Habitar a ruína | homify | homify
Error: Cannot find module './CookieBanner' at eval (webpack:///./app/assets/javascripts/webpack/react-components_lazy_^\.\/.*$_namespace_object?:2982:12) at at process._tickCallback (internal/process/next_tick.js:189:7) at Function.Module.runMain (module.js:696:11) at startup (bootstrap_node.js:204:16) at bootstrap_node.js:625:3

Solicitar cotação

Número incorreto. Por favor verifique o indicativo do país, da cidade ou número de telefone.
Ao clicar 'Enviar' eu confirmo que li os Política de privacidade e aceitei que a minha informação seja processada para responder a um pedido.
Nota: Poderá anular o seu consentimento enviando email para privacy@homify.com com efeito futuro.

Habitar a ruína

anadomenti anadomenti
Remodelação de casa no Gondramaz Casas modernas por Atelier do Corvo Moderno
Loading admin actions …

Mais do que os novos projectos que se têm construído (e muito bem por este Portugal fora), é cada vez mais visível a preocupação dos arquitectos perante a reabilitação e recuperação de edifícios pré existentes. O projecto que temos a apresentar-lhe hoje é um deles. Trata-se da remodelação de uma casa no Gondramaz, que anteriormente em ruínas, precisou de uma intervenção. Sem mais demoras, a homify 360 de hoje irá levá-lo a conhecer este belíssimo projecto de recuperação da autoria do Atelier do Corvo; está preparado?

As marcas do tempo

Pré-existência Casas modernas por Atelier do Corvo Moderno
Atelier do Corvo

Pré-existência

Atelier do Corvo

O nosso quotidiano está repleto de ruínas românticas e modernas, medievais e islâmicas, reais e imaginadas, pitorescas ou melancólicas. Se pudéssemos retratar a ruína de uma forma objetiva, descobriríamos em todas um fim comum – a resultante física degradada pela ação do tempo.

À semelhança do que acontece por este país fora e tal como pode observar na imagem, a casa em questão nada mais aparentava que ser um caco sem possível salvação. Um edifício em ruína, que nada mais tem para dar.

Uma nova cara

Vista exterior Casas modernas por Atelier do Corvo Moderno
Atelier do Corvo

Vista exterior

Atelier do Corvo

Ainda assim, e com a ajuda dos arquitectos, a história reverteu-se dando a possibilidade a este edifício de poder viver uma nova vida, com uma imagem diferente. Tal como pode observar, o projecto em questão sofreu uma metamorfose, dado o seu avançado estado de degradação. Assim sendo, foram preservadas algumas características que remetem ao edifício anterior, tais como a forma e estrutura, o material de revestimento e vestígios das ruínas da casa.

Agora, a nova imagem da fachada mistura duas temporalidades: o passado e o presente encontrando-nos perante um edifício puramente tradicional, uma casa em xisto, mas com um toque contemporâneo.

O novo e o antigo

Vista da escada com o afloramento rochoso Salas de estar modernas por Atelier do Corvo Moderno
Atelier do Corvo

Vista da escada com o afloramento rochoso

Atelier do Corvo

Mais do que um novo projecto, a ideia principal subsiste na criação de uma nova cara ao edifício arruinado. Assim, e mais do que a recuperação do exterior, é no interior que se encontra a verdadeira pólvora! Aqui, a nova intervenção abraça os vestígios pré existentes, transformando esta casa num lugar repleto de historia. O contacto entre a escada em madeira e o afloramento rochoso criam um cenário que mais nenhum edifício será capaz de ter. 

O contraste entre materiais

Vista da sala com o afloramento rochoso Salas de estar modernas por Atelier do Corvo Moderno
Atelier do Corvo

Vista da sala com o afloramento rochoso

Atelier do Corvo

Para enfatizar o contaste pretendido entre o novo e o antigo, os materiais de intervenção desenvolvem um papel fundamental neste projecto. Deste modo, a nova intervenção conta com matérias contrastantes à pedra, tais como a madeira, o branco nas paredes e especialmente os grandes envidraçados. Assim, ao enfatizar claramente a nova intervenção, é impossível confundir as duas temporalidades. 

Mas mais do que os novos materiais, repare também na forma como o xisto (material utilizado no exterior e típico desta aldeia e desta mesma região) foi transportado para o interior. Desta vez num plano diferente, o xisto reveste o chão, contornando, de uma forma extremamente subtil, as pré existências aqui preservadas.

A madeira

Corredor da zona dos quartos Quartos modernos por Atelier do Corvo Moderno
Atelier do Corvo

Corredor da zona dos quartos

Atelier do Corvo

De forma a conseguir um maior contraste com o xisto, o interior de alguns dos espaços nesse edifício de habitação é todo ele revestido a madeira. Ao contrário da pedra, a madeira é conhecida como sendo um material quente, ideal para edifícios de habitação.

No caso da imagem aqui apresentada, encontramo-nos no corredor de distribuição para os quartos. Aqui, a madeira domina claramente o espaço. Mais do que utilizada na estrutura do edifício, foi utilizada para revestimento das paredes e chão. 

Gostou da nova cara deste edifício? Deixe-nos aqui a sua opinião.
Casas modernas por Casas inHAUS Moderno

Precisa de ajuda com um projecto em sua casa?
Entre em contacto!

Encontre inspiração para casa!