10 dicas para cuidar de plantas domésticas

Elisabete Figueiredo – HOMIFY Elisabete Figueiredo – HOMIFY
ESPAÇOS: Quartos Casal, INTERDOBLE BY MARTA SILVA - Design de Interiores INTERDOBLE BY MARTA SILVA - Design de Interiores Quartos modernos
Loading admin actions …

Faz parte daquele grupo nada restrito de pessoas que não conseguem manter uma plantinha doméstica por muito tempo? Está na hora de rever os seus conceitos e pensar no que tem estado a fazer mal!

É certo que as plantas podem ser bastante sensíveis mas o mais certo é estar a fazer alguma coisa mal, provavelmente por simples desconhecimento.

Se está mesmo interessado em ter pelo menos uma ou duas plantas em sua casa e ao seu cuidado tem de ler este artigo! Hoje a homify partilha consigo alguns conselhos de jardineiros amadores bem-sucedidos. Acompanhe-nos e confira o que está a fazer de mal com as suas plantas.

1 – Escolha a planta certa

Moradia Unifamiliar T3 - Lordelo-Paredes, Esboçosigma, Lda Esboçosigma, Lda Corredores, halls e escadas modernos Plantar,Construção,Madeira,Design de interiores,Planta de casa,Piso,Escadaria,Pisos,Arte,Hardwood
Esboçosigma, Lda

Moradia Unifamiliar T3 – Lordelo-Paredes

Esboçosigma, Lda

Embora não se trate propriamente de um cuidado a ter com a planta, a escolha é determinante para saber o que vai precisar de passar a ter, por isso tem de ser incluída neste artigo!

Há plantas muito sensíveis e plantas que aguentam alguns descuidos da sua parte, por isso se tem pouca experiência ou jeito para a jardinagem será bom começar com uma planta resistente. As suculentas estão entre as mas resistentes e que menos cuidados exigem, mas também pode experimentar uma Espada de São Jorge, uma Jibóia ou uma Pata de elefante que também têm boas probabilidades de ter êxito. As características e necessidades da planta vêm normalmente descritas numa etiqueta anexada ao vaso, estude-as bem.

2 – Prepare o melhor solo para a sua planta

Prepare o solo que será da sua planta tendo em conta as necessidades específicas descritas. Lembre-se de que o vaso onde ela veio, apesar de ter o solo correcto, tem de ser temporário e mais tarde ou mais cedo terá de a mudar.

Atente no pH e nos nutrientes necessários que vêm descritos na etiqueta de compra. Se não a tiver faça uma pesquisa na internet para saber o que tem de fazer.

3 – Avalie a luz no local onde vai ficar a planta

Pesquise as necessidades da sua planta e escolha o sítio onde ela vai ficar em conformidade.

Perceba se a planta precisa de muita luz directa ou se, pelo contrário, prospera melhor à meia-luz ou na sombra. Este factor vai ser decisivo na sua manutenção em boas condições.



4 – Verifique a temperatura e as correntes de ar

Verifique também as correntes de ar e a temperatura ambiente. Há plantas que suportam mal o frio e o vento, pelo que podem não ser as melhores escolhas para locais mais expostos ao ambiente exterior no nosso país.


5 – Preste atenção à planta

Ambiente 4 - Equilibrium Smile Bath S.A. Casas de banho minimalistas Acabamento em madeira
Smile Bath S.A.

Ambiente 4 – Equilibrium

Smile Bath S.A.

Não se esqueça da existência da sua planta. Isto inclui as regas, obviamente, mas também a verificação periódica de sinais preocupantes, como o aparecimento de folhas amareladas ou secas, pragas ou manchas estranhas. Se der conta do problema a tempo ainda terá a oportunidade de o resolver antes de a planta morrer.

6 – Cuidado com as regas

Obviamente, as plantas precisam de água para viver (como nós), mas cada uma tem as suas necessidades. No pólo oposto à falta de regas temos o comportamento igualmente errado de regar em demasia.

As regas demasiado abundantes ou em períodos errados podem apodrecer as raízes e propiciar o aparecimento de fungos que vão matar a sua planta. Verifique sempre as necessidades específicas e proceda em conformidade.

7 – Retire folhas velhas e faça poda

A Casa da Helena, Homestories Homestories Salas de jantar escandinavas estilo nordico,estilo escandinavo,aparador,sala,sala de estar,jarra,candeira,cesta,flores
Homestories

A Casa da Helena

Homestories

Falamos de manutenção básica à própria planta. Remova folhas secas e velhas, e se for necessário aprenda a podar. As folhas velhas atrasam o crescimento da planta, usam nutrientes preciosos e ao apodrecerem no vaso, por exemplo, podem fazer a planta adoecer.

8 – Limpe o pó

Uma proposta mais tradicional... Casactiva Interiores Corredores, halls e escadas modernos Branco consola suspensa,floreira,espelho
Casactiva Interiores

Uma proposta mais tradicional…

Casactiva Interiores

O pó não se acumula nos móveis? As folhas da sua planta não são diferentes! O pó e outra sujidade (pelo de animais, por exemplo) acumulada nas folhas pode dificultar e mesmo impedir o processo da fotossíntese, acabando por matar a planta no extremo. No mínimo terá uma planta feia num ambiente bonito e não é isso que deseja, certo? Imagina este belíssimo hall de entrada da CASACTIVA INTERIORES com uma planta cheia de pó?

9 – Não se esqueça do adubo

A Casa da Carolina e do Nuno, Homestories Homestories Salas de jantar escandinavas estilo nordico,estilo escandinavo,sala,sala de jantar,mesa de jantar,cadeiras,candeeiro suspenso,quadro,aparador,pinho,flores,vasos decorativos
Homestories

A Casa da Carolina e do Nuno

Homestories

Regar é importante, mas também é fundamental manter o solo fornecido com os nutrientes de que a planta precisa, por isso adubar é fundamental. Uma vez mais deve ter em conta a espécie da sua planta e comprar o adubo em conformidade. Nas lojas de jardinagem ou bricolagem pode encontrar adubos próprios para várias espécies de plantas com as respectivas descrições.

10 – Escolha o vaso certo

Casas de banho - Smile Bath, Smile Bath S.A. Smile Bath S.A. Casas de banho modernas resguardo,duche,my silver,toalheiro,redon,base de duche,dúia,madeira,azulejo
Smile Bath S.A.

Casas de banho – Smile Bath

Smile Bath S.A.

A escolha do vaso é a nossa última dica de hoje!

A escolha do vaso é muito mais do que simples decoração. Há vasos que simplesmente não funcionam para algumas plantas, como por exemplo a orquídea que precisa de vasos com perfurações para drenagem e, se esses orifícios não forem eficazes, põem em causa a planta.

Os vasos devem ter um tamanho proporcional às plantas e assegurar uma boa drenagem da água em excesso.

Gosta de orquídeas? Então saiba como cuidar delas no artigo ’Orquídeas: plantar, manter e cuidar’.

E o leitor? Tem sempre plantas em bom estado ou costumam morrer cedo?

Precisa de ajuda com um projeto em sua casa?
Entre em contacto!

Encontre inspiração para casa!