o terraço marcado pelo deck de madeira. Portanto, para além do jogo de sombras proporcionado pela cobertura de bambu, um dos destaques é a vista deslumbrante da paisagem natural circundante descortinada por amplos planos envidraçados com esquadrias de madeira. A integração com o terraço e com o espaço exterior cria uma sensação de continuidade espacial que torna a área mais agradável e convidativa.

Cozinha – II

Na cozinha, os móveis de madeira natural, como a mesa de rodas e as prateleiras para os utensílios, e em estilo rústico, como o armário de madeira branco, convivem com os eletrodomésticos de aço inox, como o frigorífico, o fogão e o exaustor. A combinação comprova que não é necessário um fogão a lenha para criar uma cozinha rústica e familiar. 

Espaço gourmet I

O espaço de refeições revela uma das melhores qualidades da residência: servir de refúgio para o descanso e o lazer e desfrutar de momentos com a melhor companhia e a mais deliciosa comida. A porta de correr de ferro, na cor preta, marca a transição entre o espaço e a cozinha, integrando-os quando aberta. Aqui predominam as superfícies calorosas os tijolos à vista. A cobertura feita de toras de eucalipto e bambu realça o estilo campestre e a sensação de aconchego.

O que achou da decoração dos ambientes deste refúgio na natureza?
Casas modernas por Casas inHAUS

Precisa de ajuda com um projecto em sua casa? Entre em contacto!

Encontre inspiração para casa!