7 razões pelas quais deve ter um pátio de interior AGORA

Ida Gaspar – homify Ida Gaspar – homify
Google+
Loading admin actions …

Pactus, é a sua palavra de origem (do latim); Pátio é a palavra portuguesa que todos conhecemos. Se falamos muito em varanda, terraço ou jardim, hoje em dia voltamos ao pátio, um tipo de ambiente que está em voga no mundo do interior/exterior. E tem as suas razões…  

Esta plataforma cimentada, pavimentada ou revestida de azulejos, pode ser vidrada, criando um resguarde do frio e um perfeito jardim de inverno. Uma sugestão bem agradável para um sentimento próximo com natureza, sem por isso passar frio. Porém, dentro do mesmo objetivo, são várias as casas modernas, bem como as mais antigas habitações, que querem recuperar este conceito de origem moura. 

Quer descobrir o porquê de criar um pátio na sua casa? Prometemos que não se vai desiludir…  

Temos 7 razões válidas para o convencer… descubra…  

1 – Luz

Um pátio, por mais que seja um espaço mais isolado é repleto de luz, tem um brilho especial. No caso dos pátios de interior, as suas paredes não serão iguais às do interior, pois deverão ser de vidro – janelas, muitas e em toda à sua volta. É um espaço que deve deixar o espaço exterior entrar para dentro, uma perfeita conexão entre os dois ambientes.

Relativamente, aos pátios exteriores, estes também receberão toda a iluminação, desde que haja sol para isso. Mas Portugal, não terá razão para se queixar, um país tão privilegiado como o nosso, terá com certeza o sol a brilhar grande parte do ano no seu pátio. E talvez seja necessário um guarda-sol para estar mais à vontade em dias de grande calor. 

2 – Ventilação

No caso de projetar um pátio de interior deverá considerar imperativamente a questão da ventilação. Tendo em conta que é um espaço envidraçado, a força do sol, aquecerá fortemente aquele espaço, no pico do verão, um pouco como uma estufa. Por isso, um ar condicionado ou outro aparelho para ventilar o ar será imprescindível, para gozarem da melhor forma daquele espaço todo o ano. A par disso, poderá abrir as janelas ou a porta, mas quando está (muito) calor, o ar que entra é quente, uiui…  

Para os pátios exteriores, a ventilação será a da própria natureza, tal como sucede com um jardim. 

3 – Separação de espaços

Os pátios por mais que possam estar projetados no interior de casa, são um verdadeiro refúgio, porque estão fora e quando não estão, existe outro contacto por lá. É outra realidade, há um sentimento de liberdade relativamente ao interior, de facto há uma separação entre os dois espaços. Uns serão mais notórios e físicos do que outros.

Exemplificamos esta ideia de separação de espaços, com este projeto português, decorado pela Pureza Magalhães Decoraçoes Lda, em que percebemos que o pátio é um ambiente exterior, mais isolado, e que sempre que haja necessidade de apanhar um pouco de ar fresco, basta sair de casa e relaxar numa cadeira ou no sofá que esteja por lá. De facto, pátio que é pátio merece o seu mobiliário de jardim.

4 – Mas também liga os espaços

É isso… o pátio também liga os espaços. Há uma certa simbiose entre estes dois lugares. É como se o exterior entrasse pela casa adentro, trazendo o lado verde e luminoso que tão bem o descreve. Afinal, faz parte dela!

Sem dúvida que os pátios são características de um povo mais mediterrâneo, em que o contacto, independentemente que seja, é fundamental para viver, é a fonte da felicidade. É tal como vemos nesta imagem… há sempre uma porta aberta e alguém para nos receber. 

É estar dentro de casa sem estar… Por isso é que separa, mas também liga!

5 – Belas vistas para a natureza

Jardins modernos por Studio HAUS
Studio HAUS

Patio esterno

Studio HAUS

O pátio como lugar aberto e sem filtros deixa transparecer a beleza da natureza, seja ele de interior ou de exterior. É claro que uns terão vistas mais panoramicas do que outros, dependente da arquitetura da vossa casa. Mas o mais importante é valorizar o vosso pátio em todos os seus pontos positivos.

Estar num pátio é poder desfrutar de momentos de lazer, como um belo jantar, numa noite estrelada ou de uma bela tarde de dolce far niente, em que só apetece gozar a vida, sonhar e olhar para aquilo que o mundo oferece de tão belo como a natureza.

6 – Contacto com a natureza

O contacto com a natureza é inevitável quando falamos em espaços exteriores, tem de existir e nada mais. No caso de não ter uma vista privilegiada para a natureza, pode criar a sua própria vista. Como? Ornamentado este mágico lugar com plantas e flores, pode optar por colocá-los em vasos ou até criar um jardim vertical, se o espaço for pequeno e estreito. No caso do pátio interior, pode criar um verdadeiro jardim de inverno, cria um refúgio perfeito para aqueles dias mais cinzentos.

A verdade é que este lado verde traz logo outro ambiente e alegria ao lugar, também acha?

7 – Criar um ambiente acolhedor para sonhar

Vista do pátio: Jardins de Inverno rústicos por Casa do Páteo
Casa do Páteo

Vista do pátio

Casa do Páteo

Não se esqueça de tornar o vosso pátio um lugar belo e digno da vossa casa, tal como o faz com os restantes espaços. Nenhum lugar pode ficar desleixado ou ser considerado menos importante, porque se forem bem organizados e projetados, teremos prazer em desfrutar deles todos, e o pátio não é exceção.

Para criar um ambiente acolhedor sugerimos que o revista com alguns itens decorativos, tal como umas peças de mobiliário, para poder gozá-lo ao máximo, mas também almofadas, guarda-sol, tapete de jardim, velas, plantas e flores, enfim aquilo que considerar necessário. Não se esqueça ainda, da iluminação, porque as noites de verão serão passadas no vosso pátio, por isso os candeeiros de jardim e as velas não poderão faltar. 

E se quiser descobrir mais ideias de pátios, ora leia este livro de ideias:

Pátios pequenos, mas muito bem aproveitados.

Ficou convencido? Diga-lá se ter um pátio não é giro!
Casas modernas por Casas inHAUS

Precisa de ajuda com um projecto em sua casa? Entre em contacto!

Encontre inspiração para casa!