Uma moradia familiar com uma estética rústica

Sílvia Cardoso – homify Sílvia Cardoso – homify
Google+
Loading admin actions …

Neste livro de ideias, convidamo-lo a conhecer uma proposta residencial rústica com uma estética própria que se concretiza através da incorporação de detalhes únicos. A casa é obra dos profissionais do estúdio Interior137 Arquitectos com base na cidade de Medellín. A firma, nascida no ano de 2008, assenta num trabalho colectivo e interdisciplinar.

A imagem exterior da moradia define-se a partir de materiais nobres e de um sistema de construção tradicional, mas diferencia-se pela distribuição espacial contemporânea – que vai ao encontro das necessidades da vida actual – e pela inserção de acabamentos e elementos subtis que geram uma atmosfera ideal para ser desfrutada em família.

Os arquitectos acomodaram o programa de necessidades da família em espaços de plano aberto. As áreas de convívio estão devidamente separadas das zonas de lazer por espaços intermédios que apresentam um tratamento singular.

Esta obra é, de acordo com os seus autores, resultado de uma análise do projecto de arquitectura em termos da dinâmica sócio-cultural, económica e política do seu contexto. Porque a arquitectura também passa por isso.

Tire uns minutos e venha conhecer esta casa mexicana.

A chave: o jardim de Inverno

A casa, desenhada no ano 2013, possui uma relação forte com o exterior consubstanciada pelos seus espaços intermédios e jardim de Inverno. Estes espaços utilizam-se, por um lado, para expandir o espaço interior, integrando-o visual e espacialmente com a paisagem exterior e, por outro lado, são usados como elementos principais de composição que integram as diferentes caixas arquitectónicas.  

A imagem mostra um dos pátios da moradia cujo paisagismo foi bem planeado, deixando a casa beneficiar de privacidade a partir do exterior. Esta área coberta é funcional ao longo de todo o ano. A entrada de luz natural a partir cobertura transparente e a presença abundante de vegetação, fazem deste um espaço único que apela ao convívio e a momentos de repouso.

Uma cozinha prática de laivos retro

O desenho da casa concretiza-se a partir de blocos que se conectam por via de pátios semi-cobertos. Esta organização espacial é pouco convencional para uma vivenda suburbana, mas justifica-se perante a intenção de se gerar um vínculo mais estreito com o exterior e de se beneficiar de maior privacidade no sector dos quartos.

Assim, a imagem apresenta-nos, no bloco dianteiro, o sector destinado à área mais social que abriga a cozinha, a sala de jantar e a sala de estar e outro traseiro que acomoda a área mais privada. A sala de estar e de jantar expandem-se espacial e visualmente até ao exterior através de uma semi-cobertura que resguarda uma zona de refeições informal.

Uma cozinha prática de laivos retro

A cozinha organiza-se a partir de uma tipologia em “U” que se concretiza numa bancada em aço inoxidável completa com uma barra de madeira que funciona como zona de refeições informais e espaço de trabalho adicional.

Podemos definir a estética do ambiente como sendo retro. Este estilo traduz-se no tom do mobiliário e, principalmente, no revestimento cerâmico do piso que recria o das cozinhas antigas com características tradicionais.

O espaço social

Contígua à cozinha, encontramos a sala de estar e a sala de jantar com um ambiente amplo e tecto inclinado com uma estrutura de madeira que foi deixada à vista. Ao fundo, destaca-se uma parede de pedra natural. Este detalhe, juntamente com a madeira presente no tecto e no mobiliário e acessórios, definem um interior cálido e rústico que está, não obstante, organizado numa lógica moderna.

Um espaço onde manda a pedra

Na casa de banho repete-se a utilização da pedra que gera calidez no espaço. Já o balcão em betão que abriga o lavatório denota laivos modernos que contrariam a rusticidade da pedra e do chão em tijoleira.

A varanda do quarto principal

Terraços  por interior137 arquitectos
interior137 arquitectos

terraza habitación principal

interior137 arquitectos

O deck semi-coberto define a expansão do quarto principal. O galpão foi concebido para delimitar a varanda. A exuberância da natureza traz resguardo e conforto à área.

O que achou da forma como se resolveu a distribuição de áreas deste espaço? Parece-lhe interessante? 
Casas modernas por Casas inHAUS

Precisa de ajuda com um projecto em sua casa? Entre em contacto!

Encontre inspiração para casa!