Casas Com 3 Quartos: Apartamentos T3, Áreas, Preços e Ideias | + 15 Projectos como Inspiração

Sílvia Cardoso – homify Sílvia Cardoso – homify
Apartamento T3 - Marina de Olhão, Propriété Générale International Real Estate Propriété Générale International Real Estate Cozinhas modernas
Loading admin actions …

Quando pensamos em arrendar ou comprar um apartamento, uma das primeiras coisas que ponderamos é a dimensão do mesmo. Por norma, as pessoas no início da vida adulta optam por arrendar ou comprar apartamentos mais pequenos para, mais tarde, se mudarem para maiores. Mas é, na verdade, uma questão altamente subjectiva que, para além da fase da vida, também depende do orçamento e das necessidades de cada pessoa ou família.

Hoje, o nosso artigo é dedicado aos apartamentos T3 que têm esta designação por terem três quartos. Mas desengane-se quem pensa que estes três quartos têm, realmente, que ser utilizados para o efeito. Estas divisões podem servir diferentes propósitos, o que significa que um T3 não é um apartamento exclusivo para famílias numerosas. Neste texto, vamos dar-lhe algumas ideias sobre como aproveitar o espaço, falar de preços e saber qual é o tamanho médio de um apartamento T3. Esperemos que lhe seja útil e que as imagens que escolhemos o inspirem a decorar o seu apartamento e a aproveitá-lo da melhor forma!

1 – O que é um apartamento T3 e que outras tipologias existem?

Comecemos pelos conceitos básicos que, de resto, são pela maior parte das pessoas muito conhecidos. Em T3, o “T” corresponde a “tipologia” o e “3” ao número de quartos. Portanto, um apartamento T3 é um apartamento que tem três quartos. Esta mesma lógica aplica-se, claro está, às demais tipologias. Um T0 não tem qualquer quarto (é mais conhecido por “estúdio”), estando este último integrado na sala, embora possa beneficiar de uma qualquer forma de segmentação (uma divisória ripada, um cortinado, uma porta de correr, entre outras). Um T1 é um apartamento com um quarto, um T2 é um apartamento com dois quartos, e assim adiante. Para além destas tipologias, é, ainda, possível encontrar a tipologia representada desta forma: “T3+1” ou “T2+1”. O “+1” corresponde a um quarto sem janela, por regra mais pequeno do que os outros quartos. A estas designações juntam-se, ainda, as de “andar moradia”, “duplex”, “triplex”, “penthouse”, “moradia isolada ou unifamiliar”, “moradia geminada” e “loft”. Quando se procura casa para arrendar ou para comprar, é oportuno estar a par dos termos do mercado e das opções existentes. Vamos ver o que cada uma delas significa:

  • Andar moradia: moradia cujos pisos possuem entradas independentes, podendo, assim, ser habitados por mais do que uma família (uma em cada piso);
  • Duplex: trata-se de um apartamento com dois andares conectados por uma escada ou ligação interior;
  • Triplex: igual ao anterior, mas com três andares;
  • Penthouse: apartamento que ocupa o último andar de um edifício e que integra, geralmente, um terraço com vista panorâmica. As penthouses são bastante valorizadas;
  • Moradia unifamiliar: moradia/casa que não tem paredes coladas ou partilhadas com imóveis vizinhos;
  • Moradia geminada: as moradias geminadas, para além de ligadas, são simétricas e partilham com as demais a estrutura, o telhado e a alvenaria;
  • Loft: espaço amplo, com pé direito alto e quase sem divisórias. Reminiscente dos lofts nova-iorquinos, tem uma matriz tipicamente industrial.

2 – Apartamentos T3 em Portugal: áreas e preços

Uma das conclusões do Barómetro do “Crédito Habitação 2020” é que a casa ideal procurada pelos portugueses é um T3 com 116 metros quadrados com um preço até aos 149 mil euros*. Ao T3 segue-se o T2 – mas com uma distância significativa – e, depois, os T4 que são, naturalmente, mais caros e que estão, por isso, aquém das possibilidades da maior parte das famílias portuguesas.

