O refúgio inteligente: uma casa pré-fabricada na serra

Sílvia Cardoso – homify Sílvia Cardoso – homify
Google+
Loading admin actions …

Foram necessárias apenas dez semanas para se construírem os 96 m² de superfície que tem este refúgio no meio da natureza. Quatro semanas para desenhar o projecto, cinco semanas para fabricar e uma de montagem sobre o lote na Serra Espadá, deram origem a uma casa moderna e ecológica. Priorizando o ócio em detrimento do trabalho, o casal de proprietários encarregou o estúdio de arquitectura noem que tornasse possível o seu desejo: construir um refúgio num terreno na montanha onde pudessem desfrutar da natureza na companhia dos seus amigos. Porém, existiam algumas premissas: a casa tinha que ser modular, pré-fabricada e em madeira, e com conforto e eficiência energética máxima.

Um mês depois, o El Refugio Inteligente - o nome dado à casa – ganhava forma. Destaca-se pela sua simplicidade, funcionalidade e facilidade de uso. É domótica, sustentável e a sua manutenção mínima.

Mostrar-lhe-emos, agora, o edifício através de uma visita virtual pelo interior e pelo exterior.

O conceito

Casas modernas por NOEM

Dois marcos metálicos de cantos curvados marcam o perfil desta casa modular construída em madeira. Previamente fabricada e colocada sobre o terreno, o seu desenho é composto por uma área fechada e uma área aberta usada como terraço. O lote, situado num local natural, conta, com uma piscina, um barbecue, uma zona de asseio e outra de armazenamento, que complementam o edifício principal e permitem aos moradores habitar o espaço confortavelmente. Três degraus do lado direito dão acesso ao terraço de madeira e à casa.

​O terraço

Casas modernas por NOEM

Antes de se cruzar o limiar da porta que nos levará até ao interior, temos ainda tempo para espreitar uma abertura que dá para o interior, designadamente para um quarto. A madeira, como já tínhamos percebido através das fotografias, é o material de construção principal, tendo permitido rapidez no processo de fabrico e de montagem. No topo, um toldo branco protege a casa e resguarda o alpendre.

​O espaço interior

Escritório  por NOEM

No interior, a casa é composta por dois módulos. Um primeiro plano acolhe as áreas privadas com o quarto principal, a cozinha, a casa de banho e uma sala polivalente. O segundo plano, com o mesmo comprimento, mas maior largura, integra um espaço aberto que pode ser usado como sala de estar, sala de jantar e espaço recreativo.

​Controlo domótico

Sala de jantar  por NOEM

Saímos do quarto e chegamos à zona social da casa. O mobiliário que compõe o espaço pode adaptar-se a diferentes usos. Através de um sistema domótico, os proprietários podem controlar, programar e modificar o seu estado, como por exemplo subir e baixar persianas ou gerir a temperatura.

O termo “domótica” resulta da conjugação entre a palavra latina “domus” (casa) com “robótica”. Quando a dormótica emergiu, aspirava-se a controlar a iluminação, a climatização e a segurança.

​Cozinha

Cozinha  por NOEM

Invertemos o ângulo e deparamo-nos com a cozinha. Embora se trate de uma cozinha aberta, pertence à zona de instalações junto à casa de banho colocada atrás dela. O seu desenho compacto optimiza o reduzido espaço interior. Isto repete-se noutros espaços da moradia onde se teve em atenção todos os detalhes para se tirar o máximo partido da construção em todos os sentidos.

​Processo de construção

  por NOEM

Em relação à construção, e como já referimos, a casa foi fabricada com um conjunto de materiais e de sistemas que permitem que seja classificada como uma casa saudável, passiva, ecológica e bioclimática. O edifício é composto por uma estrutura de madeira de pinheiro e abeto e protegido por um isolamento de lã de ovelha natural, fibra de madeira e algodão. O pavimento, pintura e fachada completam o seu design e eficiência e diminuem, por sua vez, a pega de CO₂.

Em termos bioclimáticos, a casa é três vezes mais isolada do que uma casa tradicional. Para além disso, o seu desenho permite que a ventilação seja cruzada e que possa captar energia solar, diminuindo o consumo de sistemas de climatização activos.

​Outras qualidades

  por NOEM

Para além das estratégias passivas de climatização, a sua orientação para sudeste, a iluminação LED e o sistema de ventilação de duplo fluxo conseguem assegurar o conforto térmico e diminuir o gasto energético com uma classificação de de energia de classe A.

Este exemplo de arquitectura modular pré-fabricada pode ser personalizado para atender às necessidades de qualquer usuário, sendo possível escolher o número de módulos, o tipo de madeira ou a sua estrutura metálica.

Leia o nosso artigo - As inúmeras vantagens de uma casa sustentável – para saber mais sobre este tipo de habitação.

O que achou desta encantadora e original moradia? Gostaria de morar numa casa sustentável?
Casas modernas por Casas inHAUS

Precisa de ajuda com um projecto em sua casa? Entre em contacto!

Encontre inspiração para casa!