Jardins pequenos, encantos tamanhos!

Sílvia Cardoso – homify Sílvia Cardoso – homify
Google+
Loading admin actions …

No mundo de hoje, parece-nos que o betão prevalece e os espaços verdes são cada vez mais raros. Um sinal dos tempos? Talvez. Ainda assim, as pessoas têm prazer em passar tempo ao ar livre e procuram ambientes que lhes propiciem paz e afastamento em relação às tarefas aceleradas do quotidiano. Assim, no artigo de hoje debruçamo-nos sobre decoração para jardins pequenos e provamos-lhe que não precisa de um grande espaço para ter um pequeno oásis bem perto de si onde pode receber os seus amigos e família, ler um livro tranquilamente, ouvir música ou, claro, dormir a bela da sesta. Reconhecemos, porém, que é um desafio decorar uma área exígua, sobretudo para jardineiros novatos que ainda há dois dias atrás deixaram morrer os coentros que estavam na cozinha. We plead guilty.

Acima de tudo, há que saber interpretar o espaço e ter noção dos seus limites. Não vale a pena tentar resumir em poucos metros quadrados uma piscina, uma fonte, uma estátua ou uma zona de lounge. Não. Seja metódico. Mantenha a simplicidade e organize-se. Opte por revestimentos que dividam as áreas de forma eficiente, por mobiliário simples e por plantas em altura. Se precisar e se puder, peça ajuda a um profissional. Afinal de contas, também Mark Twain um dia escreveu que “se tivesse mais tempo, teria escrito uma carta mais pequena”. Tal como escrever de forma sucinta, “jardinar” num espaço pequeno também é labuta difícil.  

Mas, nada como ver as nossas imagens para compreender o nosso ponto de vista. Vamos a isso?

À volta da fogueira

Um jardim sem área de convívio? Não, não pode ser. Ao espaço exterior, queremo-lo convidativo para que possamos lá deixar memórias de bons momentos na companhia dos nossos. E para que não o utilizemos apenas sazonalmente, por que não reunir sofás em torno de uma lareira? Ora, veja a imagem. O revestimento do chão define zonas distintas, os sofás são pequenos e de linhas singelas e a lareira de simples execução. Constrói-se a partir de tijolos e, a meio, crepitam as chamas para acalentar noites mais frias. No Verão, poderia decorá-la com um conjunto de velas ou lanternas de diferentes tamanhos para criar uma atmosfera festiva e romântica.

Geometria

Jardins modernos por Deck-linéa
Deck-linéa

Palissade IdéAl – Deck-linéa

Deck-linéa

Num jardim pequeno, a divisão de zonas é importante. Por ser um espaço limitado, convém que o conjunto se componha de forma organizada para melhorar a percepção que temos dele que não se quer claustrofóbica, mas sim aberta. Para o efeito, pode utilizar, por exemplo, relva, deck, gravilha solta ou mulch orgânico ou inorgânico. Desta forma, o seu jardim ficará como que dividido em várias peças que se encaixam, formando um todo harmonioso e multifuncional.

Up in the air

Considere a compra de plantas que cresçam em altura como é o caso dos ciprestes que são utilizados como árvores pontuais para marcar sítios importantes do jardim. Para além de propiciarem maior verticalidade ao seu espaço, não extravasam o tamanho do vaso e não criam caos numa área limitada. Tome como exemplo o jardim da imagem, onde quatro vasos brancos em cerâmica dispostos em fileira abrigam plantas altas, para além de acrescentarem riqueza estética e contraste ao conjunto. 

Objecto Voador Identificado

Se tiver que decorar uma área pequena, pense em altura. A ideia é desviar a atenção das pessoas em relação ao espaço reduzido e fazê-las focar noutro elemento. Na imagem, vemos um projecto do Ateliê de Cerâmica – Flávia Soares em que vasos e candeeiros estão suspensos no tecto criando a ideia de que se trata de um jardim flutuante, quase feérico. É uma sugestão singular e inusitada que pode pôr em prática, sobretudo se o seu jardim integrar uma pérgula. Já imaginou uma zona de refeições sob este bocadinho de sonho? Ficaria sublime!