Mas qual é a área mínima legal para um T3? Repare que é “fácil” alguém criar três quartos numa casa e vendê-la como um T3, mas, legalmente, há mínimos e a área mínima para um T3 é de 91m2. Por isso, se está à procura de casas pequenas com 3 quartos, tenha presente o mínimo legal para garantir que, ao fazer negócio, paga um valor justo.

No que toca aos preços, as notícias deste ano (2021) não são animadoras. Segundo o Jornal de Negócios, os preços dos T3 foram os que mais subiram em Portugal (esta tipologia registou uma subida de 9.6% com excepção da capital onde o preço desceu 0.2%), mas, em Lisboa, foram os preços dos apartamentos T1 que sofreram um aumento. Os dados da REATIA (plataforma portuguesa do mercado imobiliário) mostram-nos que, em Lisboa, os preços mais baixos por m2 são nas freguesias de Santa Clara e Marvila. No Porto, os preços mais acessíveis são em Paranhos e em Campanhã. Estas zonas são, por isso, neste momento, zonas que se afiguram fortes no que toca às melhores oportunidades de investimento imobiliário.

Mas, note-se, que não basta avaliar o preço por m2 em cada zona da cidade. A tipologia é, também, importante e há zonas onde é vantajoso comprar um T1 ou um T2, mas não um T3 e vice-versa. Em Lisboa, na zona de Alvalade, o preço médio de um T3 por m2 é de, aproximadamente, 3868 euros (mais baixo do que, por exemplo, um T2 de 90m2 nas Avenidas Novas onde o preço ascende aos 5815 euros por m2). Já no Porto, consegue-se comprar um T3 em Paranhos por cerca de 1534 por m2 e com uma área de, aproximadamente, 115m2, o que sai mais barato do que comprar, por exemplo, um T2 em Ramalde.

Isto para dizer que antes de arrendar e de comprar, deve analisar os preços por m2 e tipologia nas diferentes zonas e considerar os outros custos que vai ter ao viver nas zonas por si ponderadas (custos de deslocação, por exemplo) para perceber o que mais lhe compensa. Analise sempre várias possibilidades antes de tomar uma decisão.

*Fontes: revista Executive Digest; REATIA (plataforma portuguesa do mercado imobiliário);

3 – Como aproveitar casas com 3 quartos

É inegável que quantos mais quartos um apartamento tem, mais possibilidades oferece. Eis algumas formas de tirar partido dos três quartos disponíveis num T3:

Quartos para a família / quarto de hóspedes: normalmente, estes apartamentos têm um quarto maior e dois mais pequenos. Para quem tem mais do que um filho, é a situação ideal porque, assim, cada um pode ter o seu próprio quarto. No entanto, também se pode usar um desses quartos como quarto de hóspedes (que dá sempre jeito para se receber confortavelmente as visitas) ou (e pensando no futuro) para se acolher um familiar idoso que deixe de poder viver sozinho.

Escritório: é verdade que a pandemia veio pôr em evidência a mais-valia de se ter um escritório em casa, mas, independentemente disso, há cada vez mais profissionais (independentes ou não) que podem trabalhar a partir de casa, tanto a tempo inteiro como a tempo parcial. Dito isto, e especialmente se já costuma trabalhar a partir de casa ou levar trabalho para casa ou se está nos seus planos, a curto ou médio prazo, começar a fazê-lo, então não ponha de parte a ideia de transformar uma divisão da casa em escritório.

Quarto de Criança YS PROJECT DESIGN Quartos de rapaz tenda,criança
YS PROJECT DESIGN

Quarto de Criança

YS PROJECT DESIGN

Quarto de brinquedos: todos sabemos que onde estão crianças está sempre muita tralha e, por vezes, torna-se assoberbante ter tantos objectos no espaço onde as crianças dormem. A zona de descanso mistura-se com a de brincadeiras, o que, para além de se tornar demasiado estimulante, também torna o ambiente visualmente menos apelativo (porquanto mais caótico e difícil de arrumar). Assim, um óptimo uso para um quarto adicional é criar nele um quarto de brincadeiras para os miúdos, totalmente separado do quarto onde estes dormem e onde podem brincar à vontade e receber os amigos. Este espaço pode e deve ser optimizado com boas soluções de arrumação como estantes, prateleiras, caixas, cestos, entre outras. Depois, quando os miúdos crescerem, o quarto pode ser transformado numa sala de estudo ou, então, ser alterado para servir outro propósito para a família toda.

