Uma casa passiva e sustentável

Sílvia Cardoso – homify Sílvia Cardoso – homify
Google+
Loading admin actions …

Hoje, queremos mostrar-lhe uma casa de família passiva. Uma casa passiva é a que se refere a uma norma rigorosa e voluntária para a eficiência energética de um edifício, diminuindo a sua pegada ecológica. Estes edifícios consomem pouca energia para o aquecimento ou arrefecimento de espaços. Em alemão, estas casas são designadas como Passivhaus. Por se tratar de uma casa passiva, o edifício já foi premiado por diversas vezes. Os profissionais responsáveis pelo projecto e construção pertencem à firma ArchitekturWerkstatt Vallentin. O escritório é conhecido pelas suas palestras e publicações sobre o tema, não só na Alemanha, como também em termos internacionais.

​Vista

A casa foi construída numa nova área residencial numa pequena região na Alta Baviera. O revestimento do edifício é em larício, sendo esta a madeira que envolve toda a sua fachada, apenas interrompida pelas superfícies envidraçadas com caixilharia em vermelho. O telhado ondulado foi construído em alumínio.

​Construção

A casa ergue-se sobre uma laje de betão armado, sendo o seu isolamento extremamente eficaz. A madeira usada para a construção é leve e de fácil instalação, para além de económica. O alpendre surge coberto pelo que oferece protecção mesmo nos dias chuvosos. Este é o espaço de exterior ideal para um clima tão especial como o da Alemanha.

Volume 672 m³

Procura de calor de 15 kWh / (m² a) de acordo com o PHPP (Pacote de Planeamento da Casa Passiva)

Procura de energia primária 112 kWh / (m² a) de acordo com o PHPP

​Design

O edifício tem uma volumetria clara com um telhado inclinado – seguindo a tradição do país – que empresta tensão ao projecto. Os caixilhos recuados oferecem um efeito tridimensional à casa e o vermelho traz uma nota de cor plena de vivacidade.

​Piso térreo

Comecemos a nossa visita do interior pelo piso térreo. O revestimento consiste em placas OSB nas paredes e no piso, utilizadas para reduzir os custos. Isto cria uma atmosfera muito especial no espaço que sobressai pela sua homogeneidade. A iluminação artificial da área é simples, sendo produzida com luzes de tecto convencionais. As portas deslizantes ligam o interior ao exterior.

​Piso superior

O piso térreo abriga a cozinha, a sala de estar e uma casa de banho. O primeiro andar integra um espaço aberto que inclui o quarto. A porta de vidro que vê na imagem abre-se para o jardim e mantém os moradores em contacto com a natureza. O contorno do telhado não é convencional pelo que aqui se cria um sentido especial de espaço.

​Tecnologia

O mobiliário que encontramos no espaço é do mesmo estilo do mobiliário do piso inferior. A porta branca do lado direito dá para uma casa de banho. Esta área é também revestida por placas OSB, mantendo-se a coesão em relação ao andar de baixo. Estas placas são constituídas por lâminas de madeira orientadas, daí o nome OSB – Oriented Strand Board. Os construtores de LSF (Light Steel Framing) recorrem, normalmente, às placas OSB para revestir o esqueleto metálico dos edifícios. As placas não são meramente decorativas, têm funções estruturais passíveis de cálculo de engenharia. O OSB é composto por madeiras resinosas originárias de produções exploradas para o efeito. O material respeita, assim, os conceitos de sustentabilidade e de eco-eficiência.

As informações mais importantes em resumo:

- Área bruta: 161 metros quadrados

- Localização: Dorfen

Amiga do ambiente, de rápida construção e barata. Que mais se pode pedir? Ah, já sabemos! Conforto. Também tem! Viveria nesta casa?
Casas modernas por Casas inHAUS

Precisa de ajuda com um projecto em sua casa? Entre em contacto!

Encontre inspiração para casa!