Seis pequenos apartamentos, seis grandes inspirações

Sílvia Cardoso – homify Sílvia Cardoso – homify
Google+
Loading admin actions …

Nas cidades grandes, onde os apartamentos são cada vez mais pequenos, torna-se impreterível saber aproveitar o espaço de forma bem estruturada, de modo a propiciar bem-estar e funcionalidade ao quotidiano das famílias. Em boa verdade, o tamanho pouco importa quando se sabe optimizar e explorar as áreas com truques audazes e elementos de poupança de espaço.

Pode-se tratar de um apartamento pequeno, de um loft organizado em dois níveis ou de um estúdio. Independentemente da tipologia de habitação, há formas de transformar poucos metros em ambientes confortáveis e práticos.  Para o artigo de hoje, escolhemos seis projectos internacionais que mostram como tirar partido de ambientes pequenos. 

Venha vê-los e escolha o seu preferido.

1. Em branco

O branco é uma cor indispensável num espaço pequeno, andando de mão dada com a luz natural. As cores claras são as melhores aliadas para ambientes pequenos uma vez que ajudam a maximizar a percepção de amplitude, tanto num espaço aberto, como quando se trata de divisões separadas. Este loft, da autoria do gabinete Architetto Gino Speraé um exemplo agradável de como usar esta cor que torna o ambiente simples e limpo. A madeira e a luz desempenham igualmente um papel importante.

2. Móveis que poupam espaço

Corredores e halls de entrada  por MIROarchitetti
MIROarchitetti

la libreria passante

MIROarchitetti

Em Bolonha, encontramos este apartamento de 33 m². Porém, este espaço limitado não foi impedimento para se criar uma atmosfera confortável e convidativa. A estética e a funcionalidade conciliam-se na perfeição neste apartamento limitado onde o corredor que liga o quarto e casa de banho à cozinha e à sala foi aproveitado para a inserção de espaços de arrumação que surgem sob a forma de nichos nas paredes.

3. Onde está o quarto?

Cozinhas ecléticas por  Design
Design

Wohnküche

Design

Consegue encontrar a cama neste loft? É difícil, mas não é impossível. A área de repouso quase desapareceu, passando despercebida no todo que é este pequeno estúdio. Se dispuser de uma altura generosa, esta é uma opção discreta a considerar. A separação entre os vários espaços da casa não é, por definição, particularmente notória. Todavia, através de móveis e pequenos elementos conseguimos perceber onde está o quê. Os móveis de design, como a cadeira Charles and Ray Eames, valorizam a decoração e prendem a nossa atenção que, desta forma, se desvia dos constrangimentos espaciais.

4. 60m² de sonho

O apartamento que vemos na imagem tem apenas 60 m² estendidos para o exterior através do terraço. O chão em madeira clara e as paredes, também elas, claras ampliam-no, assim como o mobiliário moderno e simples. Repare que, ainda que se trate de um espaço integrado, a cozinha distingue-se da sala através do chão revestido a cerâmica. Por fim, note-se que estilo contemporâneo e minimalista oferece uma sensação de espacialidade à casa, sem excluir um toque pessoal e ecléctico.

5. Um sótão bem explorado

Salas de estar modernas por deinSchrank.de GmbH
deinSchrank.de GmbH

Weißes Regal unter der Dachschrägen

deinSchrank.de GmbH

Projectar um apartamento num sótão? Mais do que um desafio, uma verdadeira diversão. Aproveite ao máximo cada recanto da casa e opte por esquema de distribuição de espaço que privilegie a funcionalidade. Se não pode, por exemplo, prescindir de uma biblioteca ou de um local onde arrumar os seus objectos decorativos, por que não aproveitar uma parede para o efeito à semelhança do que se fez na imagem? É certo que terá de o fazer por medida, mas, num espaço pequeno, cada centímetro conta. Um truque engenhoso? Uma clarabóia ampla que deixe entrar luz natural e amplie o espaço.

6. Minimalista e cheia de carácter

O estilo minimalista, para além de apelativo, é extremamente útil para decorar e mobilar áreas pequenas. A ideia de móveis grandes para espaços exíguos é, por si só, uma contradição. O minimalismo dever-se-á reflectir não só na decoração, como na própria estrutura arquitectónica do lugar. A título de exemplo, temos as guardas de vidro da escada que, pela sua transparência, é como se não existissem no espaço. A escada leva-nos a um piso superior onde se encontram as áreas de lazer desta casa, desimpedindo o andar inferior para abrigar a zona social. Espaços em altura são, sem dúvida, uma grande vantagem.

Mora num apartamento pequeno? Vai inspirar-se em alguma destas sugestões? Deixe-nos as suas ideias.
Casas modernas por Casas inHAUS

Precisa de ajuda com um projecto em sua casa? Entre em contacto!

Encontre inspiração para casa!