Estúdio de música ou atelier de arte: tem um familiar verdadeiramente empenhado num instrumento (ou que até o toque profissionalmente)? Ou alguém que adora pintar e adoraria ter o seu próprio atelier? Porque não transformar o terceiro quarto num espaço dessa natureza? Até pode ser um espaço criativo para toda a família! No caso de ser um quarto de música, é conveniente prepará-lo do ponto de vista acústico para que quem nele toca não incomode ninguém com o barulho, independentemente das horas.

Ginásio: as pessoas preocupam-se cada vez mais com a saúde e estão atentas aos benefícios que fazer exercício físico lhes traz. Mas, convenhamos, trocar de roupa, sair de casa e, não raras vezes, enfrentar o trânsito só para ir para o ginásio é uma “missão” impossível de acomodar num dia-a-dia já agitado. Mas se tem a sorte de ter um quarto adicional disponível, pode, perfeitamente, transformá-lo num pequeno ginásio caseiro. Comece pelo essencial (tapetes, uma pequena estante ou prateleira para arrumar os pesos, elásticos e outros acessórios) e, se quiser e puder, pode investir em máquinas como bicicletas, passadeiras, entre outras. Convém que este quarto seja bem ventilado e iluminado!

Quarto principal - moradia baltar, Alpha Details Alpha Details Closets modernos
Alpha Details

Quarto principal – moradia baltar

Alpha Details

Closet: como sabemos, nunca é demais ter bons espaços de arrumação numa casa. Um dos quartos pode, por isso, ser transformado num closet bem compartimentado para acomodar adequadamente as roupas, os acessórios e os sapatos. Este espaço pode, ainda, incluir um toucador para se organizar a maquilhagem e os perfumes e servir, ainda, como quarto de vestir. Para o efeito, não se esqueça de incorporar um espelho de corpo inteiro, uma banqueta (que também pode ter arrumação) e um tapete para conforto extra.

4 – Plantas de casas com 3 quartos / planta baixa de casas

planta aponto Casas unifamilares Madeira maciça Acabamento em madeira apartamento,remodelação,alteração,reabilitação,apartamento moderno,t4,apartamento t4,suite,cozinha americana,espaço continuo,cozinha aberta,moderno
aponto

planta

aponto

Actualmente, os apartamentos T3 são, por norma, organizados com um núcleo social em open space (com a cozinha, a sala de estar e a sala de jantar integradas) que conforma a parte partilhada da casa, estando os quartos numa zona mais privada (pode haver um corredor e/ou hall entre ambas as zonas). No entanto, também pode fazer sentido haver dois quartos de um lado e um quarto do outro, beneficiando este último de maior resguardo em relação aos demais, o que é especialmente oportuno se se tratar de um quarto de hóspedes ou se for usado como escritório. Se está em processo de construção ou de remodelação, inspire-se nos projectos de casas com 3 quartos que acima lhe deixamos e noutros que se encontram no nosso site. Pense bem nas suas necessidades – no presente e no futuro – antes de tomar uma decisão.

5 – Onde posso encontrar um T3?

MORADIA UNIFAMILIAR hauss Salas de estar modernas sala de estar,moradia,designdeinteriores,decoracao,mobiliario
hauss

MORADIA UNIFAMILIAR

hauss

Agora que já sabe um pouco mais sobre esta tipologia e já viu algumas plantas de casas T3, sugerimos que consulte a nossa lista de agências imobiliárias portuguesas se está à procura de uma casa ou apartamento desta ou de outra tipologia. Um agente imobiliário será a pessoa indicada para lhe mostrar o que há no mercado e para o ajudar a definir prioridades, fazendo o investimento que mais lhe convém.

Esperemos que este artigo lhe tenha sido útil! Não se esqueça de nos deixar o seu feedback!

Precisa de ajuda com um projecto em sua casa?
Entre em contacto!

Encontre inspiração para casa!