Bancos de jardim – ideais para todas as estações

Ida    Gaspar – homify Ida Gaspar – homify
Google+
Loading admin actions …

O inverno pode estar a chegar mas não queremos menosprezar o jardim, afinal ele não é feito só de verão e de raios de sol. É certo que quando o tempo é melhor aproveitamos mais, até porque é geralmente nessa altura que as pessoas gozam férias e estão numa onda de relaxe. No entanto, ao fim-de-semana ou nuns dias de folga sabemos que gosta de ir até ao jardim, plantar novas flores, aproveitar a natureza, do sol que vai aparecendo e relaxar por ali sentado ou deitado, num banco do seu jardim. É verdade, existe mobiliário que pode estar todo o ano no seu jardim, porque é feito de material que aguenta o mau tempo, como o ferro, a madeira ou o plástico. 

Assim sendo, as propostas de bancos que vos apresentamos são perfeitas para a estação do ano que se avizinha. O mobiliário de jardim não tem de, necessariamente, conhecer a cave ou garagem, para se esconder do mau tempo. Pode perfeitamente habitar por lá todo o ano, e suportar todas as tempestades e intempéries. Estas dez ideias são a prova real disso…  jardins de inverno bonitos, cuidados e aproveitados fazem as suas delícias, como embeleza toda a sua casa. Agora balanceia-se nestes bancos de jardim e imagine-se com uma mantinha nos ombros a contemplar o horizonte. Preparado para descobrir? Então continue a ler…

Pensar. Criar. Ter.

Bem…  

Quer ter um banco de jardim? Perfeito! 

Quer algo moderno? Temos imensas ideias!

Tem um orçamento limitado? Sabem que a solução está sempre aqui!

A homify e as ideias DIY andam sempre a par e passo. Desta inspiração podem retirar dois mobiliários para o jardim, a mesa e os bancos. Parecem-vos difíceis de execução? Cremos que não.

Vejamos, é necessário umas paletes, almofadas, rodas, tampo de vidro, parafusos e cola talvez. Juntar as peças, de acordo, com o tamanho que pretende, fixá-las e decorá-las… et voilá! A sua obra prima! Como acabamento pode deixar este ar tosco da madeira ou optar por pintar e dar o toque de cor.

É amor à primeira vista

Um banco, que poderia ser similar a um banco de jardim de rua, pelas características que apresenta… mas não é um banco que está repleto de amor e que nos deixou conquistados assim que o vimos, foi… amor à primeira vista! Aquele coração bateu forte! Imaginamo-lo em qualquer tipo de jardim, sítio ou lugar, talvez se enquadra mais para os eternos apaixonados e românticos. De facto, um banco com forma de coração é algo bem original, e que poderia ser uma surpresa interessante para a sua cara metade. Ousaria?

Ambiente zen

Estar no jardim significa estar em paz, no sossego… assim num ambiente zen. Em que os sons que se ouvem são da própria natureza e trazem-nos uma liberdade imensa. Pense e diga-nos que sons é que ouve no seu jardim, afinal podem diferir de lugar para lugar.

Este jardim reflete um ambiente oriental, pela especificidade da decoração, como as laternas, o padrão das almofadas e principalmente pelo design do banco. Reparem este banco oriental é quase como uma cama, é mais profundo, tem um colchão e um encosto que rodeia praticamente o banco. O conforto está todo neste banco, uma inspiração que nos deixou zen e com vontade de ter igual.   

Aqui tudo pode acontecer

Neste jardim estamos protegidos, é uma ideia perfeita para os dias que chegam, chuva e vento. Um toldo num jardim  é uma jogada segura e rentável todo o ano, no inverno protege-nos da chuva e no verão dos raios demasiados intensos e por vezes insuportáveis, dá aquela bendita sombra. E os bancos? Estes estão sempre protegidos, que faça chuva ou sol, dá perfeitamente para ter estes bancos revestidos de almofadas fofas e confortáveis. Quem sabe se não irá dormir uma soneca no ar puro do seu jardim!

O baloiço da felicidade

Força! Mais alto! Quero chegar ao céus e apanhar o sol! É o que as crianças querem fazer quando andam de baloiço. Cada voo é um alcance à felicidade. Momentos de criança que se guardam para todo o sempre. Mas aquela vontade está lá… continuar a balançar, talvez de forma mais suave e tranquila, porque sabemos que não iremos apanhar o sol. Mas sentir sim, a frescura da brisa e a sensação de leveza. Um banco assim suspenso com cordas a numa estrutura sólida de madeira, é uma viragem no tempo… no tempo da felicidade. Seja feliz e apanhe o voo! 

Ponte

É a ponte que faz a transição do seu corpo para o bem-estar e relaxe. Estar sentado no jardim significa contemplar muitas vezes nem sabemos bem o quê, porque o nosso 'eu' divaga, como se entrássemos noutra atmosfera. É o poder da nossa mente. Como tal, dê proveito ao seu jardim, para desligar um pouco a 'corrente', invista num mobiliário como este banco, que pode permanecer a tempo inteiro por lá. Este é um bom exemplo de banco de jardim que carrega um ramo de verduras que chega até si!

Metalizado

Ter um jardim é ser privilegiado, sabe disso? É poder apanhar um pouco de ar a qualquer momento sem ter de sair de casa, mesmo que esteja de pijama. É poder desanuviar, apanhar banhos de sol, relaxar ao ar puro, descontrair tratando das plantas e dar um mergulho se tem a sorte de ter uma piscina. É isso ter um jardim tem tantos benefícios, que tem de lhe dar bom proveito. Por isso trazemos-lhe ideias que podem permanecer sempre por lá, já que existe investimento. Este é de metal, totalmente cromado, com um design ultra moderno, bancos e mesa, tem a linha completa. Para maior conforto é colocar umas almofadas por cima dos bancos, em grupo ou sozinho é só desfrutar.

É romântico

Esta imagem poderia ser o cenário de um filme romântico, mas este conjunto de bancos de jardim com ar campestre, pode chegar até si… melhor dizendo até ao seu jardim. Pode o vedar com cortinas, que o protegerá do frio e de pequenos chuviscos, mas também dar-lhe-á alguma privacidade. Pode ir lá namorar ou ler um livro, numas tardes de domingo, aproveitar e desfrutar o melhor que a vida dá. 

No cantinho da casa

Este banco surge num contexto diferente, não é na relva ou à beira da piscina, mas sim junto às janelas de casa, numa varanda, uma ideia feliz que pode ter muito aproveitamento. O banco tem uma forma astuciosa, em L, o que faz com que o espaço seja bem usufruído e dá sempre para mais um lugar sentado. Pode ainda, ser encostado a uma esquina de parede, de modo a ficar encaixado. O seu design é discreto e pode ser usado para varandas, jardins ou mesmo para dentro de casa, quando há bancos a faltarem. Uma ideia engenhosa e cheia de rentabildidade, está mais que aprovada!

Esconde esconde

Ah! Ficou o segrego para o fim!! Um banco de jardim onde pode arrumar tudo e ninguém se vai aperceber. Ao levantar o tampo de madeira pode arrumar as almofadas, que decorrem o banco ou umas quantas bricolagens que aguardam lugar. Uma aposta de Creation CJCJ que não ficou nos nossos segredos, por cá gostamos de partilhar o melhor que existe por aí.

Qual foi o banco que lhe deixou sem sopro?
Habitações  por Casas inHAUS

Precisa de ajuda com um projecto em sua casa? Entre em contacto!

Peça a sua consulta grátis

Encontre inspiração para casa!