Como construir uma piscina no jardim em 7 passos

Sílvia Cardoso – homify Sílvia Cardoso – homify
Google+
Loading admin actions …

Ter uma piscina no jardim é símbolo de prestígio e, provavelmente, a sua ideia de casa de sonho contém uma. Não há como resistir à água fresca num dia soalheiro, ao encanto da luz a reflectir na sua superfície ou até a um mergulho nocturno em boa companhia. Para além disso, há quem utilize a piscina para praticar exercício físico. 

Ter uma piscina, mais do que um símbolo de status e um luxo a que todos aspiramos. Embora signifique, para a maior parte de nós, um investimento significativo, a verdade é que se pode construir uma sem gastar uma quantia demasiado avultada. 

Se tem uma área livre no jardim, então este livro de ideias é para si. Reunimos sete sugestões para ir materializando, pouco a pouco, o seu sonho que se pinta em turquesa. 

Veja quais são.

1. Medir o espaço e analisar o terreno

Piscinas rústicas por CC|arquitectos
CC|arquitectos

Pileta Terminada desde el verde

CC|arquitectos

O primeiro que devemos fazer, antes de começar a construir a piscina, é medir o espaço com que contamos para a sua construção. Uma vez tiradas as medidas, podemos começar a calcular os custos dos materiais. Recorde-se que não deve apenas planear o local da piscina propriamente dito, como também a área onde pretende descansar com espreguiçadeiras ou uma mesa para refeições ao ar livre.

Neste passo, é também importante começar a analisar o terreno. Deve ver se é irregular, que tipo de terra tem e qual é a superfície mais lisa e com terra mais compacta para que a estrutura não se deforme com o passar do tempo. Se a superfície for irregular, deve enchê-la para a tornar lisa. Pode utilizar areia da que se usa nas construções tradicionais.

2. Escolha o formato da piscina e faça um plano

Agora que já tem as medidas e que o seu terreno está regular, pode começar a criar um plano real para a construção da piscina. Recomendamos que, usando o computador, crie um projecto tridimensional da piscina e dos espaços que a envolvem. Se quer incluir dentro da piscina uma zona mais pequena – de hidromassagem ou para as crianças – também deve contemplar a grossura das paredes que separam as zonas diferentes e tirar as medidas em detalhe.

3. Informe-se sobre os custos e permissões

Piscinas modernas por Revah Arqs
Revah Arqs

Vista de la terraza

Revah Arqs

Em alguns locais, é necessária uma permissão especial para construir uma piscina. Por este motivo, antes de começar a construí-la, assegure-se de que vai cumprir todas as licenças e requisitos necessários. Também deve informar-se sobre o custo do consumo da água. Por vezes, os preços são tratados de acordo com o consumo total que uma piscina pode significar para uma casa.

4. Agora sim: comece a escavar com as melhores ferramentas

Agora que tratou das questões burocráticas e tem um plano bem delineado, comece a escavar. Neste ponto, e nos seguintes, recomendamos-lhe que utilize serviços especializados – neste caso, para escavar – uma vez que, se não o fizer, atrasará a sua obra e a superfície ficará algo irregular. Contacte um profissional ou uma empresa especializada da sua localidade.

5. Prepare a base e instale os tubos: cuidado com a água!

Depois de ter o terreno pronto, comece a construir a piscina. Para que esta tenha uma estrutura realmente resistente, comece pelas paredes laterais. Cubra-as com uma estrutura de ferro reforçada, que vem normalmente em forma de rede, e também com uma camada de madeira, para garantir a resistência necessária da base.

Outra das etapas cruciais para a construção bem sucedida de uma piscina é a instalação de tubos que vão encher e depurar a água. Recomendamos que, para tal, contrate um canalizador para o aconselhar e instalar os tubos. A grossura dos tubos também varia, dependendo da capacidade da piscina. Para os sistemas de iluminação e filtros, conte com a ajuda de um electricista.

6. Construa a estrutura final e cubra-a

Se já tem a base para a piscina e para o enchimento e limpeza, resta-lhe construir a estrutura final, ou seja, as paredes e o chão. Normalmente, as paredes das piscinas são revestidas por cerâmica, embora também possa usar betão. A vantagem da cerâmica é o facto de a instalação ser fácil e rápida. Entre outros revestimentos, há ainda a pastilha de vidro, o revestimento vinílico e as pedras decorativas. Lembre-se de que, quanto menos juntas a piscina tiver, menor a acumulação de fungos.

7. Os detalhes que não devem faltar

Agora que a piscina está quase terminada, só precisa de instalar os sistemas de enchimento e as luzes. 

Como toque final, não se esqueça de preparar a área ao redor para aproveitar o sol confortavelmente. Escolha um bom revestimento para o chão, se possível, anti-térmico.

Inspire-se na bela piscina da fotografia. O projecto é da autoria do gabinete Pórtico.

Convencido? Se não tem piscina em casa e pretende construir uma, esperamos que este passo-a-passo o ajude. 
Casas modernas por Casas inHAUS

Precisa de ajuda com um projecto em sua casa? Entre em contacto!

Encontre inspiração para casa!