O elemento água

Para que se sinta mais próximo da natureza, não se esqueça de incluir no seu jardim o elemento água que não só empresta humidade ao local nos dias mais secos, como tem um som que acalma e tranquiliza. O som da água a correr é, aliás, um dos sons que maior sensação de paz traz ao ser humano, sabia? Num jardim pequeno, pode optar por uma pequenos lagos ou cascatas – à semelhança da que vê na fotografia -, por fontes, por bebedouros ou por um pequeno espelho de água que jogue com os reflexos da vegetação envolvente. Tenha em conta que é importante a manutenção de um elemento decorativo que inclua água. Procure bombas de água e filtros para manter o seu pequeno oásis limpo e agradável.

Puff!

Jardim Bambus: Jardins rústicos por MUDA Home Design
MUDA Home Design

Jardim Bambus

MUDA Home Design

Vá para a rua e… puff. Descanse. Um puff é sempre uma boa ideia para exterior. E, aqui entre nós, para interior também. Os puffs têm um material lavável e são facilmente transportáveis pelo que os podemos mudar de sítio consoante as nossas necessidades. Para além disso, hoje em dia já os encontramos em diversas cores e tamanhos pelo que não será difícil descobrir o ideal para um pequeno jardim. Acrescente-se, ainda, o facto de serem objectos maleáveis e leves. Já agora, tome nota da mesa de apoio da imagem. É pequena, simples e em palha o que a torna perfeita para um jardim exíguo que se quer descomplicado e com peças discretas, mas elegantes.

As pequenas coisas

Jardim  por ELLA JAMES
ELLA JAMES

Watering can Light Garland

ELLA JAMES

Os pontos de luz são fundamentais em qualquer que seja a divisão da casa. No exterior não é excepção e importa iluminar o que de mais bonito temos para mostrar. Num jardim pequeno, a luz pode mudar em pleno a percepção de espaço e devemo-la colocar de forma estratégica. A marca britânica Ella James propõe esta fita de luzes em forma de regador tosco à moda antiga para adornar as suas plantas. Um detalhe bonito e divertido que faria do seu jardim um espaço mais intimista.

Jardim vertical

Varanda, marquise e terraço  por Greenbop
Greenbop

Vertikaler Garten mit karoo Pflanzsystem

Greenbop

Numa altura em que os espaços verdes nas cidades escasseiam e os prédios se aglomeram, a resposta pode passar por jardins na vertical. São uma inovação, é certo. Não estamos habituados a cuidar deles, mas a homify está aqui para o esclarecer. É importante escolher criteriosamente as plantas para um jardim vertical. Não podem ter raízes profundas sob pena de danificarem, a longo-prazo, o suporte e as próprias paredes do edifício. Para além disso, importa ter em atenção o ângulo em que é colocado em relação à exposição solar e às demais condições atmosféricas. Plantas mais leves e macias acabarão por ceder ao mau tempo. Se, no entanto, o seu jardim vertical ficar numa área mais recôndita e protegida, pode escolher outro tipo de plantas. Ainda assim, é preferível optar por plantas perenes que exijam pouca manutenção. Aposte neste tipo de jardim. O mundo precisa de espaços verdes e pode sempre tomá-lo de empréstimo para ter a sua pequena horta, mesmo na “selva de betão” em que se tornaram as nossas cidades.

À sombra

Não se esqueça de criar uma zona de sombra no seu jardim. As pérgulas são ideais para o efeito, designadamente aquelas com lâminas orientáveis que podem por isso, ser comandadas à distância o que possibilita que lhes mudemos o ângulo deixando ou não entrar o sol. Desta forma, terá à sua disposição uma área de lazer ou de refeições resguardada que pode utilizar ao longo de todo o ano. Se tiver crianças, é ainda mais importante ter esta sugestão em mente. Pode, também, usufruir da sombra de uma árvore se tiver uma no seu jardim. Sob ela, pode colocar uma zona de refeições, mas pavimentada para ser mais estável.

Baloiços

Jardim  por KSL LIVING
KSL LIVING

BALANCOIRE COQUELICOT

KSL LIVING

Por não se colocarem no chão e, consequentemente, não ocuparem espaço, os baloiços são uma boa opção para um jardim pequeno. Para além disso, quem não gosta de um baloiço? Dos adultos às crianças, todos vão adorar este apontamento de cor e diversão ao ar livre. A KSL Living propõe estes baloiços almofadados e coloridos presos por cordas. Há em diversos tons e tamanhos, por isso não deixe de escolher o seu na página da marca francesa!

Qual destas ideias é a sua preferida? Vai pôr alguma em prática? Deixe-nos saber e comento aqui mesmo por baixo!
Casas modernas por Casas inHAUS

Precisa de ajuda com um projecto em sua casa? Entre em contacto!

Encontre inspiração para casa!