Uma casa de estilo campestre com um interior aconchegado

Sílvia Cardoso – homify Sílvia Cardoso – homify
Google+
Loading admin actions …

Neste livro de ideias, trazemos-lhe uma proposta arquitectónica de estilo campestre na qual sobressaem interiores confortáveis e aconchegados. A casa localiza-se em Tandil, na Argentina, e foi projectada pelo gabinete GD Arquitectura, Diseño y Construcción

O programa de necessidades desenvolve-se num só piso, permitindo, assim, um agradável diálogo com o entorno, com um desenho simples e formal, sem perder de vista os bonitos detalhes de madeira que a engalanam.

Vamos conhecê-la?

Acesso

O acesso à casa define-se por via de um pequeno pórtico delimitado por duas colunas simples e uma cobertura de madeira com revestimento em telhas cerâmicas. É uma entrada tradicional com um certo ar romantizado. Os candeeiros que ladeiam a porta dupla, a ferraria das janelas laterais e o piso de tijoleira são típicos de um estilo rústico e convencional.

O portão da quinta?

Acolhe-nos um portão com um estilo totalmente campestre. A madeira do portão vai, como verá, repetir-se em vários elementos da casa, tanto no exterior, como no interior.

A volumetria apresenta um desenho geométrico sem cair na frieza da simetria. A iluminação e a possibilidade de desfrutar dos espaços exteriores foram elementos importantes na concepção de cada área. Um amplo jardim frontal recebe-nos antes de alcançarmos o pórtico de acesso e a garagem, estando, esta última, protegida por um volume totalmente integrado na moradia. 

Este espaço também faz as vezes de um pátio e permite que a área ajardinada posterior se amplie no caso de haver alguma ocasião especial. A vegetação é um ponto importante neste projecto: o relvado está bem cuidado e há uma miríade de árvores a acompanhar o portão que oferecem resguardo e segurança à casa.

Cozinha tradicional

cozinha tem um desenho clássico em “L” e uma estética rústica que segue o carácter da construção. Os móveis em madeira e o balcão em granito são tradicionais. O espaço oferece muita arrumação e a preparação de alimentos faz-se sem constrangimentos. As japonesas foram a solução encontrada para vedar a janela. Normalmente, têm tecidos impermeáveis o que facilita a limpeza, sendo este um ponto importante tendo em conta a divisão em causa. Os azulejos brancos interrompem os móveis escuros e trazem luminosidade à área.

Sala de estar e o tecto com vigas

Os interiores, tal como já verificámos na cozinha, vestem-se com detalhes rústicos e tradicionais. Na sala de estar, a cobertura revela traves rústicas de madeira que se harmonizam com o amarelo das paredes. O mobiliário é simples e a atmosfera familiar. 

Alpendre e jardim

Ligados à garagem estão o alpendre e o jardim posterior que, por sua vez, comunica com o interior por via de uma série de corredores e varandas que rodeiam a construção. O jardim surge nas traseiras da casa, pelo que tem privacidade, o que é importante para que a família possa desfrutar dos momentos íntimos longe de olhares indiscretos e com segurança.

Jardim lateral

Do lado oposto à garagem, libertou-se um espaço destinado ao pátio de serviço, mas, pela sua amplitude e flexibilidade, também funciona para integrar luz natural e ventilação cruzada em todos os espaços interiores. Para além disso, foi decorado de forma a criar-se uma área agradável anexada à zona de recreação.

A casa familiar que oferece todo o conforto e aconchego de que uma família precisa. Gostou deste projecto?
Casas modernas por Casas inHAUS

Precisa de ajuda com um projecto em sua casa? Entre em contacto!

Encontre inspiração para casa!