Solicitar cotação

Número incorreto. Por favor verifique o indicativo do país, da cidade ou número de telefone.
Ao clicar 'Enviar' eu confirmo que li os Política de privacidade e aceitei que a minha informação seja processada para responder a um pedido.
Nota: Poderá anular o seu consentimento enviando email para privacy@homify.com com efeito futuro.

7 jardins pequenos para inspirar o seu

Sílvia Cardoso – homify Sílvia Cardoso – homify
Google+
Loading admin actions …

Todos nós temos necessidade de momentos passados ao ar livre em contacto com a natureza. É importante reconectarmo-nos connosco próprios sendo que, por vezes, é possível fazê-lo indo passando o fim-de-semana fora. Porém, por questões de tempo e de dinheiro, isso nem sempre é exequível.

Se tiver a sorte de ter um jardim em casa, então tire partido dele. A jardigem, só por si, é uma actividade saudável. A isso, juntam-se todas as possibilidades que esta área de recreação oferece. Referimo-nos a refeições ao ar livre, a ler um livro numa cama de rede ou espreguiçadeira, a dar um mergulho na piscina, a plantar uma horta de ervas aromáticas, entre outras coisas.

No seguinte livro de ideias, e porque nos preocupamos com o seu vínculo com a natureza, reunimos sete imagens de jardins pequenos para o inspirar a cuidar do seu.

1. Espaço e distribuição perfeita

Escolher o espaço ideal e delimitá-lo é, sem dúvida, o primeiro passo a dar aquando da criação de um jardim pequeno. Se contar com um espaço verde ao redor da sua casa, deve considerar a quantidade de luz que ele recebe, assim como  manutenção das plantas. Isso dar-lhe-á uma ideia sobre que tipo de vegetação poderá escolher para plantar no espaço em causa. Após determinada essa fase de planeamento, deverá pensar em que zona quer colocar os móveis de exterior.

​2. Criar um ambiente cómodo

Os ambientes exteriores não devem ser descurados em termos de conforto. Nas estações quentes, é lá que as famílias passam mais tempo pelo que é essencial criar uma atmosfera que garanta conforto aos moradores ao longo de várias horas. Privilegie, então, móveis adequados para exterior devidamente almofadados – prefira tecidos impermeáveis -, áreas com propósitos bem definidos – comer, ler, apanhar sol, entre outras – e guarda-sóis. Estes últimos são deveras importantes, sobretudo se tiver crianças.

​3. Madeira em todo o seu esplendor e vasos com plantas locais

Terraços  por CATO creative
CATO creative

Rear Garden

CATO creative

Como mencionámos, deve ver qual a quantidade de sol e de sombra de as suas plantas precisam para determinar se devem ter resistência alta, média ou baixa. Se o seu jardim receber raios de luz directos, recomendamos plantas como a afelandra, a araucária – se procurar uma árvore -, uma pata de elefante, a planta-jade ou o clássico cacto.

​4. Aproveitar cada recanto

Se, pelo contrário, o seu jardim recebe luz, mas se encontra coberto, pode recorrer a antúrios, a jarros, a begónias, a maranta ou o ninho-de-passarinho. Porém, se a luz é muito escassa, tem excelentes opções como a camedórea, o filodendro e a espada-de-são-jorge, também conhecida como língua de sogra. Outro factor a ter em conta é a quantidade de água que cada espécie requer. Normalmente, a regra a seguir é “mais sol, menos água”, mas informe-se junto à pessoa a quem comprar as plantas.

​5. Cores vibrantes e diferentes materiais

No exterior, pode aproveitar para jogar com materiais e com as suas texturas. Arrisque no uso da pedra, da madeira – o piso em deck é muito comum – e para pintar uma parede com uma cor diferente como se vê no projecto da Lider Interiores. A iluminação terá um papel preponderante no resultado final. Um bom projecto de luminotecnia pode mudar por completo um espaço, valorizando-o.

​6. Pedra: o puro estilo minimalista

Nos projectos de estilo minimalista, encontramos amiúde jardins com cama pedra que remetem à cultura asiática e aos seus jardins zen. Para além da estética minimalista e moderna que lhe é intrínseca, o recurso à pedra evita que a manutenção frequente seja um problema. A pedra nunca está fora de época e traz variedade à paisagem, podendo ser usada em várias circunstâncias. Este material orgânico e natural transforma um jardim aborrecido num espaço em jeito de oásis.

​7. Diversidade de cores e texturas

Outra sugestão para criar um belo jardim é jogar com cores e texturas. Atreva-se a incluir plantas de diferentes cores, com flores vibrantes, algumas trepadeiras com um forte tom de verde, e fetos com as folhas a transbordar dos vasos.

Tem um jardim pequeno? Vai adoptar alguma destas ideias? Deixe-nos o seu feedback. 
Casas  por Casas inHAUS

Precisa de ajuda com um projecto em sua casa? Entre em contacto!

Encontre inspiração para casa!